Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/40837
Title in Portuguese: “Gente aqui não” saúde e participação social no licenciamento ambiental: o caso do pólo industrial e tecnológico da saúde (Eusébio, Ceará)
Author: Silva, Luiz Rons Caúla da
Advisor(s): Soares, Marcelo de Oliveira
Co-advisor(s): Pessoa, Vanira Matos
Keywords: Impacto ambiental - Estudo de casos
Impacto ambiental - Saúde - Eusébio (CE)
Issue Date: 2018
Publisher: Instituto de Ciências do Mar
Citation: SILVA, L. R. C. da (2018)
Abstract in Portuguese: Esta pesquisa tem como objetivos analisar como a saúde foi inserida dentro dos estudos de impacto ambiental do Polo Industrial e Tecnológico da Saúde (PITS), em Eusébio – e verificar, por meio da pesquisa - ação, como profissionais de saúde e comunidades afetadas por impactos de grandes empreendimentos percebem os Estudos de Impacto Ambiental. Como metodologia analisou - se aspectos de saúde nos documentos por meio da Matriz de Análise dos Estudos de Impactos Ambientais sob o enfoque da saúde da família, ambiente e trabalho. Nesta monografia a matriz foi adaptada para trabalhar com estudos mais simplificados como os Estudos de Viabilidade Ambiental e com grandes empreendimentos que apresentem impactos significativos mais fáceis de serem prevenidos, como Polos Industrias e Tecnológicos da Saúde. Em março de 2018 foi realizada uma oficina com a comunidade e os profissionais de saúde da Área de Influência Direta (AID) do PITS, em que foi discutido o que são esses estudos e qual sua importância na tomada de decisões e na prevenção de doenças e seus agravos. Essa oficina foi gravada e posteriormente transcrita para ser analisada por meio de um software digital o IRAMUTEQ. Realizaram-se, por meio das matrizes, 93 avaliações referentes a 31 aspectos de saúde em 3 estudos ambientais. Foi constatado que 28 dos aspectos de saúde analisados não foram contemplados, 33 estão parcialmente, enquanto 32 dos aspectos se enquadram na dimensão de contemplados dentro dos documentos. Através da pesquisa-ação foi percebido a falta de informação que os profissionais da saúde e a comunidade do território tem sobre os estudos ambientais. Isso colabora para uma menor atuação da participação na construção desses documentos que a torna inviabilizada em diagnosticar impactos ambientais e à saúde que Não foram identificados no projeto original. Dessa forma, esses resultados refletem um melhor planejamento para que empresas adotem cada vez mais aspectos de saúde em seus estudos ambientais e que a participação possa se fazer presente no licenciamento ambiental.
Abstract: This research aims to analyze how health was inserted within the environmental studies of the Industrial and Technological Pole of Health (PITS), in Eusebio (Ceará); and to verify, through action research, how health professionals and communities affected by impacts of large enterprises perceive the Environmental Impact Studies. As a methodology the health in the documents was analyzed through the Matrix of Analysis of environmental Impact Studies under the focus of family health, environment and work. In this monograph the matrix was adapted to work with more simplifiedstudies such as Environmental Feasibility Studies and with large enterprises that present significant impacts that are easier to prevent, such as the Industrial and Technological Poles of Health. A meeting was also held in March 2018 with PITS community and health professionals from the Area of Direct Influence (AID) to discuss what these studies are and what their importance is in decision-making and in the prevention of diseases. This meeting was recorded and later transcribed for being analysis using digital software “IRAMUTEQ”. Through the matrices, 93 evaluations were carried out regarding health aspects in the three environmental studies. It was found that 28 aspects of health analyzed were not contemplated, 33 were partially , while 32 of the aspects were considered. Through action research was understood the lack of information that health professionals and the community of the territory has about environmental studies. This contributes to a lower performance of participation in the construction of these documents that makes it unviable to diagnose unidentified environmental and health impacts in the original project. Thus, these results reflect a better planning for companies to adopt more and more health aspects in their environmental studies and that participation can be present in environment al licensing.
Description: SILVA, L. R. C. da. “Gente aqui não” saúde e participação social no licenciamento ambiental: o caso do pólo industrial e tecnológico da saúde (Eusébio, Ceará). 2018. 78 f. TCC- Trabalho de Conclusão de Curso- (Graduação em Ciências Ambientais) - Instituto de Ciências do Mar, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2018.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/40837
metadata.dc.type: TCC
Appears in Collections:CIÊNCIAS AMBIENTAIS - TCC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_tcc_lrcdasilva.pdf2,37 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.