Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/40485
Title in Portuguese: Inserção da atenção primária à saúde (APS) no ensino de graduação em medicina: revisão integrativa
Title: Insertion of primary health care (PHC) in undergraduate medical education: integrative review
Author: Carvalho, Talita Carneiro de
Advisor(s): Lira, Geison Vasconcelos
Keywords: Educação Médica
Atenção Primária à Saúde
Currículo
Issue Date: 2018
Citation: CARVALHO, T.C. Inserção da atenção primária à saúde (APS) no ensino de graduação em medicina: revisão integrativa. 2018. 81 f. Dissertação (Mestrado em Saúde da Família) - Programa de Pós-Graduação em Saúde da Família, Universidade Federal do Ceará, Sobral, 2018.
Abstract in Portuguese: As transformações na Educação Médica ao longo do tempo demonstram as novas exigências do profissional frente à sociedade e ao mercado de trabalho. A formação parece caminhar de um modelo puramente biomédico para outro que valoriza o desenvolvimento de habilidades e competências, além do conhecimento técnico-científico. Desde a publicação do Relatório Flexner em 1910 até às atuais Diretrizes Curriculares Nacionais para o curso de medicina de 2014 observamos mudanças na estruturação dos cursos de medicina. No Brasil e no mundo escolas de medicina expressam a preocupação com a responsabilidade social e com a qualidade do médico egresso através de mudanças curriculares orientadas ou baseadas na comunidade. Este estudo se propõe a analisar como a Atenção Primária à Saúde (APS) está inserida nos cursos de graduação em medicina no Brasil e no mundo e qual a influência no desenvolvimento de habilidades e competências. A metodologia utilizada foi uma revisão integrativa da literatura durante cinco anos (2013-2017) em quatro periódicos: Academic Medicine, Medical Education, Medical Teacher e Revista Brasileira de Educação Médica. Aplicamos núcleos de sentido relacionados ao tema para a busca dos artigos. Como resultados, apresentamos um panorama geral de tendências das publicações ao longo do período pesquisado. Observamos que há diversas modalidades de inserção desde formas teóricas e pontuais até formas longitudinais e integradas que estão apresentadas em detalhes nesse estudo. As habilidades citadas como mais desenvolvidas como consequências dessas inserções foram: capacidades de trabalhar em equipe interprofissional e com a comunidade, competência cultural e conhecimento teórico-prático sobre determinantes de saúde entre outros. As metodologias de ensino-aprendizagem mais utilizadas foram Aprendizado Baseado em Problemas (Problem Based Learning - PBL), acompanhamento do atendimento clínico supervisionado pelo professor e imersão nos serviços de APS e comunidade por meio de pequenos grupos. A APS tem um grande potencial de contribuição para Educação Médica e pode ser utilizada sob diferentes aspectos de acordo com os objetivos pedagógicos desejados. Somos conscientes da necessidade de transformação da formação médica. O modelo hospitalocêntrico e reducionista já não é mais capaz de oferecer uma formação médica adequada. A população precisa que suas demandas de saúde sejam atendidas e os profissionais precisam estar melhores preparados para lidar com as adversidades e peculiaridades da vida profissional. A solução passa por uma inclusão, cada vez maior, da Atenção Primária à Saúde nos cursos de medicina do Brasil e do mundo.
Abstract: Transformations in Medical Education over time demonstrate the new demands of professionals in relation to society and the job market. Medical Education seems to move from a purely biomedical model to one that values the development of skills and competences as well as technical-scientific knowledge. Since the publication of the Flexner Report in 1910 until the current National Curriculum Guidelines for medical schools in 2014, we have observed changes in the structure of medical courses. In Brazil and in the world, medical schools express concern about social responsibility and the quality of the post graduate medical or community-based curriculum changes. This study aims to analyze how Primary Health Care (PHC) is inserted in medicine post graduate curriculum in Brazil and in the world and what are influences on the development of skills and competences. We used as methodology an integrative literature review in four journals: Academic Medicine, Medical Education, Medical Teacher and Brazilian Journal of Medical Education for five years (2013-2017). We looked for expressions related to the subject to select articles. As a result, we present an overview of the tendency of publications over the period studied. We observe that there are several modalities of insertion, from the theoretical and punctual forms, to the longitudinal and integrated forms that are presented in detail in this study. The skills cited as more developed as consequences of these insertions were: skills to work in interprofessional group and in community, cultural competence and theoretical-practical knowledge on health determinants, among others. The most used teaching-learning methodologies was Problem-Based Learning (PBL), monitoring of teacher-supervised clinical care, and immersion in Primary Care services and community through small groups. The PHC has great potential to contribute to Medical Education and can be used in different ways according to the pedagogical objectives. We are aware of the need to transform medical education. The conventional model is no able to offer adequate medical training. The health problems of the population need to be solved and doctors need to be prepared for professional life. The solution is the progressive inclusion of PHC in curriculum of medical courses in Brazil and in around the world.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/40485
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGSF - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_dis_tccarvalho.pdfCARVALHO, T.C. Inserção da atenção primária à saúde (APS) no ensino de graduação em medicina: revisão integrativa. 2018. 81 f. Dissertação (Mestrado em Saúde da Família) - Universidade Federal do Ceará, Sobral, 2018.1,04 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.