Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/40270
Title in Portuguese: Um mar de histórias: memória, identidade e territorialidade no Poço da Draga
Author: Gomes, Marília Passos Apoliano
Advisor(s): Gondim, Linda Maria de Pontes
Keywords: Memória
Identidade
Territorialidade
Poço da Draga
Issue Date: 2019
Citation: GOMES, Marília Passos Apoliano. Um mar de histórias: memória, identidade e territorialidade no Poço da Draga. 2019. 281f. Tese (Doutorado) - Universidade Federal do Ceará, Centro de Humanidades, Programa de Pós-graduação em Sociologia, Fortaleza, 2019.
Abstract in Portuguese: Esta pesquisa busca compreender as relações entre memória, identidade e territorialidade a partir do estudo de caso da localidade do Poço da Draga, em Fortaleza, Ceará, Brasil. Trata-se de uma área em que se observa a ocorrência de vários eventos com características rituais em que boa parte dos moradores defende que a localidade é centenária, portadora de forte memória sobre si e sobre a cidade de Fortaleza, e como tal deveria ser respeitada e preservada. Na tese, estes eventos são analisados em pormenor, no intuito de compreender a sua relevância para a construção da memória e da identidade, bem como qual a relação estabelecida, naquela área, entre territorialidade, identidade e memória. A centralidade do mar é outro fator significativo na área estudada, razão pela qual se fala que ali existe um “mar de memórias”. Trata-se de uma pesquisa de natureza qualitativa, cujos procedimentos metodológicos concentraram-se na observação participante, na realização de entrevistas semi-estruturadas, na análise de diário de campo e na revisão de literatura. O trabalho de campo foi desenvolvido em períodos concentrados de alguns meses entre os anos de 2014 e 2018, com incidência maior entre os anos de 2015 e 2017, totalizando entre 11 e 12 meses de observação sistemática. As idas e vindas a campo possibilitaram a permanência no longo prazo, o que se revelou satisfatório. O referencial teórico foi tecido em torno de Ecléa Bosi, Frederick Bartlett, Hermann Ebbinghaus, Jacques Le Goff, Jöel Candau, Linda Gondim, Manuela Carneiro da Cunha, Marc Bloch, Marcelo Lopes de Souza, Marcos Alvito, Maurice Halbwachs, Michael Pollak, Michel de Certeau, Milton Santos, Paul Connerton, Paul Ricoeur, Pierre Bourdieu, Pierre Nora, Roberto Cardoso de Oliveira, Rogério Haesbaert e Stuart Hall. Enquanto resultados, compreendi que a existência dos aniversários da localidade, a roda dos Guardiões da Memória e as visitas guiadas é essencial para os processos de construção de memória e identidade no Poço da Draga. Trata-se de eventos singulares que são promovidos por parte dos moradores, dotados de muita ritualística, e bastante significativos sobre a localidade. São eventos de inscrição memorial, sendo impossível falar de memória separada de identidade. Além disto, todos os atos comunitários possuem igualmente inscrição no território, pois desenvolvem-se sempre em algum dos microterritórios, conforme se discutirá.
Abstract: This research seeks to understand the relationships between memory, identity and territoriality, based on the case study of Poço da Draga, in Fortaleza, Ceará, Brazil. This is an area in which there are several community events in which a large part of the residents argue that the locality is a hundred years old, bearing a strong memory about itself and about the city of Fortaleza, and as such should be respected and preserved. In the thesis, these events are analyzed in detail, in order to understand their relevance to the construction of memory and community identity, as well as to study the relationship established in that area between territoriality, identity and memory. The centrality of the sea is another significant factor in the area studied, which is why it is said that there exists a "sea of memories" in the light of Hannah Arendt. It is a qualitative research, whose methodological procedures focused on participant observation, semi-structured interviews, field diary analysis and literature review. Fieldwork was developed in concentrated periods of a few months between 2014 and 2018, with a higher incidence between 2015 and 2017, totaling between nine and ten months of systematic observation. The comings and goings to the field made possible the permanence in the long term, which proved to be satisfactory. The theoretical framework was woven around Ecléa Bosi, Frederick Bartlett, Hermann Ebbinghaus, Jacques Le Goff, Jöel Candau, Linda Gondim, Manuela Carneiro da Cunha, Marc Bloch, Marcelo Lopes de Souza, Marcos Alvito, Maurice Halbwachs, Michael Pollak, Michel de Certeau, Milton Santos, Paul Connerton, Paul Ricoeur, Pierre Bourdieu, Pierre Nora, Roberto Cardoso de Oliveira, Rogério Haesbaert and Stuart Hall. As a result, I understood that the existence of anniversaries of the locality, the wheel of the Guardians of memory and the guided tours is essential for the processes of memory and identity construction in the area. They are singular events that are promoted by the residents, endowed with much ritualistic, and quite significant about the locality. They are events of memorial registration, it being impossible to speak of separate memory of identity. In addition, all community acts also have registration in the territory, since they always develop in one of the microterritories, as will be discussed.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/40270
Appears in Collections:PPGS - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_tes_mpagomes.pdf5,43 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.