Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/4008
Title in Portuguese: Identificação dos fatores de risco para depressão pós-parto : importância do diagnóstico precoce
Title: Identifying the risk factors for postpartum depression : importance of early diagnosis
Author: Gomes, Lorena Andrade
Torquato, Valéria da Silva
Feitoza, Aline Rodrigues
Souza, Adriano Rodrigues de
Silva, Maria Adelane Monteiro da
Pontes, Ricardo José Soares
Keywords: Depressão Pós-Parto
Saúde Mental
Saúde da Mulher
Issue Date: 2010
Publisher: Revista Rene
Citation: GOMES, L. A. et al. Identificação dos fatores de risco para depressão pós-parto : importância do diagnóstico precoce. Rev. Rene, Fortaleza, v. 11, n. esp., p. 117-123, 2010.
Abstract in Portuguese: Pesquisa objetivou identificar os fatores de risco que podem contribuir para a Depressão Pós-parto (DPP), bem como identificar os sintomas que podem caracterizá-la no período puerperal imediato. Trata-se de uma pesquisa descritiva, com abordagem quantitativa, realizada entre abril e maio de 2008, com puérperas (n=95) de uma maternidade de Referência da cidade de Fortaleza-CE/Brasil. Como instrumentos utilizaram-se: um formulário com informações socioeconômicas e demográficas e a Edinburgh Postnatal Depression Scale (EPDS), para avaliação da DPP. A prevalência de depressão pós-parto encontrada foi de 24,2% (EPDS=13). Os achados sugerem que baixas condições socioeconômicas podem contribuir para o desenvolvimento de DPP e, apesar de ser uma enfermidade subdiagnosticada, os números encontrados revelam alto percentual de puérperas suscetíveis a desenvolver sintomas depressivos após o parto.
Abstract: The research aimed to identify the risk factors that may contribute to post-partum depression (PPD) and identify the symptoms that can characterize it in the immediate puerperal period. This is a descriptive research with quantitative approach, conducted between April and May 2008, with puerperas (n = 95) of a Reference Maternity Hospital of the city of Fortaleza. It was used as instruments of research: a form with socioeconomic and demographic information and the Edinburgh Postnatal Depression Scale (EPDS) for PPD evaluation. The prevalence of postpartum depression found was 24.2% (EPDS = 13). The findings suggest that low socioeconomic conditions may contribute to the development of PPD and, despite being an under diagnosed disease, the figures show high percentage of women who are susceptible to developing depression symptoms after giving birth.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/4008
metadata.dc.type: Artigo de Periódico
ISSN: 1517-3852 Impressa
2175-6783 On line
Appears in Collections:DENF - Artigos publicados em revistas científicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2010_art_arsouza.pdf476,78 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.