Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/39429
Title in Portuguese: Composição química da dieta e desempenho bioeconômico de ovinos pastejando capim-aruana sob quatro níveis de suplementação concentrada
Author: Luna, Alano Albuquerque
Advisor(s): Cândido, Magno José Duarte
Keywords: análise econômica
características de carcaças
comportamento ingestivo
desempenho produtivo
Megathyrsus maximus cv
Aruana
ovinos Morada Nova
Issue Date: 2017
Citation: LUNA, Alano Albuquerque. Composição química da dieta e desempenho bioeconômico de ovinos pastejando capim-aruana sob quatro níveis de suplementação concentrada . 2017. 77 f. Tese (Tese em Zootecnia) – Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2018.
Abstract in Portuguese: O presente estudo foi conduzido com o objetivo de avaliar a composição química e o fracionamento de carboidratos da dieta de ovinos; assim como o comportamento ingestivo, o desempenho produtivo, as características da carcaça destes ovinos e a análise bioeconômica em sistemas de terminação de ovinos em pastos de capim-aruana sob níveis crescentes de suplementação concentrada. Foram comparadas quatro doses de suplemento concentrado 0,0; 0,6; 1,2 e 1,8% do peso corporal dos animais. Foram utilizados 43 ovinos da raça Morada Nova com idade média de sete meses, peso médio inicial de 15,28 ± 1,24 kg, machos, não castrados, sendo 24 animais de prova e 19 animais de equilíbrio utilizados quando necessário para garantir o rebaixamento da vegetação para um índice de área foliar residual de 1,0. O delineamento utilizado para o ensaio de composição química e fracionamento de carboidratos foi o inteiramente casualizado em um arranjo fatorial de 4 x 2 (quatro níveis de suplementação e dois dias de pastejo) com cinco repetições, já para os outros ensaios o delineamento foi o inteiramente casualizado com quatro níveis de suplementação e cinco repetições, para o ensaio de comportamento e seis repetições para os ensaios de desempenho produtivo e características da carcaça. O teor de proteína bruta foi afetado (p<0,05) tanto pelos níveis de suplementação como pelo dia de pastejo. A maior diferença entre os níveis de suplementação foi observada ao se comparar o teor de proteína bruta das amostras do pasto no nível de 1,8% do PC (17,54%) e os pastos no nível de 0,0 e 0,6% do PC (15,15 e 15,50% respectivamente). A forragem colhida no primeiro dia de pastejo apresentou teor médio de FDN de 65,91%, menor que o teor médio da FDN daquela colhida no terceiro dia de pastejo, que foi de 70,22%. Os níveis de suplementação de 0,0 e de 0,6% do PC obtiveram valores de carboidratos totais superiores (70,98 e 71,11%) ao nível de suplementação 1,8% do PC (68,35%). Os ovinos que foram suplementados com 1,8% do PC foram os que obtiveram os melhores ganhos de peso e rendimento de carcaça. Analisando o lucro da atividade (R$/mês) dos animais que receberam suplementação concentrada em sua dieta, notou-se que ocorreram decréscimos no lucro à medida que se elevava o nível de suplementação na dieta. Quando foi comparada a margem bruta, a margem liquida e o lucro da venda dos cortes comerciais em relação à venda da carcaça, não 14 foram verificados grandes diferenças entre valores. O incremento da suplementação concentrada na dieta dos ovinos acarreta em um aumento na ingestão de proteína bruta e redução na ingestão do carboidrato total caracterizando uma seletividade na hora do pastejo, devido a isso, recomenda-se 1,2% de suplementação em relação ao peso corporal. Assim como, possibilita a obtenção de um comportamento com menores tempos de pastejo, um desempenho produtivo com maiores ganhos de pesos e taxas de lotação, como, carcaças com pesos mais elevados e com melhores rendimentos. Projeções econômicas indicam que quando o produtor comercializa os animais vivos o sistema de terminação exclusivamente a pasto (0,0% de suplemento) é o único viável com o preço de venda atualmente praticado no mercado, mas quando o produtor abate e comercializa as carcaças agregando assim valor ao produto, os sistemas de terminação de 0,0 e 0,6% de suplementação apresentam os melhores índices econômico-financeiros, proporcionando maior lucratividade, podendo inclusive ser adotado um preço de venda abaixo do preço de mercado, principalmente no sistema de terminação sem suplementação.
Abstract: The present study was conducted with the objective of evaluating the chemical composition and carbohydrate fractionation of the sheep diet; As well as the ingestive behavior, the productive performance, the carcass characteristics of these sheep and the bioeconomic analysis in systems of sheep termination in aruana grass under increasing levels of concentrated supplementation. Four doses of supplement concentrate were compared 0.0; 0.6; 1.2 and 1.8% of the animals body weight. A total of 43 Morada Nova ewes with mean age of seven months, mean initial weight of 15.28 ± 1.24 kg, male, not castrated, being 24 test animals and 19 balance animals used when necessary to ensure the reduction of vegetation to a residual leaf area Index of 1.0. The design used for the chemical composition and carbohydrate fractionation was completely randomized in a factorial arrangement of 4 x 2 (four levels of supplementation and two days of grazing) with five replications. For the other trials the design was entirely with four levels of supplementation and five replicates, for the behavioral test and six replicates for the trials of productive performance and carcass characteristics. Crude protein content was affected (p <0.05) both by supplementation levels and day of grazing. The greatest difference between supplementation levels was observed when comparing the crude protein content of the pasture samples at the 1.8% BW level (17.54%) and the pastures at the 0.0 and 0.6 level % Of the BW (15.15 and 15.50%, respectively). The forage harvested on the first day of grazing had a mean NDF content of 65.91%, lower than the average NDF content of that harvested on the third day of grazing, which was 70.22%. The levels of supplementation of 0.0 and 0.6% of BW had higher total carbohydrate levels (70.98 and 71.11%) at supplementation level 1.8% of BW (68.35%). The sheep that were supplemented with 1.8% of the BW were the ones that obtained the best gains in weight and carcass yield. Analyzing the activity profit (R$/month) of the animals that received concentrated supplementation in their diet, it was noticed that there was decrease in the profit as the level of supplementation in the diet increased. When comparing the gross margin, net margin and profit from the sale of commercial cuts in relation to the sale of the carcass, there were no large differences between values. The increase of the concentrated supplementation in the diet of the sheep causes an increase in 16 the crude protein intake and reduction in the total carbohydrate intake, characterizing a selectivity at the time of the grazing, due to this, it is recommended that 1,2% of supplementation in relation to the weight Body. As well, it allows to obtain a behavior with lower grazing times, a productive performance with higher weight gains and stocking rates, such as, carcasses with higher weights and with better yields. Economic projections indicate that when the farmer trades live animals, the finishing system exclusively on pasture (0.0% supplement) is the only viable with the selling price currently practiced in the market, but when the producer slaughters and markets the carcasses by adding In this way product value, the termination systems of 0.0 and 0.6% of supplementation present the best economic-financial indices, providing greater profitability, and can even be adopted a sale price below market price, mainly in the system of termination without supplementation.
Description: LUNA, Alano Albuquerque. Composição química da dieta e desempenho bioeconômico de ovinos pastejando capim-aruana sob quatro níveis de suplementação concentrada . 2017. 77 f. Tese (Tese em Zootecnia) – Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2018.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/39429
Appears in Collections:PPGZO - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_tese_aaluna.pdf815,13 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.