Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/39376
Title in Portuguese: Análise dos desembarques e do consumo do Caranguejo-Uçá Ucides cordatus cordatus (Llinnaeus,1763) na Praia do Futuro, Litoral Leste de Fortaleza — Ce
Author: Galvão, Sara Helane dos Santos
Advisor(s): Conceição, Raimundo Nonato de Lima
Keywords: Caranguejo (Crustáceo)
Caranguejo Uçá (Crustáceo) - Consumo
Engenharia de Pesca
Issue Date: 2007
Citation: GALVÃO, Sara Helane dos Santos. Análise dos desembarques e do consumo do Caranguejo-Uçá Ucides cordatus cordatus (Llinnaeus,1763) na Praia do Futuro, Litoral Leste de Fortaleza — Ce. 2007. 46 f. Monografia (Graduação em Engenharia de Pesca)-Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2007.
Abstract in Portuguese: O Estado do Ceará é considerado o maior centro consumidor de caranguejouçá do país, com destaque para Fortaleza, apesar de já em 1997 a capital registrar a menor produção do Nordeste brasileiro. Para suprir a demanda do mercado consumidor, a capital cearense passou a adquirir o produto dos grandes Estados produtores do recurso Maranhão e Piauí. No presente estudo foram analisados os desembarques e o consumo do caranguejo-uçá (Ucides cordatus cordatus, Linnaeus, 1763) na praia do Futuro, Fortaleza — Ce, oriundos dos estados de Piauí e Maranhão. O estudo foi realizado mensalmente no período de nov/2005 a out/2006. Foram amostrados 3000 caranguejos obtendo os seguintes resultados: a média de Largura de carapaça (Lc), variou ao longo dos meses com tendência a diminuir no período chuvoso, a média calculada foi de 75,4 ± 4,53mm. O peso médio calculado de 188g. Foi localizada uma única fêmea e um individuo com Lc abaixo do permitido pela Portaria 70/2000 que proíbe a captura de indivíduos menores que 60,0mm. O Lc do mesmo, foi 57,0 mm. A mortalidade média foi de 17,27% com pico em outubro com 32,40% relacionado ao período de pós-muda da espécie. Os meses classificados pelos empresários do local como período de alta estação foram: dezembro, janeiro e julho, sendo a baixa estação o restante dos meses. Observou-se que o recurso pesqueiro gera emprego e renda para um número considerável de pessoas. Aproximadamente 1.970 funcionários na baixa estação, com acréscimo de 13% na alta estação. Estimou se que 85% da produção que chega a Fortaleza é desembarcada no local estudado com 791,0 ton / ano ou 4.207.446 caranguejos / ano. A média mensal de caranguejo-uçá desembarcado na praia do Futuro foi de 65,0 ton / mês, variando entre 56,0 ton / mês na baixa estação a 95,0 ton / mês na alta estação. Podendo assim, classificar o local de estudo como o maior centro consumidor de caranguejouçá de Fortaleza — Ce. A precariedade no transporte é responsável pelo descarte de pelo menos 165,0 toneladas de caranguejo por ano. É preocupante a intensificação do processo extrativo do recurso aliado a péssima condição do transporte a qual o caranguejo-uçá é submetido.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/39376
metadata.dc.type: TCC
Appears in Collections:ENGENHARIA DE PESCA - Trabalhos Acadêmicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2007_tcc_shsgalvao.pdf47,57 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.