Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/38840
Title in Portuguese: Análise da argumentação no discurso: uma perspectiva textual
Author: Macedo, Patrícia Sousa Almeida de
Advisor(s): Cavalcante, Mônica Magalhães
Keywords: Argumentação no discurso
Estratégias textuais de persuasão
Textualização
Modalidades argumentativas
Polêmica
Issue Date: 2018
Citation: MACEDO, Patrícia Sousa Almeida de. Análise da argumentação no discurso: uma perspectiva textual. 2018. 245f - Tese (Doutorado) - Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Linguística, Fortaleza (CE), 2018.
Abstract in Portuguese: Nas sociedades democráticas pluralistas, tal como a brasileira, são muitas as questões polêmicas que atravessam as interações sociais humanas. A Linguística Textual, que se ocupa da descrição e da análise dos processos de textualização pelos quais a unidade texto se constitui nas mais diversas situações sociais e das estratégias por meio das quais os interactantes negociam e coconstroem sentidos, não poderia deixar de fora de seu escopo investigativo os procedimentos textuais pelos quais os sujeitos argumentam e se posicionam em relação a temas polêmicos. Nossa questão central, portanto, é: o que o estudo das estratégias textuais de persuasão tem a nos revelar sobre o funcionamento da argumentação no discurso, em especial, no que diz respeito a temas polêmicos? Para respondê-la, estabelecemos um diálogo com a abordagem da argumentação no discurso, proposta por Ruth Amossy (2002, 2005, 2006, 2007, 2011a, 2016, 2018a[2006], 2018b). É dela a noção de argumentação que estamos assumindo, a título de pressuposto teórico, segundo a qual a argumentação consiste na tentativa de influenciar, pelos recursos da linguagem, os modos de ver, de pensar e de sentir do interlocutor. Nessa perspectiva, a argumentação (inter)discursiva é vista através de um continuum que engloba os mais variados modos de argumentatividade, ou modalidades argumentativas (AMOSSY, 2006, 2008, 2011a, 2018a[2006]), dentre as quais encontra-se a modalidade polêmica (AMOSSY, 2014, 2017[2014]). Os critérios que utilizamos para a seleção dos dados analisados foram, primeiro, o critério genérico do pertencimento dos textos a gêneros que relevam da esfera midiática, e, segundo, o critério temático que diz respeito ao fato de todos eles tratarem de questões polêmicas. Esses critérios nos levaram a uma amostra composta por textos dos gêneros notícia, reportagem, entrevista jornalística televisiva, entrevista jornalística escrita e charge. Para a análise, selecionamos os seguintes parâmetros textuais: gênero do discurso, intertextualidade, composicionalidade (que se desdobra em categorias mais específicas: plano de texto e sequências textuais – narrativa, descritiva, argumentativa, explicativa e dialogal) e referenciação. Por meio desses parâmetros, analisamos a inscrição da argumentatividade discursiva em textos que tratam de questões polêmicas, isto é, os meios de textualização pelos quais os locutores assumem ou deixam entrever o seu posicionamento em relação a um tema polêmico e o seu pertencimento, no plano actancial, a um dos polos sociais que debatem sobre esse tema. Os resultados mostram que é possível apreender a argumentação (inter)discursiva por categorias de textualidade e que, portanto, a interface entre LT e AD que estamos a propor é profícua e amplia as possibilidades de estudo tanto de uma como de outra disciplina.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/38840
metadata.dc.type: Tese
Appears in Collections:PPGL - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_tese_psamacedo.pdf11,67 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.