Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/38730
Title in Portuguese: Prontuário eletrônico do paciente: percepção dos profissionais da Atenção Primária em Saúde
Title: Electronic Patient Record: perception of Primary Health Care professionals
Author: Teichmann, Pedro Do Valle
Machado, Tiago Sperb
Serafim, Débora Fabiane Figueiró
Souza, Raquel dos Santos de
Hirakata, Vânia Naomi
Silva, Clécio Homrich da
Keywords: Sistemas Computadorizados de Registros Médicos
Atenção Primária à Saúde
Tecnologias de Informação e Comunicação
Issue Date: Aug-2018
Publisher: Revista de Saúde Digital e Tecnologias Educacionais
Citation: TEICHMANN, P. Do V. et al. Prontuário eletrônico do paciente: percepção dos profissionais da Atenção Primária em Saúde. R. Saúd. Digi. Tec. Edu., Fortaleza, v. 3, n. 1, p. 51-68, 2018.
Abstract in Portuguese: Objetivo: avaliar a percepção dos profissionais da Atenção Primária em Saúde (APS) sobre o processo de implementação e uso do Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP). Método: estudo transversal quantitativo e qualitativo. Um instrumento com perguntas e respostas padronizadas (tipo Likert), testado pelo teste de confiabilidade Alpha de Cronbach, avaliou o PEP. A Análise Fatorial identificou uma menor quantidade de variáveis comuns e o teste de esfericidade de Bartlett verificou a presença de correlações entre elas. A Medida de Adequação da Amostra (MAS) quantificou o grau de intercorrelações entre as variáveis e a adequação da análise. Resultados: a percepção positiva sobre a utilização do PEP pelos profissionais mostrou associação com as capacitações prévias. Recepcionistas (p=0,001) e profissionais que atuam há menos de dois anos (p=0,024) demonstraram maior necessidade de capacitações e informações sobre o Prontuário. Já os enfermeiros mostraram adequação de sua atividade profissional com o PEP (p= 0,025). Conclusões: embora o PEP tenha contribuído na prática dos profissionais, treinamentos, capacitações e maiores informações sobre esta ferramenta são necessários para qualificar a assistência na APS do município.
Abstract: Objective: to evaluate the professionals’ perception in Primary Health Care about the implementation and use of the Electronic Patient Record (EPR). Method: quantitative and qualitative cross-sectional study. A questionnaire with standardized questions (Likert-type), tested by Cronbach's Alpha reliability test to evaluate the EPR. Factor analysis identified a smaller number of common variables and the Bartlett's sphericity test verified the correlations between them. The Sample Adequacy Measure (MAS) was used to quantify the degree of intercorrelations between the variables and the adequacy of the analysis. Results: the professionals’ positive perception about the use of EPR was associated with previous training. Receptionist staff (p=0,001) and those who worked in the municipality for less than two years (p = 0.024) demonstrated a greater need for access to training and information about the EPR. Nurses showed adequacy in their professional work with the EPR (p = 0.025). Conclusions: Although the EPR has qualified care, health professionals who use it still feel the need for more training, skills and information on this tool aiming a better quality of care provided to SUS users.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/38730
ISSN: 2525-9563 (Online)
Appears in Collections:NUTEDS - Artigos publicados em revistas científicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_art_pvteichmann.pdf804,37 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.