Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/38467
Title in Portuguese: Estudo do comportamento depressivo associado ao modelo de lesão por pressão
Author: Aquino, Gabriel Angelo de
Advisor(s): Vasconcelos, Silvânia Maria Mendes
Co-advisor(s): Sousa, Caren Nádia Soares de
Keywords: Lesão por Pressão
Comportamento
Depressão
Estresse Psicológico
Issue Date: 2018
Citation: AQUINO, G. A. Estudo do comportamento depressivo associado ao modelo de lesão por pressão. 2018. 56 f. Monografia (Graduação em Enfermagem) – Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2018.
Abstract in Portuguese: A lesão por pressão (LP) é um dano localizado na pele e/ou tecidos moles subjacentes, geralmente sobre uma proeminência óssea ou relacionada ao uso de dispositivo médico ou a outro artefato, sendo motivo de grande preocupação nos serviços de saúde, devido a sua alta incidência. Esses tipos de lesões podem ser vistos como fatores geradores de sofrimento e estudos têm sugerido sua relação com o desenvolvimento da depressão. Uma vez que é um transtorno psiquiátrico grave e incapacitante, sendo considerado pela Organização Mundial de Saúde como a principal causa de incapacidade em todo o mundo, fazendo-se necessário identificar os fatores envolvidos no seu surgimento. Nessa perspectiva, o objetivo desta pesquisa foi investigar os efeitos do modelo animal de lesão por pressão sobre variáveis comportamentais e parâmetros oxidativos de camundongos. Foram utilizados camundongos Swiss machos (25-30g), os quais, durante 4 dias consecutivos foram submetidos ao ciclo de isquemia/reperfusão (I/R) que totaliza 24 horas, tiveram dois imãs colocados na pele da região dorsal. No 5º dia os animais foram submetidos aos seguintes testes comportamentais: campo aberto, labirinto em cruz elevada, suspensão de cauda e preferência por sacarose. Em seguida, os animais foram eutanasiados por decapitação e o córtex pré-frontal, hipocampo e corpo estriado foram dissecados para mensuração dos parâmetros oxidativos. No teste de campo aberto, o grupo da LP mostrou redução do número de crossings em comparação ao grupo controle, enquanto o número de rearings e groomings não sofreram alterações. No teste do labirinto em cruz elevado, o grupo LP apresentou diminuição do número de entradas e tempo de permanência no braço aberto quando comparado ao grupo controle, além disso o número de entradas e o tempo de permanência no braço fechado foram maiores no grupo LP quando comparado ao grupo controle. No teste da suspensão de cauda, o grupo LP apresentou um aumento do tempo de imobilidade quando comparado ao grupo controle. No teste de preferência por sacarose, a LP induziu um comportamento do tipo anedonia demonstrado por uma redução no consumo de sacarose. Quanto a análise dos parâmetros oxidativos, a LP provocou um aumento dos níveis de malondialdeído em todas as áreas cerebrais estudadas e uma a redução dos níveis de glutationa reduzida. Desse modo, observa-se que a LP causou comprometimento da atividade locomotora e exploratória, induziu ao comportamento ansioso-símile, depressivo-símile e alterou os parâmetros oxidativos nas áreas cerebrais dos animais, sugerindo a necessidade de desenvolvimento de outros estudos que investiguem os mecanismos envolvidos nesse contexto e demonstrando a importância de uma ampliação da atenção aos transtornos de humor em pacientes com lesão por pressão, pela possibilidade de associação com a depressão.
Abstract: Evaluation of depressive-like behavior associated with a model of pressure injury Pressure injury (PI) is a localized injury to the underlying skin and/or soft tissues, usually on a prominent bone or related to the use of a medical device or other artifacts and is a major concern in the health services due to its high incidence. These types of injuries are considered as factors that cause suffering. Some studies have suggested their association with the development of depression. Depression is a severe and disabling psychiatric disorder, considered by the World Health Organization as the main cause of disability worldwide. Thus, it is necessary to identify the factors involved in its emergence. In this regard, we aimed to investigate the effects of the animal model of pressure injury on depressive-like behaviors and oxidative parameters on the brain areas of mice. Male Swiss mice (25-30g) were used, which for 4 consecutive days were submitted to the ischemia/reperfusion cycle (I/R), for 24 hours. They had two imams placed on the skin of the dorsal region. On the 5th day the animals were submitted to the following behavioral tests: open field test, elevated plus maze, tail suspension, and sucrose preference. Afterward, the animals were euthanized by decapitation and the prefrontal cortex, hippocampus and striatum were dissected to measure the oxidative parameters. In the open field test, the PI group showed a reduction in the number of crossings compared to the control group, while the number of rearings and groomings did not change. In the elevated plus maze test, the PI group presented a decrease in the number of entries and time spent in the open arm when compared to the control group, in addition, the number of entries and time spent in the closed arm were higher in the PI group when compared to the control group. In the tail suspension test, the PI group showed an increase in immobility time when compared to the control group. In the preference test for sucrose, PI induced an anhedonia-like behavior shown by a reduction of sucrose consumption. Regarding the analysis of the oxidative parameters, the PI caused an increase in the levels of malondialdehyde in all the brain areas studied and a reduction in the levels of glutathione. Taken together, our results showed that PI caused impairment of the locomotor and exploratory activity, induced anxiety-like, depressive-like behavior and altered the oxidative parameters in the brain areas of the animals, suggesting the need for the development of other studies investigating the mechanisms involved in this context and demonstrating the importance of an increased attention to mood disorders in patients with pressure injury.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/38467
metadata.dc.type: TCC
Appears in Collections:ENFERMAGEM - Monografias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_tcc_gadaquino.pdf1,99 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.