Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/38130
Title in Portuguese: Colimetria das águas do açude Santo Anastácio (Fortaleza-Ceará) e avaliação in vitro da atividade bacteriocinogênica de cepas isoladas de Escherichia coli
Author: Vasconcelos, Fábio Roger
Advisor(s): Vieira, Regine Helena Silva dos Fernandes
Keywords: Água - Nordeste, Brasil
Água - Qualidade
Água - Colimetria
Enhgenharia de Pesca
Issue Date: 2007
Citation: VASCONCELOS, Fábio Roger. Colimetria das águas do açude Santo Anastácio (Fortaleza-Ceará) e avaliação in vitro da atividade bacteriocinogênica de cepas isoladas de Escherichia coli. 2007. 67 f. Monografia (Graduação em Engenharia de Pesca)-Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2007.
Abstract in Portuguese: O crescente processo de urbanização das cidades brasileiras e a complexidade de seus problemas apontam um desafio para o desenvolvimento sustentável. O presente trabalho teve como objetivo monitorar a qualidade microbiolágica da água do Açude Santo Anastácio, Fortaleza — CE, no período de janeiro a abril de 2007, através da estimativa do Número Mais Provável (NMP) de coliformes termotolerantes (CT) e Escherichia cal em 15 amostras de água, coletadas semanalmente, em dois pontos de coleta. Foi investigada também a capacidade bacteriocinogênica de 30 capas de Escherichia coli, isoladas das amostras, contra Vibrio cholerae ATCC 5698 e Salmonella anatum IOC 4279-99. Além disso, foram medidos nas 15 amostras de água os seguintes parâmetros físico-químicos: temperatura, salinidade e pH. Em todas as semanas da pesquisa a água foi considerada Imprópria para balneabilidade, segundo as contagens para coliformes termotolerantes (CT), seguindo os critérios da Resolução n.° 274/2000 do CONAMA. O NMP de CT do ponto 1 variou entre 1,1 x 103 e 1,1 x 104/100mL, e do ponto 2 entre 7,8 x 102 e 2,3 x 104/100mL. Em relação ao NMP de E. coli no ponto 1 variou de < 1,8 e 1,1 x104/100mL, e no ponto 2 entre 180 a 2,3 x 104/100mL. Foram identificadas E. mil em 85% das 392 cepas isoladas nos dois pontos de coleta. Frente ao Vibrio cholerae e a Salmonella anatum, nenhuma das cepas testadas mostrou capacidade de produzir substâncias inibidoras (bacteriocinas) de crescimento. Durante a pesquisa, houve pequena variação nos parâmetros de temperatura e pH. A salinidade foi sempre zero.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/38130
metadata.dc.type: TCC
Appears in Collections:ENGENHARIA DE PESCA - Trabalhos Acadêmicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2007_tcc_frvasconcelos.pdf72,63 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.