Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/37968
Title in Portuguese: Vigilância do desenvolvimento infantil na prática dos profissionais atuantes na atenção primária do município de Fortaleza
Author: Moreira, Ana Mônica Pinto
Advisor(s): Rey, Luís Carlos
Keywords: Desenvolvimento Infantil
Atenção Primária à Saúde
Issue Date: 24-Jul-2018
Citation: MOREIRA, A. M. P. Vigilância do desenvolvimento infantil na prática dos profissionais atuantes na atenção primária do município de Fortaleza. 2018. 75 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Saúde da Mulher e da Criança) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2018.
Abstract in Portuguese: A vigilância do desenvolvimento infantil é um processo contínuo de detecção precoce de alterações neuropsicomotoras. Engloba todas as atividades relacionadas à promoção do desenvolvimento e à detecção de problemas durante os cuidados primários à saúde da criança, enfatizando a observação cuidadosa e longitudinal. Logo, a atenção primária é o nível de atenção propício para que os profissionais realizem de modo efetivo essa vigilância. O que se observa, no entanto, em alguns estudos, é que há um baixo desempenho desses profissionais quanto à vigilância do desenvolvimento infantil, em suas práticas assistenciais à criança. Este trabalho objetivou descrever a prática da vigilância do desenvolvimento infantil nas consultas de puericultura realizadas por profissionais atuantes na atenção primária do município de Fortaleza. Trata-se de um estudo descritivo, com abordagem quantitativa, nas unidades de atenção primária do município de Fortaleza. A população foi composta por médicos e enfermeiros que realizam consultas de puericultura, atuantes nesse nível atenção, sendo a amostra composta por 135 profissionais, alocados em trinta unidades de atenção primária, distribuídas igualmente nas seis áreas regionais do referido município. A coleta de dados foi realizada por meio da aplicação de questionário, respondido por esses profissionais, e o processamento dos dados foi feito pelo programa Microsoft Office Excel 2016. Os resultados desta pesquisa revelaram que 98,5% dos profissionais realizam alguma avaliação do desenvolvimento infantil nas consultas de puericultura, sendo que, destes, uma parcela de 79,3% utiliza o instrumento presente na CSC, conforme é preconizado pelo MS. Destaca-se que quase a metade dos profissionais (43,5%) que não usam a CSC, não fazem uso de outro instrumento. Sobre os devidos encaminhamentos para as crianças classificadas como Alerta para o Desenvolvimento e como Provável Atraso para o Desenvolvimento, ressalta-se que há uma média de 16% de profissionais que não realizam tais encaminhamentos. Denota-se que ainda há muito o que se estudar e se executar na área da vigilância do desenvolvimento infantil, a fim de que as crianças sejam diagnosticadas pertinentemente com atraso, em tempo oportuno. Espera-se que este trabalho colabore significativamente para um melhor monitoramento do desenvolvimento infantil, além de contribuir como produção científica sobre essa temática, a qual apresenta ainda muitas lacunas a serem preenchidas.
Abstract: Child development surveillance is an ongoing process of early detection of neuropsychomotor changes. It encompasses all activities related to promoting development and detecting problems during primary health care of the child, emphasizing careful and longitudinal observation. Therefore, primary care is the level of attention that enables professionals to effectively carry out this surveillance. What is observed, however, in some studies, is that there is a low performance of these professionals regarding the surveillance of child development, in their care practices to the child. This work aimed to describe the practice of child development surveillance in child care consultations performed by professionals working in primary care in the city of Fortaleza. This is a descriptive study, with a quantitative approach, in the primary care units of the city of Fortaleza. The population was comprised of doctors and nurses who carry out childcare consultations, working at this level of care. The sample consisted of 135 professionals, allocated in thirty primary care units, also distributed in the six regional areas of said municipality. Data collection was performed through the application of a questionnaire, answered by these professionals, and the data processing was done by the program Microsoft Office Excel 2016. The results of this research revealed that 98.5% of the professionals carry out some evaluation of the child development in childcare consultations, of which a 79.3% share uses the instrument present in the CSC, as recommended by the MS. It is noteworthy that almost half of professionals (43.5%) who do not use CSC do not use another instrument. Regarding the proper referrals for children classified as Developmental Alerts and Likely Delayed Development, it is noted that there is an average of 16% of professionals who do not carry out such referrals. It is noted that there is still much to be studied and carried out in the area of child development surveillance so that children are properly diagnosed late, in a timely manner. It is hoped that this work will contribute significantly to a better monitoring of child development, as well as contribute as a scientific production on this theme, which still presents many gaps to be filled.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/37968
Appears in Collections:MPSMC - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_dis_ampmoreira.pdf1,76 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.