Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/36908
Title in Portuguese: A liberdade assistida municipalizada em fortaleza sob a optica das equipes técnicas dos núcleos de atendimento DA FUNCI.
Author: Silva, Déborah Cristina Reis Braga da
Advisor(s): Tavares, Geovani de Oliveira
Keywords: Jovens
Criminalidade
Liberdade assistida
Equipe técnica
Issue Date: 2008
Citation: Silva, D. C. R. B.; Tavares , G. O. (2008)
Abstract in Portuguese: A criminalidade cresce a cada dia e a nação brasileira é bombardeada por notícias sensacionalistas da mídia sobre atos de crueldade praticados por adolescentes. Assim, a maioria das pessoas é levada a crer que os adolescentes são responsáveis pela onda de criminalidade que assola a sociedade. Sem negligenciar que eles também fazem parte desse contexto, o número de adolescentes infratores ainda é mínimo se comparado ao número geral de crimes praticados envolvendo todas as faixas etárias. É válido lembrar que os adolescentes se inserem no contexto de criminalidade como autores, mas também como vítimas. Assim como há o incremento do número de atos infracionais, o crescimento do número de adolescentes vítimas das várias formas de violência é bastante significativo. No âmbito das medidas correcionais, destaca-se a medida socioeducativa de liberdade assistida. Como determinação legislativa, esta medida vem passando para as mãos do município. Assim, a prefeitura, através da FUNCI – Fundação da Criança e da Família Cidadã, vem acolhendo os socioeducandos de liberdade assistida. Os objetivos do trabalho foram: identificar as unidades de atendimento da FUNCI, analisar a metodologia por ela aplicada, compreender a “cultura” que os jovens trazem quando ingressam no cumprimento da medida e após a aplicação desta e perceber o impacto social da medida na sociedade. A metodologia utilizada na pesquisa foi de caráter qualitativo e constou de uma pesquisa bibliográfica das legislações nacionais e internacionais sobre crianças e adolescentes e num segundo momento, houve a realização de grupos focais com os profissionais envolvidos no cumprimento da liberdade assistida municipalizada. O trabalho dos profissionais que compõem as equipes técnicas dos núcleos de atendimento pode ser analisado, assim como os pontos positivos da medida, tais como a liberdade, o convívio familiar, o convívio comunitário; e as dificuldades como a falta de estrutura dos núcleos, razão desproporcional entre socioeducando e profissionais, entre outros. A pesquisa aponta resultados relevantes que mostram que o adolescente em conflito com a lei freqüentemente está afastado da escola, sofre de carência afetiva, faz ou já fez uso de drogas, banaliza a violência e a vida (deles e a do próximo). Os resultados também apontam dados sobre a família e a medida de liberdade assistida.
Description: SILVA, Déborah Cristina Reis Braga da. A liberdade assistida municipalizada em fortaleza sob a optica das equipes técnicas dos núcleos de atendimento DA FUNCI. 2008. 54f.- TCC ( Monografia) -Universidade Federal do Ceará, Centro de Humanidades, Especialização em Cidadania, Direitos Humanos, e Segurança Pública, Fortaleza (CE), 2008.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/36908
metadata.dc.type: TCC
Appears in Collections:ECDHSP - Monografias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2008_tcc_dcrbsilva.pdf549,07 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.