Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/36609
Title in Portuguese: Análise agroeconômica comparativa temporal em sistema de cultivo orgânico no semiárido cearense
Author: Almeida, Antonio Vanklane Rodrigues de
Advisor(s): Rojas, Guillermo Gamarra
Keywords: Agricultura familiar - Aspectos econômicos
Sistemas agrícolas
Issue Date: 2015
Citation: ALMEIDA, A. V. R. de (2015)
Abstract in Portuguese: A agricultura familiar é um segmento em crescimento e de inteira relevância para o desenvolvimento do país, apesar de necessitar de maiores esforços no que se referem políticas públicas, a produção familiar é tida como a principal atividade econômica de muitas regiões da nossa nação e vem contribuindo para o desenvolvimento social, pois através de seus milhões de pequenos produtores é um setor que movimenta bilhões de reais, produzindo mais da metade dos alimentos que são consumidos. No país existem diferentes tipos de unidades de produção que apresentam características particulares e únicas, cuja compreensão demanda a realização de análises e avaliações particularizadas. A pesquisa se propôs realizar uma caracterização e análise do Agroecossistema do agricultor, através de um estudo comparativo do Agroecossistema no ano de 2013 e atualmente no ano de 2015, buscando identificar as principais potencialidade e dificuldades do Agroecossistema, assim como capacidade de gerar renda, eficiência no uso da superfície agrícola útil e o aproveitamento da mão de obra como indicadores de sustentabilidade do Agroecossistema. O trabalho é baseado em Diagnóstico Rural Participativo de agroecossistemas familiares, é do tipo avaliativo e participativo, com análises qualitativas e quantitativas, insere-se na abordagem de análise de agroecossistemas. A construção do trabalho foi através de visitas e de observação participante durante aproximadamente dois anos. A caracterização dos elementos constituintes do agroecossistema se deu através de ferramentas do Diagnóstico Rural Participativo. Foi possível esboçar conclusões transitórias e hipóteses, o agroecossistema apresenta uma boa perspectiva de produção e renda para o ano de 2015 em relação ao ano de 2013, acima do Nível de Reprodução Social (NRS). O maior aproveitamento da mão de obra familiar tornou o agroecossistema mais intensivo em trabalho, mais eficiente na exploração da superfície agrícola útil, agregando renda. Contudo, a condição de sem terra é ainda uma forte limitação para consolidar a sua autonomia produtiva e reprodutiva. Quanto a sua incipiente participação em entidades de classe parece estar relacionada à sua vida itinerante de sem terra e possivelmente redunda em seu desconhecimento de programas e políticas públicas. Pode-se afirmar que o trabalho na horticultura constitui uma excelente opção feita pelo agricultor e quiçá represente o melhor custo de oportunidade para sua força de trabalho.
Abstract: Family farming is a growing segment and whole relevance to the country's development, despite the need for greater efforts in that concern public policy, family farming is seen as the main economic activity of many regions of our nation and has contributed for social development, because through their millions of small farmers is an industry that moves billions of dollars, producing more than half of the foods that are consumed. There are different types of production units that present particular and unique characteristics, whose understanding demands the analysis and individualized assessments. Research has set itself a characterization and analysis of the farmer Agroecosystem, through a comparative study of Agroecosystem in 2013 and now in 2015, seeking to identify the main potential and difficulties of Agroecosystem as well as earning capacity, efficiency the use of utilized agricultural area and the use of labor as Agroecosystem sustainability indicators. The work is based on Participatory Rural Appraisal family agro-ecosystems, currently underway, is the evaluation and participatory type, with qualitative and quantitative analyzes, is part of the agro-ecosystems analysis approach. The construction work was through visits and participant observation for about two years. The characterization of the elements of agro-ecosystem was through the Participatory Rural Appraisal tools. Could sketch transitional conclusions and assumptions, the agro-ecosystem presents a good perspective of production and income for the year 2015 compared to the year 2013, above the NRS. The better use of family labor become the most intensive agro-ecosystem in work, more efficient in exploiting the agricultural area, adding income. However, the condition of landless is still a strong limitation to consolidate their productive and reproductive autonomy. As their incipient participation in professional associations seems to be related to their itinerant life of landless and possibly results in their lack of public programs and policies. It can be said that the work in horticulture is an excellent choice made by the farmer and perhaps represents the best opportunity cost to their workforce.
Description: ALMEIDA, Antonio Vanklane Rodrigues de. Análise agroeconômica comparativa temporal em sistema de cultivo orgânico no semiárido cearense. 2015. 57 f. Monografia (Graduação em Agronomia)-Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2015.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/36609
metadata.dc.type: TCC
Appears in Collections:AGRONOMIA - Monografias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015_tcc_avralmeida.pdf644,68 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.