Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/36404
Title in Portuguese: Integração da espiritualidade à educação médica: uma revisão integrativa
Title: Integrating spirituality into medical education: an integrative review
Author: Sousa, Antônia Márcia Macedo de
Advisor(s): Lira, Geison Vasconcelos
Keywords: Espiritualidade.
Educação Médica
Estudantes de Medicina
Escolas Médicas
Revisão
Issue Date: 2-Aug-2017
Citation: SOUSA, A.M.M. (2017)
Abstract in Portuguese: Introdução: A Espiritualidade e Saúde é um tema que tem despertado grande interesse de pesquisadores da área médica, e as evidências da pesquisa científica apontam para sua importância na prática clínica. Fica por esclarecer se essa importância tem sido reconhecida pelos educadores e materializada em programas curriculares nas Escolas Médicas. Objetivo: Analisar as características bibliométricas da produção científica sobre a Integração da Espiritualidade à Educação Médica. Referencial teórico: Este estudo partiu da hipótese de trabalho de que, dentro de uma visão laica, a abordagem da temática deve ser centrada no conceito de Espiritualidade, e que, a partir da perspectiva de Harold G. Koenig, deve-se, no âmbito da pesquisa, adotar uma definição estrita e bem delimitada de espiritualidade. Material e Métodos: Tratou-se de revisão integrativa. A busca foi feita nos meses de abril e maio de 2017, por meio do PUBMED. Utilizou-se como descritores MeSH do PUBMED: ´Spirituality´ AND ´Medical Education´; ´Spirituality´ AND ´Undergraduate Medical Education´; ´Spirituality´AND ´Medical Schools´; ´Spirituality´AND ´Medical Students´; e ´Spirituality´ AND ´Teaching Hospitals´, tendo-se pré-selecionado 169 artigos. Foram incluídos na revisão artigos originais, de pesquisa empírica, publicados até dezembro de 2016 que tinham como tema central a Espiritualidade na Educação Médica; que tinham como sujeitos os estudantes dos cursos de graduação em Medicina; e disponíveis na íntegra na plataforma do Portal CAPES. Ao final do processo, 26 artigos foram selecionados para extração dos dados. Resultados: 65% dos artigos selecionados (n=17) foram publicados a partir de 2012, ano em que se inicia um visível incremento de publicações sobre Integração da Espiritualidade à Educação Médica; 46% (n=12) dos artigos selecionados foram publicados nos Estados Unidos da América (EUA), estando o Brasil em segundo lugar, com 11,5% (n=3) artigos; 38% (n=10) dos artigos selecionados foram publicados em periódicos da área de Educação Médica; 42% dos artigos (n=11) focavam no impacto e da relevância da Espiritualidade na formação de estudantes de medicina; os métodos de pesquisa mais prevalentes são o estudo de intervenção (34%) e estudo avaliativo (23%); apenas 38% dos artigos selecionados (n=10) traziam definições de espiritualidade e religiosidade, havendo imprecisão quando estas estão presentes; 58% (n=15) dos artigos sugerem que se reconhece uma dimensão espiritual para a saúde, e a aceitabilidade do fornecimento de cuidados espirituais aos pacientes, e 19% (n=5) indicam que há desenvolvimento e inclusão de currículo em Espiritualidade e Saúde nas Escolas Médicas; 50% (n=13) dos artigos referiram a utilização de 1 (n=12) ou 2 (n=1) Escolas Médicas como cenários de estudo como limitação; 34% (n=9) dos artigos indicaram a necessidade de se investigar as bases do desenvolvimento do currículo em Espiritualidade e Saúde na formação médica. Considerações finais: Apesar da incipiência do interesse pela temática as investigações a elas referentes são promissoras, havendo necessidade de estudos multicêntricos e com métodos mais robustos sobre as bases pedagógicas do currículo e do ensino na Espiritualidade e Saúde nas Escolas Médicas.
Abstract: Introduction: Spirituality and Health is a theme that has attracted great interest from researchers in the medical field, and the evidence from scientific research points to its importance in clinical practice. It remains to be clarified whether this importance has been recognized by the educators and materialized in curricular programs in the Medical Schools. Objective: To analyze the bibliometric characteristics of the scientific production on the Integration of Spirituality to Medical Education. Theoretical referential: This study started from the working hypothesis that, within a secular vision, the approach of the theme should be centered in the concept of Spirituality, and that, from the perspective of Harold G. Koenig, in the research, a strict and well-defined definition of spirituality should be adopted. Material and Methods: This was an integrative review. The search for papers was carried out in April and May of 2017, through PUBMED. It was used as MeSH descriptors of PUBMED: 'Spirituality' AND 'Medical Education'; 'Spirituality' AND 'Undergraduate Medical Education'; Spirituality' AND 'Medical Schools'; 'Spirituality' AND 'Medical Students'; and 'Spirituality' AND 'Taching Hospitals', in which we obtained 169 preselected papers. It was included in the review the original papers of empirical research published until December 2016 that had as their central theme the Spirituality in Medical Education; papers that had as subject the undergraduate students in Medicine; and papers that were available in full on the CAPES Portal platform. At the end of the process, 26 papers were selected for data extraction. Results: 65% of the selected papers (n = 17) were published as of 2012, the year in which a visible increase of publications on Integration of Spirituality to Medical Education begins; 46% (n = 12) of the selected papers were published in the United States of America (USA), with Brazil in second place, with 11.5% (n = 3); 38% (n = 10) of the selected papers were published in journals in the Medical Education field; 42% of the papers (n = 11) focused on the impact and relevance of Spirituality in the training of medical students; the most prevalent research methods are intervention study (34%) and evaluative study (23%); only 38% of the selected papers (n= 10) presented definitions of spirituality and religiosity, with imprecision when they are present; 58% (n = 15) of the papers suggest that a spiritual dimension to health is recognized, and the acceptability of providing spiritual care to patients, and 19% (n = 5) indicate a development and inclusion of a curriculum in Spirituality and Health in Medical Schools; 50% (n = 13) of the papers referred to the use of 1 (n = 12 ) or 2 (n = 1) Medical Schools as study scenarios as a limitation; 34% (n = 9) of the papers indicated the need to investigate the bases of the curriculum development in Spirituality and Health in medical training. Final considerations: In spite of the incipience of interest in the subject, the investigations related to them are promising. There is a need for multicentric studies and more robust methods on the pedagogical basis of curriculum and teaching in Spirituality and Health in Medical Schools.
Description: SOUSA, A.M.M. Integração da espiritualidade à educação médica: uma revisão integrativa. 2017. 67 f. Dissertação (Mestrado em Saúde da Família) - Programa de Pós-Graduação em Saúde da Família, Universidade Federal do Ceará, Sobral, 2017.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/36404
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGSF - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_dis_amms.pdfSOUSA, A.M.M. Integração da espiritualidade à educação médica: uma revisão integrativa. 2017. 67 f. Dissertação (Mestrado em Saúde da Família) - Campus de Sobral, Universidade Federal do Ceará, Sobral, 2017.1,12 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.