Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/36379
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSalgado, José Ronaldo Aguiar-
dc.contributor.authorQueiroz, Bárbara Danthéias de-
dc.contributor.authorOliveira, Bruna Luyza Forte Lima-
dc.contributor.authorBarreto, Carolina Maia Esmeraldo-
dc.contributor.authorOliveira, Caroline Portiolli Rodrigues de-
dc.contributor.authorSombra, Diego Pereira-
dc.contributor.authorMartins, Felipe Alves-
dc.contributor.authorCâmara, Isabele Rodrigues-
dc.contributor.authorOliveira, Mikaela Brasil-
dc.contributor.authorAbreu, Paulo Renato de Menezes-
dc.contributor.authorLopes, Taís de Andrade-
dc.date.accessioned2018-10-09T15:11:40Z-
dc.date.available2018-10-09T15:11:40Z-
dc.date.issued2013-
dc.identifier.citationQueiroz, B. D.; Oliveira, B. L. F. L.; Barreto, C. M. E.; Oliveira, C. P. R.; Sombra, M. B.; Abreu, P. R. M.; Lopes, T. A.; Salgado, J. R. A. (2013)pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/36379-
dc.descriptionMOREIRA, Carlos Rinaldo Costa. Entre o sertão e o palco, a expressão se faz presente no menino-homem que é a própria arte. Revista Entrevista, Fortaleza, n. 30, p. 32-55, abr. 2013. Entrevista concedida a Bárbara Danthéias de Queiroz, Bruna Luyza Forte Lima Oliveira, Carolina Maia Esmeraldo Barreto, Caroline Portiolli Rodrigues de Oliveira, Diego Pereira Sombra, Felipe Alves Martins, Isabele Rodrigues Câmara, Mikaela Brasil Oliveira, Paulo Renato de Menezes Abreu e Taís de Andrade Lopes.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherRevista Entrevistapt_BR
dc.subjectAtorpt_BR
dc.subjectDiretorpt_BR
dc.subjectTeatropt_BR
dc.subjectComédiapt_BR
dc.titleEntre o sertão e o palco, a expressão se faz presente no menino-homem que é a própria artept_BR
dc.typeArticlept_BR
dc.description.abstract-ptbrSob a luz regozijante dos refletores do Teatro da Praia, em Fortaleza, encontra-se Carlos Rinaldo Costa Moreira - o Carri Costa do respeitável público. O cenário de portas é o pano de fundo de um universo de possibilidades que se abrem com a presença do artista no palco. Carri Costa é figura de puro sentimento e de expressão. Entre cruzadas e descruzadas de pernas, uma ansiedade que é muito mais uma vontade. Ânsia de se doar. Difícil até imaginar se ele não vai fugir por uma dessas portas. Afinal, Carri tem o mundo no lar; o palco é a sala de estar. Constante travessia, ele faz questão de nos arrastar por um caminho de lutas e paixões. Agora somos todos espectadores do bom anfitrião que se desnuda, acolhe, encanta, envolve, educa e modifica. [...]pt_BR
Appears in Collections:ICA - Artigos publicados em revistas científicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2013_art_ccosta.pdf5,66 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.