Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/36173
Title in Portuguese: Trabalho e educação na escola capitalista: atualidade da Escola Nova e a educação dos trabalhadores
Author: Soares, José Rômulo
Advisor(s): Jimenez, Maria Susana Vasconcelos
Keywords: Trabalho
Educação
Emancipação
Work
Education
Issue Date: 1999
Citation: SOARES, José Rômulo. Trabalho e educação na escola capitalista: atualidade da Escola Nova e a educação dos trabalhadores. 1999. 120f. - Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Mestrado em Educação, Fortaleza (CE), 1999.
Abstract in Portuguese: Nossa pesquisa aborda a atualidade da Escola Nova e suas implicações na relação entre o trabalho e a educação na sociedade contemporânea. Partimos da análise da atual escola capitalista, a Escola Nova, argumentando sua permanência constante, tanto enquanto ideário e conseqüente modelo para a prática pedagógica, como enquanto legislação educacional. Analisamos sua concepção de educação e de trabalho e a forma como aproxima estas duas práticas antes tão distantes. A união entre o trabalho e a educação, um novo sentido libertário em educação e a compreensão da psicologia da criança são as grandes contribuições do escolanovismo. Destacamos o primeiro ponto e demonstramos o caráter revolucionário da maior corrente teórica da Escola Nova, o pragmatismo de John Dewey, e sua tentativa em superar os dualismos presentes na sociedade de classes, inclusive com procupações com o modelo produtivo taylorista/fordista, que pretende superar. Neste sentido, a teoria de Dewey se torna atual na mais moderna pedagogia da fábrica e da escola, a Pedagogia da Qualidade Total, que incorpora diversas características daquela, embora queira aparecer como teoria totalmente nova. Por outro lado, a Pedagogia da Qualidade Total aprofunda as contradições presentes no corpo teórico da Escola Nova, abandonado qualquer perspectiva libertária, característica sempre presente no escolanovismo. Fundamentados no materialismo histórico e na dialética materialista, propomos a superação deste tipo de escola, revelando suas contradições e incorporando suas contribuições. Se partimos das manifestações da escola capitalista, o fazemos somente por ser ela a escola concreta de nossa época, porém não alimentamos qualquer ilusão com a pedagogia burguesa nem com o modelo social que lhe dá origem, mas, ao contrário, buscamos a construção de uma nova forma de sociabilidade, o socialismo, na qual a formação humana seja omnilateral e livre.
Abstract: Our research try to show the actuality of New Education and its implications in the relation between work and education in the contemporary school. Through the analysis of the real Capitalism approach, we argue the permanence of New Education as a group of ideas and consequently as pattern for its pedagogical practice as educational law. Its conceptions of education and work, as well the way it puts two practices side by side, when such practice were considered so distant.The link between work and education, a new meaning of freedom in education and an attempt to understand Psychology of Children, are the most relevant contributions of New Education.The first point was detached through the demonstration of the revolutionary aspect of the most important theoretical approach of New Education, the pragmatism of Jonh Dewey and his attemtp to overcome the dualisms those are present in a society that is separated by classes, as well as Taylorist/ Fordist productive pattern.ln this sense, Dewey's theory becomes actual in the most modern pedagogy of factory and school, the Pedagogy of Total Quality that embodies many characteristcs from the first.On the other hand Pedagogy of Total Quality strenghthens the contradictions which are present in the theoretical body of New Education, denying any expecatation of freedom.Based on Historical and Dialectical Materialism, we propose the overcome of this type of school, revealing its contradictions but embodying its contributions. lf we optioned by the directions of Capitalist approach, is just because it appear as the concrete trend of the actual times.Furtherrmore we do not emphasize any illusion, neither with pedagogy linked to burguess class nor with the social pattern that give its origin.On the opposite, we search for a construction of a new way of sociability, the socialism where the human formation is omnilateral and free.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/36173
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGEB - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
1999_dis_jrsoares.pdf69,29 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.