Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3596
Title in Portuguese: Intertextualidade e ironia na interpretação de charges
Author: Matias, Avanúzia Ferreira
Advisor(s): Moura, Ana Célia Clementino
Keywords: Charge
Intertextualidade
Ironia
Caricaturas e desenhos humorísticos - Brasil
Análise do discurso
Charge
Issue Date: 2010
Publisher: http://www.teses.ufc.br
Citation: Matias, A. F.; Moura, A. C. C. (2010)
Abstract in Portuguese: O presente trabalho desenvolveu -se a partir da nossa curiosidade de estudar algu mas especificidades do gênero charge. Iniciamos nossa investigação explorando o contexto histórico no qual a char ge foi criada, seu desenvolvimento e evolução ao longo do tempo até chegar às características atuais. Tratando-se de um trabalho de Linguística Aplicada, objetivamos analisar a interpretação de char ges por universitários do curso de Letras da Universidade Federal do Ceará, tomando como referência a intertextualidade e a ironia. A primeira porque este é um elemento fundamental para a construção do discurso chárgico. A segunda porque este é um recurso considerável para instigar a crítica a um fato atual dentro do contex to social no qual ocorre. Para explorar os elementos discutidos na interpretação das charges, baseamo-nos no dialogismo e na polifonia conceituados por Bakhtin. Com relação às categorias selecionadas para compor o quadro teórico desse trabalho, analisamos a intertextualidade com base em níveis e técnicas criados por Bazerman (2006). Para analisar a ironia, lançamos mão de estudos de Brait (2008), qu e concebe este recurso linguístico como um fenômeno polifônico. Nosso trabalho perscruta se para construir sentido na interpretação da char ge e se para entender sua crítica é necessário que haja uma correlação direta entre a compreensão da intertextualidade e da ironia. Após a análise dos dados, constatamos que os elementos intertextuais participam da construção do sentido em charge, mas não garantem o entendimento da ironia, e esta é muito menos perceptível quando a charge associa texto verbal e texto não-verbal. As charges são compreendidas mais facilmente quando possuem texto verbal, pois o leitor apoia-se nas pistas desse tipo de tex to para interpretar o contexto e, sem esse recurso, muitas vezes o sujeito não compreende a mensagem transmitida somente através do desenho.
Description: MATIAS, Avanuzia Ferreira. Intertextualidade e ironia na interpretação de charges. 2010. 131f. Dissertação (Mestrado em Linguistica) – Universidade Federal do Ceará, Departamento de Letras Vernaculas, Programa de Pós-Graduação em Linguística, Fortaleza-CE, 2010.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3596
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGL - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2010_dis_afmatias.pdf1,25 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.