Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/35493
Title in Portuguese: O discurso da crise: análise semiótica de estratégias persuasivas em capas de jornais publicadas durante o governo Dilma Rousseff
Author: Barreto, Paulo Jefferson Pereira
Advisor(s): Saraiva, José Américo Bezerra
Keywords: Discurso
Estratégias persuasivas
Semiótica Discursiva
Capas de jornal
Issue Date: 2018
Citation: BARRETO, Paulo Jefferson Pereira. O discurso da crise: análise semiótica de estratégias persuasivas em capas de jornais publicadas durante o governo Dilma Rousseff. 2018. 167f. - Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Linguística, Fortaleza (CE), 2018.
Abstract in Portuguese: Pautado na análise de capas de três dos maiores jornais em circulação no Brasil, este trabalho tem como objetivo analisar a mobilização de estratégias persuasivas na emergência do discurso da crise econômica durante o governo Dilma Rousseff. Isso porque, após as eleições de 2014, o cenário político-econômico no país se intensificou devido à polarização política e à recessão econômica, oficializadas em agosto de 2015 com o anúncio do Produto Interno Bruto (PIB) nacional. Assim, parte-se do princípio de que a maneira como esse cenário é apreendido pela mídia reflete na percepção que se tem do país nesse momento e, claro, no modo como a isotopia da crise foi arquitetada por cada jornal discursivamente, com vistas a determinados efeitos de sentido. O desafio, entretanto, é desvelar os mecanismos de que se vale o discurso nesses textos para garantir sua eficácia e — persuasivamente — direcionar a significação rumo a determinados simulacros de interpretação. Para isso, toma-se como arcabouço teórico-metodológico a Semiótica Discursiva, na medida em que ela nos permite entender tanto o processo de geração do sentido, quanto o modo como os discursos são estruturados enunciativamente, em função de estratégias variadas. É na esteira dessas estratégias que podem ser pensados os conceitos de persuasão (GREIMAS, 1975; 2014; GREIMAS; COURTÉS, 1979; MENDES, 2009; LANDOWSKI, 2014); discurso em ato (GREIMAS, 1979, 1975, 2014; FIORIN, 1998; SARAIVA, 2012, FONTANILLE, 2008); e, por força do próprio objeto com o qual trabalhamos, sincretismo (FLOCH, 1987; TEIXEIRA et al., 2009; BEIVIDAS, 2012; CORTINA et al., 2014). Só assim é possível perspectivar o encadeamento dos percursos temáticos da economia e da política no jogo sincrético de cada capa, onde a noção de crise se apresenta como recorte de uma realidade incontestável para o público. E o verdadeiro poder do caráter persuasivo mobilizado nesses textos está justamente na axiologia inegável que o discurso constrói. É possível questionar o tamanho da crise, mas não a sua existência e o fato de que ela é também de cunho político, o que revela posicionamentos ideológicos de cada jornal ao abordar tais questões.
Abstract: Based on the cover analysis of three of the most prominent newspapers in Brazil, this paper aims to analyze the mobilization of persuasive strategies in the emergence of the speech attached to the economic crisis during Dilma Rousseff administration. After the 2014 elections, the political-economic scenario in the country intensified due to political polarization and economic recession, made official in August, 2015, with the announcement of the national Gross Domestic Product (GDP). Thus, it is assumed that the way this scenario is comprehended by the media reflects in the perception of the country at that moment and, of course, in the way in which the isotopy of the crisis was architected by each newspaper discursively, with a view to certain effects of meaning. The challenge, however, is to unveil the mechanisms of discourse in these texts to guarantee their efficacy and - persuasively - to direct signification towards certain interpretation simulacra. To achieve this, we take as a theoretical-methodological framework the Discursive Semiotics, as it allows us to understand both the process of generation of meaning and the way in which the speeches are structured enunciatively, in function of the varied strategies. It is in the wake of these strategies that the concepts of persuasion can be thought of (GREIMAS, 1975; 2014; GREIMAS; COURTÉS, 1979; MENDES, 2009; LANDOWSKI, 2014); discourse in act (GREIMAS, 1979, 1975, 2014; FIORIN, 1998; SARAIVA, 2012, FONTANILLE, 2008); and, by virtue of the very object of this research, syncretism (FLOCH, 1987; TEIXEIRA et al., 2009; BEIVIDAS, 2012; CORTINA et al., 2014). Only then, it is possible to envisage the linking of the thematic routes of the economy and politics in the syncretic game of each cover, where the notion of crisis presents itself as a piece of an incontestable reality for the public. In addition, the true power of the persuasive character mobilized in these texts lies precisely in the undeniable axiology that the discourse constructs. It is possible, then, to question the size of the crisis, but not its existence and the fact that it is also political, which reveals ideological positions of each newspaper in addressing such issues.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/35493
Appears in Collections:PPGL - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_dis_pjpbarreto.pdf4,31 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.