Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/35111
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorRios, Maria Alexsandra de Sousa-
dc.contributor.authorGirão, Luiz Eduardo Barbosa-
dc.date.accessioned2018-08-27T11:51:32Z-
dc.date.available2018-08-27T11:51:32Z-
dc.date.issued2016-
dc.identifier.citationGIRÃO, L. E. B. (2016)pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/35111-
dc.descriptionGIRÃO, Luiz Eduardo Barbosa. Bagaço de cana-de-açúcar: investigação do poder calorífico e potencial energético. 2016. 42 f. Monografia (Graduação em Engenharia de Energias Renováveis) - Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2016.pt_BR
dc.description.abstractGiven the global current energy configuration, there is a tendency for renewable energy resources to take more and more space worldwide. Among these energy sources is biomass. As one of the world's largest producers of sugar and ethanol, Brazil is also a major generator of waste from sugarcane bagasse. This type of waste occupies considerable space in landfills, and not infrequently can cause serious environmental problems when neglected and left out incorrectly in nature. As a solution, a better destination for this waste was sought and this has been reflected in the Brazilian energy matrix, which has approximately 12% of the sugarcane bagasse in its composition. The objective of this study was to evaluate the ash, volatile, moisture and fixed carbon contents for the sugarcane bagasse, as well as the Upper Calorific Power (PCS), so that the energy potential of said residue could be under study. The experimental procedures were performed according to the methodologies described in ABNT NBR 8112 and 8633. According to the results of immediate analysis and PCS, the bagasse used in the experiment had the following composition: 67% volatile content, 18.64% Of ash and a PCS of 16.8719MJ/kg, it can be inferred that sugarcane bagasse presents significant energetic potential for use as biofuel. It is an interesting alternative to fossil fuel energy that is almost 60% of the national energy matrixpt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectBagaço de canapt_BR
dc.subjectBiomassapt_BR
dc.subjectCana-de-açúcarpt_BR
dc.subjectPotencial energéticopt_BR
dc.subjectPotential energeticpt_BR
dc.subjectBiomasspt_BR
dc.subjectSugar cane bagassept_BR
dc.titleBagaço de cana-de-açúcar: investigação do poder calorífico e potencial energéticopt_BR
dc.typeTCCpt_BR
dc.description.abstract-ptbrDiante do contexto mundial concernente à configuração energética, há a tendência que as fontes de energias renováveis tomem cada vez mais espaço no cenário atual. Dentre essas fontes de energia, encontra-se a biomassa. Por ser um dos maiores produtores de açúcar e etanol do mundo, o Brasil é também um grande gerador de resíduos proveniente do bagaço de cana. Esse tipo de resíduo ocupa um espaço considerável nos aterros sanitários, e, não raras as vezes, pode causar sérios problemas ambientais, quando negligenciados e deixados de forma incorreta na natureza. Como solução, buscou-se um melhor destino para este resíduo e isso tem se refletido na matriz energética brasileira, a qual tem aproximadamente 12% do bagaço de cana em sua composição. Diante deste cenário, o presente trabalho teve como objetivo avaliar os teores de cinzas, voláteis, umidade e carbono fixo para o bagaço de cana de açúcar, bem como o Poder Calorífico Superior (PCS), para que o potencial energético do referido resíduo pudesse ser investigado. Os procedimentos experimentais foram executados segundo metodologias descritas nas normas ABNT NBR 8112 e 8633. De acordo com os resultados de análise imediata e PCS, o bagaço utilizado no experimento apresentou a seguinte composição, 67% de teor de voláteis, 18,64% de teor de cinzas e um PCS de 16,8719 MJ/kg, pode-se inferir que o bagaço de cana apresenta significativo potencial energético para utilização como biocombustível, sendo uma alternativa interessante à energia provinda de combustíveis fósseis que é de quase 60% da matriz energética nacional.pt_BR
Appears in Collections:ENGENHARIA DE ENERGIAS RENOVÁVEIS - Monografias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_tcc_lebgirao.pdf607,65 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.