Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/35035
Title in Portuguese: Fanzines como ferramenta de expressão da comunidade LGBTT: identidade e cidadania
Author: Vasconcelos, Camila Silva
Advisor(s): Farias, Maria Giovanna Guedes
Keywords: Fanzine
Ferramenta de expressão
Comunidade LGBTT
Fanzine
Expression tool
Community LGBTT
Issue Date: 2018
Citation: Vasconcelos, C. S.; Farias, M. G. G. (2018)
Abstract in Portuguese: Trata-se de pesquisa que objetiva analisar os fanzines da coleção “Só Babado”, criados pelas internas da Unidade Prisional Irmã Imelda Lima Pontes, como ferramenta de expressão da comunidade deLésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (LGBTT). Esta coleção de fanzines é produzida pelo grupo “Meninas que Brilham” formado inicialmente por internas da Casa de Privação Provisória de Liberdade III Agente Elias Alves da Silva. Após rebelião em 2016 as internas foram transferidas para a Unidade Prisional Irmã Imelda Lima Pontes. Ambas as instituições estão localizadas no estado do Ceará. A pesquisa foi guiada por percurso metodológico constituído pela abordagem qualitativa, pelo método de pesquisa análise documental e pela técnica de análise de conteúdo com o estabelecimento de categorias. O corpus documental conta com nove publicações impressas, sendo uma produzida em 2014, cinco em 2015 e três em 2016.O número deste corpus se dá pela dificuldade de acesso às publicações aliada à escassez de cópias disponibilizadas para o público, e ainda por se tratarem de obras que inicialmente só possuíam como público-alvo a população interna das casas de privação provisória de liberdade, visitantes ocasionais e os familiares das detentas.Os resultados demonstram que os fanzines são utilizados como ferramenta de expressão das internas visandoà construção do perfil cidadão, que passa pela tomada de consciência do indivíduo de sua identidade, o que as fazem se engajar mais na luta por seus direitos e estabelecer relacionamentos mais estreitos com aqueles da sua comunidade, formando uma rede social afetiva pujante, na qual elas se sentem seguras para assumir sua individualidade, traçando estratégias para alterar sua realidade. Conclui-se que ao escrever e publicar os fanzines da coleção “Só Babado!”, as internas conseguem pedir intercessão, comunicar assédios e abusos, e ver a si mesmos como parte de uma sociedade, que futuramente ao serem libertadas, as verão com mais outro estigma, a de ex-presidiárias. Por isso, a relevância desse meio de comunicação e expressão, para promover consciência, momentos de discussão, reflexão, dar voz e vez a quem está recluso, mas quer ser visto para além do preconceito e da intolerância.
Abstract: It is a research that aims to analyze the fanzines of the collection "Only Babado", created by the inmates of the Imelda Lima Pontes Prison Unit, as a tool for the expression of the community of Lesbian, Gay, Bisexual, Transvestite and Transsexual (LGBTT). This collection of fanzines is produced by the group "Girls Who Shine" initially formed by inmates of the House of Provisional Deprivation of Freedom III Agent Elias Alves da Silva. After rebellion in 2016 the inmates were transferred to the Prison Sister Imelda Lima Pontes. Both institutions are located in the state of Ceará. The research was guided by methodological course constituted by the qualitative approach, by the method of research documentary analysis and by the technique of content analysis with the establishment of categories. The documentary corpus has nine printed publications, one of which is produced in 2014, five in 2015 and three in 2016. The number of this corpus is due to the difficulty of access to publications, coupled with the scarcity of copies available to the public, and because they are of works that initially only had as target public the internal population of houses of provisional deprivation of liberty, occasion al visitors and the relatives of the inmates. The results demonstrate that the fanzines are used as a tool for expressing the intern alones, aimingt the construction of the citizen profile, which passes through the individual's awareness of the identity, which makes them engage more in the struggle for theirrightsandestablishcloserrelationshipswiththoseoftheircommunity, forming a powerful social network in which they feel safe to assume their individuality, tracing strategies to change their reality. It is concluded that in writing and publishing the fanzines of the collection "Only Babado!", The interns can ask for intercession, communicate harassment and abuse, and see themselves as part of a society, that in the future, when they are released, they will see them more another stigma, that of ex-offenders. Therefore, the relevance of this means of communication and expression, to promote awareness, moments of discussion, reflection, give voice and time to those who are reclusive, but want to be seen beyond prejudice and intolerance.
Description: VASCONCELOS, Camila Silva. Fanzines como ferramenta de expressão da comunidade LGBTT: identidade e cidadania. 2018. 63f. - TCC (Monografia) - Universidade Federal do Ceará, Curso de Graduação em Biblioteconomia, Fortaleza (CE), 2018.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/35035
metadata.dc.type: TCC
Appears in Collections:BIBLIOTECONOMIA - Monografias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_tcc_csvasconcelos.pdf1,63 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.