Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/34984
Title in Portuguese: Um olhar semiótico sobre a infância em O olho de vidro do meu avô e outras obras de Bartolomeu Campos de Queirós: o discurso autobiográfico em questão
Author: Moreira, Maria Efigênia Alves
Advisor(s): Oliveira Júnior, José Leite de
Keywords: Literatura
Infância
Autobiografia
Autobiography
Discursive emiotics
Issue Date: 2018
Citation: MOREIRA, Maria Efigênia Alves. Um olhar semiótico sobre a infância em O olho de vidro do meu avô e outras obras de Bartolomeu Campos de Queirós: o discurso autobiográfico em questão. 2018. 152f. - Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-Graduação em Letras, Fortaleza (CE), 2018.
Abstract in Portuguese: A presente dissertação propõe analisar o lugar discursivo que a infância tem ocupado no texto literário brasileiro, com ênfase na análise semiótica do livro O olho de vidro do meu avô e outras obras autobiográficas de Bartolomeu Campos de Queirós. Inicialmente é realizado um levantamento sobre a fortuna crítica desse autor, seguida de uma breve discussão a respeito do texto infanto-juvenil visto como discurso, onde serão apresentados recortes de livros literários de diferentes escritores, dirigidos ou não à criança, mas nos quais elas são abordadas discursivamente. Posteriormente é realizada a análise semiótica e, ao final do trabalho, será feita uma relação interdiscursiva com outros textos do referido autor, nos quais exercita a metalinguagem sobre sua proposta ficcional, o discurso autobiográfico, através da memória do acontecido e memória-acontecimento. Considerando as obras que serão analisadas semioticamente, O olho de vidro do meu avô, Por parte de pai e Ler, escrever e fazer conta de cabeça, busca-se compreender: o lugar discursivo que a criança tem ocupado; como esses enunciados narrativos se estruturam estrategicamente no que se referem à linguagem utilizada para lançar um olhar sob o ponto de vista da criança pressuposta pelo jogo da enunciação. A identificação desse lugar da enunciação é considerada pelo enunciador em suas especificidades através de estratégias discursivas que conduzem ao simulacro da verdade. Nesse sentido, a pesquisa fortalece a percepção da infância como uma construção de sentidos pressuposta pelo discurso. No que se refere à análise, é utilizada a semiótica greimasiana, a qual permite perceber a construção de sentidos subjacentes à manifestação do texto, o jogo actancial que explica a relação entre personagens e os objetos de valor colocados em cena, bem como as estratégias discursivas que permitem perceber as isotopias temático-figurativas e a dinâmica da enunciação. Quanto às categorias de análise serão utilizadas aquelas consagradas pela semiótica greimasiana, resumidas no percurso gerativo de sentido pelos níveis das estruturas fundamentais, narrativas e discursivas, bem como a memória do acontecido e memória-acontecimento. O aporte teórico baseia-se principalmente nos pressupostos semióticos de Greimas (2016), os estudos de Fiorin (1993, 2016), Denis Bertrand (2003), Diana Luz Pessoa de Barros (2005) e Mariana Luz Pessoa de Barros (2006, 2016), que apresentam e discutem a semiótica literária.
Abstract: The present masters dissertation sets out to analyze the representations of childhood in the Brazilian literature, with emphasis on the semiotic analysis of the book O olho de vidro do meu avô and other literary works written by the Brazilian author Bartolomeu Campos d eQueirós. Initially, a survey about the author's critical fortune has been carried out, followed bya brief discussion of the child-juvenile literature as a discourse, which will present clippings of literary books written by different writers, directed or not directed at the child, in which they are approached discursively. Subsequently the semiotic analysis is carried out and, at theend of the work, an interdiscursive relation will be made with other texts of the author, in which he exercises the metalanguage on his fictional proposal, the autobiographical discourse, through the memory of the event and memory-event.Considering the works that will be analyzed semiotically: O olho de vidro do meu avô,Por parte de pai e Ler, escrever e fazer conta de cabeça, this work seeks to understand: the discursive place that the child has occupied; how these narrative enunciations are structured strategically with regard to the language used to cast a glance from the point of view of the child presupposed by the play of enunciation. The identification of this place of enunciation is considered by the enunciator in their specificities through discursive strategies that lead to the simulacrum of the truth. In this sense, this research strengthens the perception of childhood as a construction of meanings, presupposed by discourse. As far as the analysis is concerned, the greimasian semiotics has been used, which allows us to perceive the construction of meanings through the text, the actantial game manifested in the relation between characters and the objects of value placed on the scene, as well as the discursive strategies that allows us to perceive the thematicfigurative isotopies and the enunciation dynamics. As for the categories of analysis, the research will use those consecrated by greimasian semiotics, summarized in the generative path of meaning through the levels of the fundamental narrative and discursive structures, as well as the memory of the event and memory-event. The theoretical contribution is based mainly on the assumptions of the semiotic of Greimas (2016) and on the studies of Fiorin (1993, 2016), Denis Bertrand (2003), Diana Luz Pessoa de Barros (2005) and Mariana Luz Pessoa de Barros (2006, 2016), who present and discuss literary semiotics.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/34984
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGLE- Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_dis_meamoreira.pdf1,16 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.