Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/34974
Title in Portuguese: A linguagem matemática para a compreensão de mundo na visão de uma criança dos anos iniciais do Ensino Fundamental
Author: Lopes, Vanderlucia Paiva
Advisor(s): Castro, Juscileide Braga de
Keywords: Linguagem matemática
Estatística
Gráficos
Tabelas
Mathematical language
Statistics
Issue Date: 2017
Citation: Lopes, V. P.; Castro, J. B. (2017)
Abstract in Portuguese: Apesar das noções matemáticas serem desenvolvidas pelas crianças desde muito cedo, existe uma grande dificuldade do sistema escolar para organizar situações de aprendizagem que possibilitem sistematizar e ampliar esses conhecimentos iniciais. Tais dificuldades podem estar relacionadas à falta de compreensão de alguns termos particulares da linguagem matemática e à não abordagem significativa de conceitos inseridas dentro do contexto social das crianças. A notoriedade da importância desta linguagem é destacada pelos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) a fim de que esta seja trabalhada na escola para tornar a aprendizagem de matemática mais significativa e fomentar o desenvolvimento da capacidade crítica dos alunos. Neste sentido, esta pesquisa averigua a importância da linguagem matemática para a compreensão de fatos presentes no cotidiano de crianças, a partir da utilização de termos usuais, que devem ser aprendidos no âmbito escolar e que necessitam de uma interpretação mais crítica. Para fundamentação, foram feitas leituras de teóricos como Vygotsky, Klein e Brizuela. Foi realizada uma entrevista semiestruturada com uma criança que cursa o 3° ano do Ensino Fundamental e, através de notações feitas por ela, pôde-se analisar a possibilidade desta ser capaz de interpretar e comunicar dados presentes em sua realidade ao fazer uso da linguagem matemática por meio da construção de tabelas e gráficos. Verificou-se a grande dificuldade que a criança apresentou em comunicar informações por meio destas estruturas estatísticas e que interpretações de termos usuais da linguagem matemática ainda não são compreendidos de forma adequada e significativa.
Abstract: Although the mathematical notions are developed by the children very early, there is a great difficulty of the school system to organize learning situations that make it possible to systematize and extend this initial knowledge. Such difficulties may be related to the lack of understanding of some particular terms of the mathematical language and the non-significant approach of concepts inserted within the social context of the children. The importance of this language is highlighted by the National Curriculum Parameters (NCP) in order to make it work in the school to make the learning of mathematics more meaningful and to foster the development of students' critical capacity. In this sense, this research intends to investigate the importance of mathematical language for the comprehension of facts present in children's daily life, from the use of usual terms that must be learned in the school context and that need a more critical interpretation. For reasons, readings were made by such theorists as Vygotsky, Klein and Brizuela. A semi-structured interview was conducted with a child in the 3rd year of elementary school and, through ratings made by her, she was able to analyze the possibility of being able to interpret and communicate data present in her reality when making use of mathematical language through the construction of tables and graphs.
Description: LOPES, Vanderlucia Paiva. A linguagem matemática para a compreensão de mundo na visão de uma criança dos anos iniciais do Ensino Fundamental. 2017. 71f. - TCC (Graduação em Pedagogia) - Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Educação, Curso de Graduação em Pedagogia, Fortaleza (CE), 2017.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/34974
metadata.dc.type: TCC
Appears in Collections:PEDAGOGIA - TCC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_tcc_vplopes.pdf1,12 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.