Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/34892
Title in Portuguese: Panorama da saúde pública no semiárido brasileiro: Eficiência e desempenho
Title: Public health outlook in the Brazilian semiarid region: efficiency and performance
Author: Damasceno, Nagilane Parente
Advisor(s): Khan, Ahmad Saeed
Keywords: Saúde pública
Eficiência
Desempenho
Semiárido
Issue Date: 2018
Citation: DAMASCENO, Nagilane Parente. Panorama da saúde pública no semiárido brasileiro: Eficiência e desempenho. 2018. 101 f. Tese (Doutorado em Desenvolvimento e Meio Ambiente)-Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2018.
Abstract in Portuguese: A saúde desempenha um papel essencial para o desenvolvimento sustentável. Populações que vivem em ambientes saudáveis são mais sadias e produtivas e têm maiores condições de promover e sustentar o desenvolvimento econômico, social e ambiental. Este estudo tem como objetivo analisar a eficiência e o desempenho da saúde pública nos municípios do semiárido brasileiro. A eficiência foi analisada por meio da técnica de Análise Envoltória de Dados, que possibilitou o cálculo da eficiência técnica e da eficiência de escala. A análise do desempenho foi realizada através da análise fatorial, por intermédio da qual foi calculado o Índice de Desenvolvimento da Saúde (IDS), e da análise de conglomerados, que permitiu o agrupamento e a hierarquização dos municípios com relação ao IDS. Os dados foram obtidos através do Sistema de Informação de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano (SISAGUA), Departamento de Informática do SUS (DATASUS), Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Saúde (SIOPS) e Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), para os anos de 2010 e 2011, e operacionalizados por meio dos programas SPSS 17.0 e DEAP. Os resultados indicam que a maioria dos municípios do semiárido brasileiro não utiliza os recursos públicos destinados à saúde da forma mais eficiente possível, no sentido de maximizar os indicadores relacionados ao desempenho do sistema de saúde. A partir da aplicação da análise fatorial foi possível obter cinco fatores: indicador de recursos humanos e financeiros (Fator 1); indicador de acesso potencial à atenção básica (Fator 2); indicador de acesso obtido na atenção ambulatorial de média e alta complexidade e na atenção hospitalar de alta complexidade (Fator 3); indicador de internações (Fator 4); indicador de atenção integral à saúde da mulher e da criança e de redução dos riscos e agravos à saúde da população (Fator 5). Com relação ao IDS, pode-se concluir que a maioria dos municípios apresenta baixo desenvolvimento da saúde. Uma minoria ínfima dos municípios da região está enquadrada nas faixas de médio e alto desenvolvimento da saúde.
Abstract: Health plays a key role for sustainable development. Populations living in healthy environments are healthier and more productive and are better able to promote and sustain economic, social and environmental development. This study aims to analyze the efficiency and performance of public health in the municipalities of the Brazilian semi-arid region. The efficiency was analyzed through the technique of Data Envelopment Analysis, allowing the calculation of the technical efficiency and the efficiency of scale. The performance analysis was performed through the factorial analysis, by means of which the Health Development Index (IDS) was calculated, and the cluster analysis, which allowed the grouping and hierarchy of the municipalities with respect to IDS. Data were obtained through the Information System for Monitoring the Quality of Water for Human Consumption (SISAGUA), the Department of Information Technology of the SUS (DATASUS), the Information System on Public Budgets in Health (SIOPS) and the United Nations Development Program (UNDP), for the years 2010 and 2011, and operationalized through the programs SPSS 17.0 and DEAP. The results indicate that most municipalities in the Brazilian semi-arid region do not use public resources in the most efficient way possible, in order to maximize the indicators related to health system performance. From the application of the factorial analysis it was possible to obtain five factors: human and financial resources indicator (Factor 1); indicator of potential access to basic care (Factor 2); access indicator obtained in outpatient care of medium and high complexity and hospital care of high complexity (Factor 3); indicator of hospitalizations (Factor 4); indicator of integral attention to the health of women and children and of the reduction of risks and health problems of the population (Factor 5). With regard to IDS, it can be concluded that most municipalities present low health development. A tiny minority of the municipalities of the region is framed in the middle and high health development bands.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/34892
metadata.dc.type: Tese
Appears in Collections:PRODEMA - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_tese_npdamasceno.pdf12,83 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.