Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/34848
Title in Portuguese: Análise da frequência de polimorfismos genéticos de IL1RN, IL1β, IL6 e IL8 em lesão central de células gigantes
Author: Oliveira, Priscila Lopes Matias de
Advisor(s): Nogueira, Renato Luiz Maia
Keywords: Polimorfismo Genético
Ferimentos e Lesões
Células Gigantes
Issue Date: 25-Jun-2018
Citation: OLIVEIRA, P. L. M. Análise da frequência de polimorfismos genéticos de IL1RN, IL1β, IL6 e IL8 em lesão central de células gigantes. 2018. 50 f. Monografia (Graduação em Odontologia) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2018.
Abstract in Portuguese: Lesão Central de Células Gigantes (LCCG) é uma patologia intraóssea incomum, classificada em agressiva e não agressiva, de patogênese incerta, inexistindo concordância se é neoplásica ou reativa, porém a atividade proliferativa foi demonstrada em células estromais, sugerindo possibilidade de desregulação do ciclo celular na patogênese. Objetivo: Analisar o polimorfismo em genes envolvidos no processo inflamatório em pacientes com a lesão. Dentre eles, o de IL1 β -511C/T, IL1RN (VNTR), IL6 -174 G/C e IL8 -251 A/T. Para isso, foi coletado sangue de 14 pacientes. A presença dos polimorfismos foi determinada pela extração de DNA, por PCR e por PCR-RFLP. Dos casos estudados, 10 eram do sexo feminino e 4 do masculino, sendo 10 agressivos e 4 não agressivos, ocorrendo uma proporção de 1:1 maxila/mandíbula. Dentre os 14 casos, 10 apresentaram genótipo (L/L), 2 (L/2*) e 2 (2*/2*) para IL1 RN. Para IL1 B, 5 foram (T/T), 7 (C/T) e 2 (C/C). Para IL6, 10 (G/G), 3 (G/C), 1 (C/C) e para IL8, 3 (A/A), 8 (A/T), 3 (T/T). Foi verificada a importância do alelo polimórfico de IL6 na condição de proteção à LCCG (p=0,00037). Não se verificou significância estatística quando comparados os grupos agressivo e não agressivo da lesão, mas de forma oposta, a IL6 teve p significante quando feita a comparação entre os grupos agressivo e controle (p=0,00024); e entre os grupos não agressivo e controle (p=0,00065). Obteve-se também associações significativas de IL6 com o polimorfismo de IL1 β -511C/T , IL1RN (VNTR) e IL8 -251 A/T para variadas combinações de genótipo de forma a confirmar a dominância do alelo polimórfico de IL6. Conclui-se que citocinas podem ter papel na melhor compreensão da patogênese e do comportamento clínico, contribuindo para o entendimento da susceptibilidade genética e severidade da lesão. Entretanto, novos estudos com maior casuística associando essas e outras interleucinas devem ser realizados para esclarecer essas correlações.
Abstract: Central Giant Cell Lesion is an intraosseous lesion, classified as aggressive and non-aggressive, of uncertain pathogenesis. There is no agreement on whether it is neoplastic or reactive, but the proliferative activity was demonstrated in stromal cells, suggesting the possibility of deregulation of the cell cycle in the pathogenesis. Objective: to analyse polymorphism in genes involved in inflammation in patients with the injury, among them, IL1 β -511C/T, IL1RN (VNTR), IL6 -174 G/C e IL8 -251 A/T. In order to do this, blood of 14 patients was collected. The presence of polymorphisms was determined by DNA extraction, by PCR and by PCR-RFLP. Of the cases studied, 10 were female and 4 were male, 10 were aggressive and 4 were non-aggressive, having a 1: 1 maxilla / mandible ratio. Among the 14 cases genotype, 10 were (L/L), 2 (L/2*) and 2 (2*/2*) for IL1RN. For IL1 β, 5 were (T/T), 7 (C/T) and 2 (C/C). For IL6, 10 (G/G), 3 (G/C), 1 (C/C) and for IL8, 3 (A/A), 8 (A/T), 3 (T/T). The importance of the polymorphic allele of IL6 in the LCCG protection condition (p = 0.00037) was verified. There was no statistical significance for any interleukin when comparing the aggressive and non-aggressive groups of the lesion, but in contrast, the IL6 had a significant difference when the aggressive and control groups were compared (p = 0.00024); and between the non-aggressive and control groups (p = 0.00065). Associations of IL6 with the IL1β -511C/T, IL1RN (VNTR) and IL8-251 A/T polymorphisms were also obtained for the genotype combinations in order to confirm the dominance of the polymorphic allele of IL6. It is concluded that cytokines may play a role in better understanding of the pathogenesis and clinical behavior, contributing to the understanding of genetic susceptibility and severity of the injury. However, further studies with larger sample relating other interleukins should be performed to clarify these correlations.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/34848
metadata.dc.type: TCC
Appears in Collections:ODONTOLOGIA - Monografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_tcc_plmoliveira.pdf1,21 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.