Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/34833
Title in Portuguese: Comunidade indígena potiguara "Mendonça" do amarelão (João Câmara, Rio Grande do Norte): importância da caça em seu cotidiano alimentar
Author: Frota, Leandro Flávio Restrepo
Advisor(s): Costa, Eveline de Alencar
Co-advisor(s): Gorayeb, Adryane
Keywords: Gastronomia
Caça
Índios
Cultura
Issue Date: 2018
Citation: FROTA, L. F. R. (2018)
Abstract in Portuguese: Carneiro (2003) diz que a alimentação é, após a respiração e a ingestão de água, a mais básica das necessidades humanas, e além de necessidade biológica, é um complexo sistema simbólico de significados sociais, sexuais, culturais, religiosos, étnicos, estéticos, políticos e etc. A pesquisa mostra a cultura do povo indígena ‘Mendonça’ do Amarelão (João Câmara – Rio Grande do Norte) no âmbito da caça de animais silvestres em suas terras e detalha que alguns animais de sua fauna fazem parte de sua dieta local. Foi usado a metodologia observacional e a metodologia histórica, buscando transcrever as falas dos próprios caçadores e seu pensamento enquanto atividade comum de sua comunidade. Essa pesquisa tem a concepção de pesquisa qualitativa que de acordo com Prodanov e Freitas (2013) considera-se uma relação dinâmica entre o mundo real e o sujeito, ou seja, não se pode traduzir a sua subjetividade em números. Por essa questão, temos que navegar nesse plano de histórias, documentos, estudos, entrevistas e relatos verbais, a fim de que esse material seja melhor registrado. A pesquisa conta com um roteiro prévio onde perguntas de maneiras flexíveis foram elaboradas para se dar ênfase as experiencias dos próprios caçadores. Como resultado, vimos que há uma significância forte entre ‘terra’ e ‘território’; há a questão legal da caça, que hoje é proibida no país; são retratados vários tipos de armas, armadilhas e equipamentos utilizados para maior efetividade no abate dos animais e há a questão culinária na hora da preparação dos pratos, entre receitas, ingredientes e acompanhamentos para as carnes de caça. Com isso, leva-se a crer que a caça tem fundamental ligação com a gastronomia, pois é um rito, uma cultura que identifica um povo que sabe o que como e de onde vem a sua comida. Assim são formadas as tradições alimentares, porém, mesmo ainda sem se ter real noção dos impactos ambientais dessa prática, devemos sim considerar o que é necessidade e o que é violação ambiental.
Abstract: Carneiro (2003) says that food is, after respiration and water intake, the most basic of human needs, and besides biological necessity, it is a complex symbolic system of social, sexual, cultural, religious, ethnic, aesthetic meanings , politicians and so on. The research shows the culture of the indigenous people 'Mendonça' do Amarelão (João Câmara - Rio Grande do Norte) in the hunting of wild animals in their lands and details that some animals of their fauna are part of their local diet. Observational methodology and historical methodology were used, seeking to transcribe the words of the hunters themselves and their thinking as a common activity of their community. This research has the conception of qualitative research that according to Prodanov and Freitas (2013) considers a dynamic relationship between the real world and the subject, that is, one can not translate their subjectivity into numbers. For that matter, we have to navigate this plan of stories, documents, studies, interviews and verbal reports, so that this material is better recorded. The research relies on a prior script where questions in flexible ways have been developed to emphasize the experiences of the hunters themselves. As a result, we have seen that there is a strong significance between 'land' and 'territory'; there is the legal issue of hunting, which is now banned in the country; are portrayed various types of weapons, traps and equipment used for greater effectiveness in the slaughter of animals and there is the cooking issue at the time of preparation of dishes, between recipes, ingredients and accompaniments for game meat. With this, it is believed that hunting is fundamentally linked to gastronomy, because it is a rite, a culture that identifies a people who knows what they eat and where their food comes from. Thus food traditions are formed, but even without having a real notion of the environmental impacts of this practice, we must rather consider what is need and what is environmental violation.
Description: FROTA, Leandro Flávio Restrepo. Comunidade indígena potiguara "Mendonça" do amarelão (João Câmara, Rio Grande do Norte): importância da caça em seu cotidiano alimentar. 2018. 74 f. Monografia (Graduação em Gastronomia)- Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2018.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/34833
metadata.dc.type: TCC
Appears in Collections:GASTRONOMIA - Monografias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_tcc_lfrfrota.pdf6,65 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.