Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/34721
Title in Portuguese: Integração do rio São Francisco às bacias do nordeste setentrional: abordagem malacológica, epidemiológica e laboratorial da transmissão do Schistosoma mansoni (sambon, 1907) em municípios cearenses
Title: São Francisco river Integration with the septentrional Northeast basins: malacological, epidemiological and laboratory approach of Schistosoma mansoni (sambon, 1907) transmission in municipalities of Ceará state
Author: Castro, Issis Maria Nogueira
Advisor(s): Bezerra, Fernando Schemelzer de Moraes
Keywords: Schistosoma mansoni
Biomphalaria
Características da Água
Issue Date: 11-May-2018
Citation: CASTRO, I. M. N. Integração do rio São Francisco às bacias do nordeste setentrional: abordagem malacológica, epidemiológica e laboratorial da transmissão do Schistosoma mansoni (SAMBON, 1907) em municípios cearenses. 2018. 84 f. Dissertação (Mestrado em Patologia) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2018.
Abstract in Portuguese: A esquistossomose é uma doença parasitária causada por trematódeos do gênero Schistosoma, que acomete cerca de 240 milhões de pessoas em 76 países. B. glabrata, B. tenagophila e B. straminea são as três espécies de caramujos que se infectam naturalmente pelo Schistosoma mansoni no Brasil, sendo apenas a última envolvida na transmissão da doença no Ceará. Nos estados que fazem fronteira com o Ceará, tem se observado a presença da espécie B. glabrata. O desenvolvimento de projetos hídricos, como o Projeto de Integração do Rio São Francisco às Bacias do Nordeste Setentrional (PISF), tem impactado o meio ambiente e, consequentemente, a transmissão da esquistossomose. Com a conclusão deste projeto hídrico haverá uma mistura de águas bem como dos animais nela existentes, dentre eles os caramujos do gênero Biomphalaria. Destaca-se que a densidade populacional destes moluscos sofre influência das características físico-químicas das águas em que habitam, sendo, portanto, importante o conhecimento destas para a construção de uma linha de base antes da chegada das águas do Rio São Francisco. Ressalta-se, também, a relevância da determinação da presença de ovos do S. mansoni em escolares de 7 a 14 anos como uma alternativa para detectar áreas focais da doença. Para tanto, buscou-se determinar o perfil malacológico, epidemiológico e laboratorial da Esquistossomose Mansoni em áreas da Transposição do Rio São Francisco no Estado do Ceará. Deste modo, a pesquisa malacológica, a análise físico-química e microbiológica das águas e a realização de exame parasitológico de fezes pelo método Kato-Katz foi a metodologia utilizada para se obter os resultados. Em relação ao perfil populacional do estudo, verificou-se a participação de 604 escolares e que em todos os seis municípios, a maioria deles (57,65%), possuíam renda familiar inferior a um salário mínimo. Das 604 amostras de fezes analisadas não foi evidenciada a presença de ovo de S.mansoni. Dos 33 pontos de coleta nos 6 municípios estudados, em 9 (27,27%) não foi evidenciada a presença de Biomphalaria sp e 100% dos caramujos coletados não eliminaram cercárias de S. mansoni. B. kuhniana estava presente em dois pontos de coleta do município de Brejo Santo. Realizando a análise estatística em todos os pontos de coleta verificou-se que a condutividade (p = 0,0019) influencia positivamente na densidade populacional dos caramujos. Analisando apenas os pontos de coleta onde foi evidenciada a presença de Biomphalaria sp. não houve significância estatística com nenhum parâmetro. Não houve casos positivos para esquistossomose na população estudada bem como ausência de eliminação de cercarias de S. mansoni nos caramujos do gênero Biomphalaria, apesar desta população apresentar características que a torna vulnerável à infecção por S. mansoni. Encontrou-se B. kuhniana pela primeira vez no estado do Ceará. As características físico-químicas e microbiológicas das águas mostraram a capacidade adaptativa que estes caramujos possuem em habitar uma grande variedade de coleções hídricas.
Abstract: Schistosomiasis is a parasitic disease caused by trematodes of the genus Schistosoma, affects about 240 million people in 76 countries. B. glabrata, B. tenagophila and B. straminea are the three species of snails that are naturally infected by Schistosoma mansoni in Brazil, being only the last one involved in the transmission of the disease in Ceará. In the states bordering Ceará, B. glabrata has been observed. The development of water projects, such as the Integration Project of São Francisco River in the Northern Northeast Basins (PISF), has impacted the environment and, consequently, the transmission of schistosomiasis. With the conclusion of this water project there will be a mixture of water as well as the animals in it, among them the snails of the genus Biomphalaria. It should be noted that the population density of these mollusks is influenced by the physicochemical characteristics of the waters in which they live, and it is therefore important to know them for the construction of a baseline before the arrival of the waters of the São Francisco River. It is also important to determine the presence of eggs of S. mansoni in schoolchildren aged 7 to 14 years as an alternative to detect focal areas of the disease. In order to do it, we aimed to determine the malacological, epidemiological and laboratorial profile of Schistosomiasis Mansoni in areas of the Transposition of São Francisco River in the State of Ceará. Thus, the malacological research, the physical-chemical and microbiological analysis of the waters and the parasitological examination of feces by the Kato-Katz method was the methodology used to obtain the results. In relation to the population profile of the study, 604 students participated and in all six municipalities, the majority (57.65%) had a family income below a minimum wage. Of the 604 fecal samples analyzed, the presence of S. mansoni eggs was not evidenced. Of the 33 collection points in the 6 municipalities studied, in 9 (27,27%) the presence of Biomphalaria sp. was not evidenced and 100% of the snails collected did not eliminate S. mansoni cercariae. B. kuhniana was present in two points of collection of the municipality of Brejo Santo. Statistical analysis at all collection points showed that the conductivity (p = 0.0019) had a positive influence on the population density of the snails. Analyzing only the collection points where it was evidenced the presence of Biomphalaria sp. there was no statistical significance with any parameter. There were no positive cases for schistosomiasis in the studied population, as well as no elimination of S. mansoni cercariae in snails of the genus Biomphalaria, although this population presents characteristics that make it vulnerable to infection by S. mansoni. B. kuhniana was found for the first time in the state of Ceará. The physico-chemical and microbiological characteristics of the waters showed the adaptive capacity of these snails to inhabit a great variety of water collections.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/34721
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DPML - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_dis_imncastro.pdf3,26 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.