Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/34521
Title in Portuguese: Residência multiprofissional em cancerologia: expressões da integralidade do cuidado
Title: Multiprofessional residence in cancerology: expressions of integral care
Author: Leitão, Bruna Fabrícia Barboza
Advisor(s): Bosi, Maria Lúcia Magalhães
Keywords: Internato e Residência
Oncologia
Integralidade em Saúde
Issue Date: 30-May-2018
Citation: LEITÃO, B. F. B. Residência multiprofissional em cancerologia: expressões da integralidade do cuidado. 2018. 128 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, 2018.
Abstract in Portuguese: A Residência Multiprofissional em Saúde desponta como importante eixo de ação da Política Nacional de Educação Permanente em Saúde, na medida em que objetiva o aperfeiçoamento das práticas de trabalho em saúde, mediante a problematização dos problemas cotidianos dos trabalhadores, valorizando suas experiências e o próprio trabalho como matéria-prima para os processos de aprendizagem. Parte-se da legitimação da rede de serviços de saúde como cenários de aprendizagem em potencial, visando ao fortalecimento dos trabalhadores como sujeitos autônomos e criativos frente à realidade. A Residência Multiprofissional em Cancerologia, por sua vez, justifica-se pela importância de programas formativos que objetivem qualificar a assistência e promover a educação permanente dos profissionais dessa área, tendo em vista que o câncer segue reconhecido como significativo problema de saúde pública no Brasil, considerando-se sua magnitude social expressa pelos progressivos coeficientes de morbidade e mortalidade. No que concerne à integralidade em saúde, para além da conceituação enquanto princípio do Sistema Único de Saúde e apesar da polissemia inerente ao termo, destacou-se a noção de integralidade como um saber-fazer que é essencialmente ético e, portanto, culmina no cuidado com o outro, como postura política capaz de reorientar as práticas hegemônicas em saúde, munida com valores éticos e necessariamente coletivos. Norteados por esses referenciais, esta pesquisa objetivou compreender, sob a perspectiva dos residentes egressos, como a integralidade do cuidado se expressa no processo formativo da Residência Integrada em Saúde com ênfase em Cancerologia da Escola de Saúde Pública do Ceará e do Instituto do Câncer do Ceará. Métodos: Tratou-se de um estudo de abordagem qualitativa realizado com a participação de 30 residentes de 06 categorias profissionais diferentes egressos do Programa de Residência Integrada em Saúde com ênfase em Cancerologia. Para a construção dos dados empíricos definiu-se como técnica principal os grupos focais, viabilizados mediante entrevistas coletivas guiadas por um roteiro previamente estabelecido. A análise dos dados orientou-se pelo referencial da Hermenêutica crítica de Gadamer, a partir do qual buscou-se a compreensão dos sentidos originais do objeto de estudo em questão. Análise e discussão dos resultados: A partir da análise compreensiva dos dados construídos no campo empírico, os resultados foram organizados em uma rede interpretativa constituída por três dimensões: Interprofissionalidade, Integralidade e Interfaces entre Residências Multiprofissionais em Saúde e Integralidade. As análises revelaram que os principais sentidos da integralidade reconhecidos pelos residentes aparecem associados à dimensão da interprofissionalidade e à perspectiva da atenção em rede, embora estes se encontrem atravessados por vários obstáculos e desafios próprios do cenário hospitalar. Dentre as atividades teóricas, percebeu-se que as estratégias apontadas no desenho pedagógico utilizado pela Residência Integrada em Saúde com ênfase em Cancerologia, possibilitam a construção de espaços dialógicos e reflexivos acerca da integralidade e da interprofissionalidade. Já em relação ao componente prático, destaca-se como maior potencialidade e desafio o exercício do trabalho em equipes interprofissionais. A Residência Multiprofissional em Saúde, na medida em que se propõe a trabalhar na perspectiva da Educação Permanente em Saúde, incentiva nos residentes a prática de uma aprendizagem em serviço essencialmente problematizadora dos saberes e fazeres instituídos, aspecto que, apesar de potente em termos de aprendizado, pode ser gerador de muitos conflitos cotidianos. Considerações finais: A Residência Integrada em Saúde com ênfase em Cancerologia destaca-se como uma potente estratégia de formação em saúde, ao agregar em seus processos concomitantemente as dimensões técnica e política, possibilitando ir além dos especialismos que aprisionam os profissionais em territórios restritos de poder corporativo e que, portanto, impede o intercâmbio entre a diversidade de vozes presentes no campo da saúde, condição considerada indispensável para a garantia da integralidade da atenção.
Abstract: The Multi-professional Residency Program in Health emerges as an important axis of action of the National Policy of Permanent Education in Health, as it aims to improve health work practices, by problematizing the daily problems of workers, valuing their own experiences and self-work as a raw material for learning processes. The health services network is legitimated as potential learning scenarios, aiming at strengthening workers as autonomous and creative subjects facing reality. The Multi-professional Residency Program in Cancerology, in turn, is justified by the importance of training programs that aim to qualify care and promote the permanent education of professionals in this area, seeing that cancer is recognized as a significant public health problem in Brazil, considering its social magnitude expressed by the progressive coefficients of morbidity and mortality. Regarding integrality in health, in addition to conceptualization as a principle of the Unified Health System [Brazil's Public Health System] and despite the inherent polysemy of the term, the notion of wholeness was highlighted as a know-how that is essentially ethical and, therefore, culminates in care with the other, as a political posture capable of reorienting hegemonic practices in health, provided with ethical and necessarily collective values. Based on these references, this research aimed to understand, from the perspective of the retired residents, how the integrality of care is expressed in the training process of the Integrated Residency in Health with an emphasis on Cancerology of the School of Public Health of Ceará and the Cancer Institute of Ceará. Methods: This was a qualitative study carried out with the participation of 30 residents of 06 different professional categories from the Integrated Residency Program in Health with emphasis on Cancerology. For the construction of the empirical data, focal groups were defined as the main technique, made possible through collective interviews guided by a previously established script. The analysis of the data was guided by the reference of the Critical Hermeneutics of Gadamer, from which it was sought the understanding of the original senses of the object of study in question. Analysis and discussion of the results: Based on a comprehensive analysis of the data constructed in the empirical field, the results were organized in an interpretative network constituted by three dimensions: Interprofessionality, Integrality and Interfaces between Multi-professional Residences Programs in Health and Integrality. The analyzes revealed that the main meanings of integrality recognized by the residents appear to be associated with the dimension of interprofessionality and the perspective of network attention, although these are crossed by several obstacles and challenges specific to the hospital scenario. Among the theoretical activities, it was noticed that the strategies pointed out in the pedagogical design used by Integrated Residency in Health with an emphasis on Cancerology, allow the construction of dialogic and reflexive spaces about integrality and interprofessionality. Regarding the practical component, it is highlighted as greater potentiality and challenge the exercise of work in interprofessional teams. The Multi-professional Residency Program in Health, inasmuch as it proposes to work in the perspective of Permanent Education in Health, encourages in the residents the practice of in-service learning essentially problematizing the knowledge and practices instituted, aspect that, although powerful in terms of learning, can be the source of many everyday conflicts. Final considerations: The Integrated Residency in Health with an emphasis on Cancerology stands out as a potent health education strategy, combining in its processes the technical and political dimensions, making it possible to go beyond the specialisms that imprison professionals in the restricted areas of corporate power and, therefore, impedes the exchange between the diversity of voices present in the field of health, a condition considered indispensable for the guarantee of the integrality of attention.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/34521
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DSC - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_dis_bfbleitao.pdf669,54 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.