Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/34254
Title in Portuguese: O Autismo e o cotidiano de trabalho na estratégia de saúde da família: uma escuta dos profissionais
Title: Autism and daily work in family health strategy: listening to professionals
Author: Araújo, Ana Ramyres Andrade de
Advisor(s): Furtado, Luis Achilles Rodrigues
Keywords: Autismo
Sistema Único de Saúde
Psicanálise
Issue Date: 6-Jul-2018
Citation: ARAÚJO, A.R.A. (2018)
Abstract in Portuguese: A difusão do termo autismo e o espaço amplo de discussão que a temática tem ocupado na mídia podem favorecer equívocos e diagnósticos apressados, possibilitando o crescimento de casos. Um dos equipamentos responsáveis por identificar os casos é o Centro de Saúde da Família, já que este se configura como primeiro local de contato com as questões referentes à Saúde Mental antes do direcionamento aos Centros de Atenção Psicossocial- CAPS. Sendo assim, entende-se a importância de traçar caminhos de trabalho com os profissionais a fim de que a Estratégia de Saúde da Família, de fato, possa operacionalizar com a família e com as demandas que chegam até estes espaços de saúde em relação ao autismo, sem que seja necessário que o usuário tenha que recorrer aos meios privados de atendimento. Essa simples pontuação impulsiona a discussão sobre importância de uma consolidação do SUS e como, ouvindo o que os profissionais têm a dizer, pode-se encontrar meios de viabilizar novos modos de intervenção. O objetivo do trabalho é a compreensão do cuidado do autismo pelos profissionais da Estratégia de Saúde da Família. A metodologia utilizada foi a do método de índice, influenciado pela Psicanálise, e utilizou as entrevistas semiestruturadas como ferramenta de coleta de dados com uma equipe no Núcleo de Apoio à Saúde da Família, uma equipe da Residência em Saúde da Família, duas enfermeiras e três agentes comunitárias de saúde. O trabalho foi realizado em dois dos Centros de Saúde da Família da cidade de Sobral – CE. Como alguns dos resultados, encontramos uma necessidade de espaços para educação permanente sobre o autismo e a saúde mental em geral para os profissionais da atenção básica, solicitados, sobretudo, pelas agentes comunitárias de saúde, bem como a ausência ou a pequena referência sobre o autismo nos cursos superiores, o que gera estranheza pela atualidade do tema. A relevância do trabalho está diretamente ligada à possibilidade de escutar e parar a dinâmica de trabalho dos profissionais de modo que os mesmos, como foi possível identificar em algumas entrevistas, repensem suas práticas e interroguem o próprio SUS a fim de reafirmá-lo, confrontá-lo, entender seus limites e pensar possibilidades de inovação.
Abstract: The dissemination of the term autism and the wide space for discussion that the subject has been discussed by the media channels can favor misjudgments and hasty diagnoses, making the figures increase. Part of the equipment responsible for identifying these cases is the Centro de Saúde da Família, being the first place to contact Mental Health issues before hospital routing to the Centros de Atenção Psicossocial (CAPS). Therefore, it is known the importance of designing working paths with professionals in order to make the Family Health Strategy actually operates with the family and these spaces' demands on health in relation to autismo, not being necessarilly through private means of service. This simple data drives the discussion about how important is a consolidation for the SUS and how, by listening to what professionals have to say, new ways of intervention can be found. The objective of the study is to understand the care of autism by the professionals of the Family Health Strategy. The methodology used was the index method, influenced by Psychoanalysis, and used the semistructured interviews as a data collecting tool with a team from the Núcleo de Apoio à Saúde da Família, another team from Residência em Saúde da Família, two nurses and three community health agents.The work was carried out in two Centros de Saúde da Família, in Sobral - CE. As some results, we found a need for spaces with permanent education on autism and mental health in general for primary care professionals, especially those requested by community health agents, as well as the lack-of or small reference on autism in general grad courses, which generates strangeness for the current theme. It is believed that this work is relevant for being directly related to the possibility of listening and stopping the professionals' work dynamics so that they, as it was possible to identify in some interviews, rethink their practices and make questions to the SUS itself in order to reaffirm it, confront it, understand its limits and think of possibilities of innovation as well.
Description: ARAÚJO, A.R.A. O Autismo e o cotidiano de trabalho na estratégia de saúde da família: uma escuta dos profissionais. 2018. 75 f. Dissertação (Mestrado em Saúde da Família) - Programa de Pós-Graduação em Saúde da Família, Universidade Federal do Ceará, Sobral, 2018.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/34254
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGSF - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_dis_araaraujo.pdfARAÚJO, A.R.A. O Autismo e o cotidiano de trabalho na estratégia de saúde da família: uma escuta dos profissionais. 2018. 75 f. Dissertação (Mestrado em Saúde da Família) - Programa de Pós-Graduação em Saúde da Família, Universidade Federal do Ceará, Sobral, 2018.864,65 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.