Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/33030
Title in Portuguese: A obra como errância dos limites e perpetuação da memória: (A propósito do livro de Ana Maria Roland: Fronteiras da palavra, Fronteiras da História)
Author: Bezerra de Menezes, Eduardo Diatahy
Keywords: Literatura
História crítica
Cultura
Vocação
Issue Date: 1998
Publisher: Espiral: revista de literatura
Citation: Bezerra de Menezes, E. D. (1998)
Abstract in Portuguese: Há livros que são lidos por dever de ofício e se impõem por necessidade ou como instrumento de trabalho. Há outros que constituem objeto de fruição do espírito, de exercício prazeroso, pela grandeza estética de sua concepção e pela riqueza ~ de suas reflexões, tomando-se companheiros de caminhada, como ocorre com um Machado de Assis ou um Shakespeare. Esta obra de Ana Maria Roland, que tenho a alegria de apresentar, por sua natureza de ensaio bem elaborado, situa-se a meio caminho entre esses extremos, com o mérito adicional de fundir arte e ciência, literatura e história crítica da cultura, num texto que se lê com emoção e entusiasmo pelas surpresas do percurso explorado e pela beleza da sua expressão. [...]
Description: BEZERRA DE MENEZES, Eduardo Diatahy. A obra como errância dos limites e perpetuação da memória: (A propósito do livro de Ana Maria Roland: Fronteiras da palavra, Fronteiras da História). Espiral: revista de literatura, Fortaleza, n. 4, p. 105-109, 1998.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/33030
metadata.dc.type: Artigo de Periódico
Appears in Collections:DCSO - Artigos publicados em revistas científicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
1998_art_edbmenezes.pdf3 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.