Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3292
Title in Portuguese: Ação educativa e tecnologias digitais: Análise sobre os saberes colaborativos.
Title: Educative action and digital technologies: analysis about the collaborative knowledge
Author: Lima, Tereza Cristina Batista de
Advisor(s): Borges Neto, Hermínio
Keywords: Colaboração
Web 2 0
Mediações pedagógicas
Saberes colaborativos
Tecnologias digitais
Collaboration
Web 2 0
Análise de interação em educação
Co-autoria
Aprendizagem
Ensino à distância – Estudo e ensino – Fortaleza(CE)
Professores – Formação – Fortaleza(CE) – Recursos de redes de computadores
Internet na educação – Fortaleza(CE)
Ensino auxiliado por computador – Fortaleza(CE)
Issue Date: 2006
Publisher: http://www.teses.ufc.
Citation: LIMA, Tereza Cristina Batista de. Ação educativa e tecnologias digitais: análise sobre os saberes colaborativos. 2006. 224f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Educação Brasileira, Fortaleza-CE, 2006.
Abstract in Portuguese: Os programas de educação a distância que utilizam tecnologias digitais constituem possibilidades pedagógicas cada vez mais recorrentes no contexto educacional. Evidencia-se grande expansão de experiências de ensino a distância que complementam os sistemas convencionais, bem como o surgimento de formas híbridas de educação que combinam atividades presenciais e a distância que promovem o intercâmbio e a integração dos dois tipos de sistemas. As mídias digitais e as ferramentas da Web 2.0, por meio de plataformas colaborativas como o Moodle, possibilitam a comunicação, interação, colaboração e formulação coletiva dos conhecimentos, transformando os tradicionais papéis de professores e alunos. Com base nesse cenário, a pesquisa procurou identificar como as tecnologias digitais e as mediações pedagógicas baseadas na co-autoria potencializam os saberes colaborativos - conhecimentos, habilidades e atitudes relacionadas à colaboração - fundamentais para a aprendizagem ao longo da vida. A abordagem teórica procurou explorar teorias e pesquisas sobre colaboração e aprendizagem colaborativa; definir o conceito de saberes colaborativos e eleger, entre estes, cinco mais fortemente aplicáveis à dinâmica colaborativa em programas de EAD: autonomia, comunicação e compartilhamento, exploração e resolução de conflitos, engajamento colaborativo e verificação e síntese. Buscou ainda reaver aspectos centrais da utilização das tecnologias digitais na EAD, como as características das mídias digitais, integração multimídia, hipertexto, interatividade, interfaces e Web 2.0. A pesquisa teórica destacou os aspectos teóricos que norteiam o conceito de mediação pedagógica como diálogo, elaboração simbólica e cultural e possibilidade de comunicação e crítica. A investigação abordou os modelos de comunicação relativos ao uso das tecnologias na educação, com destaque para o modelo EMEREC e os conceitos de autoria e co-autoria nos processos de ensino e aprendizagem. A pesquisa de campo foi realizada na disciplina Educação a Distância, da FACED- UFC, de agosto a dezembro de 2007, utilizando a metodologia da etnografia virtual. A análise de dados está organizada em três categorias: saberes colaborativos, tecnologias digitais e mediações pedagógicas esteadas na autoria e co-autoria. Os resultados indicam que os saberes colaborativos são vivenciados e aprimorados em contexto de utilização de tecnologias digitais e de mediações pedagógica baseadas na autoria e na co-autoria, que precisam ser aprimoradas. Indicam, também, que as ferramentas da web 2.0, ainda que insuficientemente exploradas, favorecem e induzem às práticas colaborativas e que as mediações pedagógicas baseadas na autoria e co-autoria requerem grande investimento na formação docente. A pesquisa sugere a definição de políticas públicas em gestão e financiamento, acesso à internet das diversas camadas sociais e formação docente voltada para ações críticas e autônomas.
Abstract: The programs of distance learning that use digital technologies constitute pedagogical possibilities more and more frequent on the educational context. It is verified great expansion of experiences in distance learning that complement conventional systems, as well as the upcoming of hybrid forms of education that combine presence activities and distance activities, which promote the interchange e the integration of both systems. The digital media and the Web 2.0 tools, by collaborative platforms such as Moodle, possibilitate the communication, interactivity, collaboration and collective formulation of knowledge, transforming the traditional roles of teachers and students. Having this scenario as basis, the research tried to identify how the digital technologies and the pedagogical mediations based on co-authorship increases the collaborative knowledges - knowledge, abilities and attitudes related to collaboration - fundamental to life long learning. The theoretical approach tried to explore theories and researches about collaboration and collaborative learning; tried to define the concept of collaborative knowledge and to elect, among these, the five concepts most applicable to the collaborative dynamic in distance learning programs (EAD): autonomy, communication and sharing, exploration and resolution of conflicts, collaborative engagement and verification and synthesis. This study searched yet to retrieve central aspects of the use of digital technologies in EAD, such as digital media characteristics, hypertext, interactivity, interfaces and Web 2.0. The theoretical research highlighted the theoretic aspects that guide the concept of pedagogic mediation such as dialogue, symbolic and cultural elaboration and possibility of communication and critic. The investigation approached the relative communication models to the use of technologies in education, highlighting the EMEREC model and the concepts of authorship and co-authorship in the processes of distance teaching and learning. The field research was done in the discipline of Distance Education, of FACED-UFC, from august to December 2007, using the methodology of virtual ethnography. The data analysis is organized in three categories: collaborative knowledges, digital technologies and pedagogical mediations supported by authorship and co-authorship. The results indicate that the collaborative knowledges are lived and improved in context of use of digital technologies and pedagogical mediations based in authorship and co-authorship, which need to be improved. Indicate also that the Web 2.0 tools, although insufficiently explored, favors and induces collaborative practices and that pedagogical mediations based in authorship and co-authorship require great investment in docent formation. The research proposes the definition of public politics in management and financing, access to internet to different social segments and teacher formation towards critic and autonomy actions.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3292
metadata.dc.type: Tese
Appears in Collections:PPGEB - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2008_tese_TCBLima.pdf2,51 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.