Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/32774
Title in Portuguese: Relação entre a episiotomia e a laceração perineal grave com a função sexual no período de 18 a 27 meses após o parto
Title: Relationship between episiotomy and serious perineal tears with sexual function in the period 18 to 27 months after birth
Author: Brito, Gleiciane Aguiar
Moreira, Mayle Andrade
Nascimento, Simony Lira do
Advisor(s): Nascimento, Simony Lira do
Co-advisor(s): Moreira, Mayle Andrade
Keywords: Episiotomia
Disfunções Sexuais Fisiológicas
Diafragma da Pelve
Saúde da Mulher
Issue Date: 14-Dec-2017
Citation: BRITO, G. A. ; MOREIRA, M. A. ; NASCIMENTI, S. L. Relação entre a episiotomia e a laceração perineal grave com a função sexual no período de 18 a 27 meses após o parto. 2017. Artigo (Graduação em Fisioterapia) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2017.
Abstract in Portuguese: A Disfunção Sexual Feminina (DSF) é um problema comum pós-natal. Na literatura, sugere-se a sua relação, à presença de episiotomia e/ou lacerações perineais, entretanto ainda se mostra inconclusiva. Objetivo: Avaliar a relação entre a episiotomia e a laceração perineal grave com a função sexual (FS) em mulheres primíparas. Metodologia: Esse estudo do tipo observacional de corte transversal avaliou mulheres que estavam no período de 18 a 27 meses do pós-parto, divididas em três grupos 1-laceração perineal grave, 2-episiotomia e 3-períneo íntegro. Para avaliar a FS utilizamos o questionário Female Sexual Function Index (FSFI) associado ao exame físico da região perineal. Resultados: 25 mulheres completaram o estudo, sendo 8 com laceração perineal grave, 8 com episiotomia e 9 com períneo íntegro. Os escores do FSFI não apresentaram diferença estatística significativa entre os grupos: laceração perineal (16,66 ± 6,4), episiotomia (20,05 ± 3,8) e períneo íntegro (19,96 ± 1,97), mas apresentou valores abaixo do ponto de corte aceito na literatura, indicando uma alta prevalência de DSF na população avaliada. Não houve diferença estatística significativa para presença de dor perineal, atividade sexual e função dos músculos do assoalho pélvico (MAP) entre os grupos. Conclusão: Apesar da alta prevalência de DSF na amostra estudada, não houve associação dessa disfunção com a presença de episiotomia e laceração perineal grave 18 à 27 meses após o parto.
Abstract: Female Sexual Dysfunction (FSD) is a common postnatal problem. In the literature, its relation to the presence of episiotomy and / or perineal tears is suggested, although it is still inconclusive. Objective: To evaluate the relationship between episiotomy and severe perineal tears with sexual function (SF) in primiparous women. Methodology: This observational, cross-sectional study evaluated women who were in the 18 to 27 month postpartum period divided into three groups: 1-severe perineal tears, 2-episiotomy, and 3-perineum intact. The Female Sexual Function Index (FSFI) questionnaire was applied to evaluate SF, associated with a physical examination of the perineal region. Results: 25 women completed the study, 8 with severe perineal laceration, 8 with episiotomy and 9 with intact perineum. The FSFI scores did not present a difference between the groups: perineal tears (16.66 ± 6.4), episiotomy (20.05 ± 3.8) and intact perineum (19.96 ± 1.97), but presented values below the cut-off point accepted in the literature, indicating a high prevalence of FSD in the evaluated sample. There was no statistically significant difference for the presence of perineal pain, sexual activity and function of the pelvic floor muscles (FEM) between the groups. Conclusion: Despite the high prevalence of FSD in the studied sample, there was no association of this dysfunction with the presence of episiotomy and severe perineal tears 18 to 27 months postpartum.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/32774
metadata.dc.type: Artigo de Periódico
Appears in Collections:FISIOTERAPIA - Artigos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_art_gabrito.pdf611,98 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.