Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/32605
Title in Portuguese: Avaliação da sexualidade do binômio paciente com doença pulmonar obstrutiva crônica / cuidador primário e seus fatores associados
Title: Evaluation of the sexuality of the binomial patient with chronic obstructive pulmonary disease / primary caregiver and its associated factors
Author: Macêdo, Tereza Efigenia Pessoa Morano
Advisor(s): Pereira, Eanes Delgado Barros
Keywords: Sexualidade
Qualidade de Vida
Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica
Depressão
Ansiedade
Issue Date: 30-Jan-2018
Citation: MACÊDO,T. E. P. M. Avaliação da sexualidade do binômio paciente com doença pulmonar obstrutiva crônica/cuidador primário e seus fatores associados. 2018. 90f. Dissertação (Mestrado em Ciências Médicas) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2018.
Abstract in Portuguese: Contextualização: Constituem-se em relevante problema de saúde pública os problemas de ordem sexual (disfunções sexuais masculinas e femininas, as dificuldades de desempenho e satisfação sexual) que acometem parcela da população e prejudicam a qualidade de vida.Objetivo: Avaliar a sexualidade do binômiopaciente com DPOC/cuidador primárioe seus fatores associados. Casuística e Método: Estudo descritivo, transversal, multicêntrico e quantitativo. Os participanteseram os pacientes e seus cuidadores que foram avaliados quanto aos dados sócio demográficos, clínicos, espirométricos e teste da caminhada dos 6 minutos (TC-6min). Foram aplicados os seguintes testes: Medical Research Council (mMRC) para avaliação da dispneia, qualidade de Vida pelo SF-36, Inventário de Depressão de Beck (BDI), Inventário de Ansiedade de Beck (BAI), escala do quociente sexual masculino (QS-M) e feminino (QS-F). Resultados: Dos52 pacientes, 54% (28/52) eram mulheres e 61% (32/52)casadas. A idade média foi de 71,1 ±10 anos. Entre os 52 cuidadores, 87% (45/52)eram mulheres, sendo 48% filhas dos pacientes. A média de idade foi de 49 ±15,1 anos. Entre os pacientes prevaleceu o padrão de sexualidade nulo a desfavorável 82%(43/52). Ao compararmos este padrão vs regular-excelente, foi observado que os pacientes com o pior padrão apresentaram uma má qualidade de vida no Componente Mental Sumarizado (CMS) do SF-36 (44,97±13,67 vs 59,12±13,45; p= 0,007). Também foram observados níveis elevados de ansiedade e depressão entre os pacientes com padrão nulo-desfavorável vs regular-excelente (16,05±11,19 vs 7,2±7,0; p=0,02 e 18,70±9,11 vs 10,67±8,17; p=0,01). Na análise multivariada, pacientes com maiores níveis de depressão mostraram uma chance de 1,13 (Intervalo de Confiança (IC) 95% 1,02-1,25) de apresentarem um desempenho sexual nulo a desfavorável. Entre os cuidadores, o padrão de sexualidade nulo a desfavorável foi de 5%(9/52). Estes cuidadores apresentaram pior qualidade de vida em relação aqueles com sexualidade regular a excelente, tanto no Coeficiente Mental Sumarizado (CMS) como no Coeficiente Físico Sumarizado(CFS) do SF-36 (CMS=41,19±14,36,vs49,21±11,38, p = 0,02; CFS=41,12± 10,98 vs47,15±9,57,p=0,04, respectivamente), apresentaram maiores níveis de depressão (mediana 12,9; Intervalo Interquartílico (IQ) = 8,50-15,5; mediana 6,27, IQ = 1,00- 9,00, p = 0,007, respectivamente) e eram mais velhos (57,41±14,03 vs 42,97± 13,12; p=0,001 respectivamente).Na análise multivariada, cuidadores com 9 maiores níveis de depressão e mais velhos mostraram uma chance maior de apresentarem um desempenho sexual nulo a desfavorável [1,11 (IC 95% 1,02-1,25) e 1,08(IC95% 1,02-1,14)], respectivamente]. Conclusão: Entre os pacientes prevaleceu o padrão de sexualidade nulo a desfavorável. Os pacientes com maior nível de depressão apresentaram baixo desempenho sexual. Entre os cuidadores, os mais velhos e com maior nível de depressão apresentaram baixo desempenho sexual.
Abstract: Background: The sexual problems (male and female sexual dysfunctions, development difficulties and sexual satisfaction) are turned into a relevant situation of public health that involvepart of the population and prejudge the quality of life. Objective: Evaluate the sexuality of the binomial COPD patient and its primary caregiver and associated factors. Casuistic and Method: Descriptive, transversal, multicenter and quantitative study. The participants were the patients and their caregivers. The following data aspects evaluated the patient: sociodemographic, clinic, spirometry and 6min walk test. Applied tests: Medical Research Council (mMRC) for dyspnea evaluation, SF-36 (Short form – 36) for life quality evaluation, Beck Depression Inventory (BDI), Beck Anxiety Inventory (BAI), male sexual quotient scale (QS-M) and female sexual quotient scale (QS-F).Results: Among the 52 patients, 54% (28/52) women and 61% (32/52) married. The mean age 71, 1±10 years. Among the 52 caregivers, 87% (45/52) women, 48% patient‟s daughters. The mean age 49 ± 15, 1 years. The patient sexuality percentage for bad/unfavorable pattern prevailed with 82% (43/52). Comparing this result with the regular/excellent pattern, patients with the worst sexuality pattern presented bad quality of life in the Short form – 36 (SF-36), Mental CoefficientSummarized (MCS)(44,97 ± 13,67 vs 59,12 ± 13,45; p = 0,007). It was also observed high anxiety and depression levels between the patients with null-unfavorablevs regular-excellent sexuality pattern (16,05 ± 11,19 vs 7,2 ± 7,0; p= 0,02 e 18,70 ± 9,11 vs 10,67 ± 8,17; p = 0,01). In the multivariate analysis, patients with higher depression levels showed a chance of 1, 13 (IC 95% 1, 02 - 1, 25) of presenting a null-unfavorable sexual development. Among the caregivers, the null-unfavorable sexuality pattern describes 5% (9/52). These caregivers showed worst life quality comparing those with regular-excellent, in both MCS and Physical Coefficient Summarized (PCS) from SF-36(MCS = 41,19 ± 14,36 vs 49,21 ± 11,38, p = 0,02; PCS = 41,12 ± 10,98 vs47,15 ± 9,57, p = 0,04, respectively).Also greater depression levels (median 12,9, IQ = 8,50 - 15,5 vs median6,27, IQ = 1,00 - 9,00, p = 0,007, respectively) and were older (57,41 ± 14,03 vs 42,97 ± 13,12, p = 0,001 respectively). In the multivariate analysis, caregivers with higher depression levels and older showed 10 a greater chance of presenting a null-unfavorable sexual development [1, 11 (IC 95% 1, 02 - 1, 25) e 1, 08 (IC 95% 1, 02 - 1, 14)], respectively]. Conclusion: Among the patients prevailed the null-unfavorable sexuality pattern. Patients with higher depression level showed low sexual development. Moreover, between the caregivers, the oldest oneswith a greater depression level showed low sexual development. Key words:sexuality, Chronic Obstructive Pulmonary Disease (COPD), COPD patient / primary caregiver binomial, life quality (LQ), anxiety, depression
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/32605
Appears in Collections:DMC - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_dis_tepmmacedo.pdf1,35 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.