Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/32584
Título: Nomadismo sensível: estética do videoclipe e tensionamentos em Stonemilker e Black lake
Autor(es): Monteiro, Júlio Pio
Orientador(es): Reis Filho, Osmar Gonçalves dos
Palavras-chave: Videoclipe
Estética
Björk
Music Video
Aesthetics
Data do documento: 2017
Citação: Monteiro, J. P.; Reis Filho, O. G. (2017)
Resumo: Esta pesquisa investiga como o videoclipe se estabelece como um gênero audiovisual híbrido que transita nos diversos dispositivos de exibição e fruição da imagem, sob o espectro das teorias modernas sobre arte e imagem e dos estudos do videoclipe dentro do seu contexto midático - o universo de discursos e imagens que determinam seu posicionamento histórico na produção cultural. Para tal, colocamos em diálogo dois videoclipes da cantora Björk “Black Lake” e “Stonemilker”. A partir disso, mapearemos quais elementos constituem a imagem midiática de Björk e que implicações esta tem na constituição estética das obras estudadas e no trânsito do gênero entre televisão, ciberespaço e o espaço museológico. Tais reflexões se articulam com os estudos sobre territórios e nomadismo de Gilles Deleuze e Felix Guattari (2002); sobre história da arte, da imagem e da cultura de Aby Warburg (2015) e sobre a sensorialidade dentro da imagem em movimento de Laura U. Marks (2000); além das teorias sobre televisão e análise midiática dos videoclipes de Thiago Soares (2009), Andrew Goodwin (1992) e Arlindo Machado (2000).
Abstract: This research investigates how the music video establishes itself as an hybrid audiovisual genre which moves between in a sort of image’s exhibition and fruition devices, under the spectrum of modern theories about art and imagens and the videoclipe studies in their mediatic context – the universe of discourses and imagens that determine their historial place in the cultural production. For such proposition, we put in dialogue two music videos from the singer Björk “Black Lake” and “Stonemilker”. From that, we’ll map wich elements constitute the mediatic image of Björk and what sort of implications it has in the aesthetic constitution of the analised works, and the transit of the genre between television, cyberspace and museum spaces. That reflections articulate with the studies about territories and nomadism from Gilles Deleuze and Felix Guattari (2002); Warburg (2015) art, imagem and culture history studies and the moving image sensory in Laura U. Marks (2000); the television studies and mediatic analysis of the music videos proposed by Thiago Soares (2009), Andrew Goodwin (1992) and Arlindo Machado (2000).
Descrição: MONTEIRO, Júlio Pio. Nomadismo Sensível: estética do videoclipe e tensionamentos em Stonemilker e Black Lake. 2017. 140f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Instituto de Cultura e Arte, Programa de Pós-graduação em Comunicação, Fortaleza (CE), 2017.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/32584
Aparece nas coleções:PPGCOM - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_dis_jpmonteiro.pdf2,71 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.