Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/32493
Title in Portuguese: Camponeses e a Mandalla no semiárido Brasileiro: reflexões sobre sustentabilidade com base em um estudo de caso com abordagem agroecossistêmica
Title: Peasants and the Mandalla in the Brazilian semiarid region: reflections on sustainability from a case study with an agroecosystem approach
Author: Lima, Rafaelle Virino de
Gamarra-Rojas, Guillermo
Keywords: Agroecologia
Análise de agroecossistemas
Assentamento de reforma agrária
Atributos sistêmicos
Sistemas de produção
Issue Date: 2017
Publisher: Caderno de Ciência e Tecnologia
Citation: LIMA, Rafaelle Virino de; GAMARRA-ROJAS, Guillermo ; Camponeses e a Mandalla no semiárido Brasileiro: reflexões sobre sustentabilidade com base em um estudo de caso com abordagem agroecossistêmica. Caderno de Ciência e Tecnologia, Brasília, v. 34, n. 2, p. 161-195.2017.
Abstract in Portuguese: Este artigo objetivou caracterizar uma Mandalla gerida por agricultora cearense e analisar sua sustentabilidade por meio de atributos sistêmicos, tendo como referência o modo de vida camponês e a convivência com o Semiárido. Ilustrou-se uma família que constrói a sua vida pautada em práticas e valores camponeses, lida com conflitos e contradições, e utiliza uma estratégia de redução de riscos, em que a produção combinada de valores de uso e bens busca a reprodução do agregado familiar. A Mandalla se insere nesse contexto e tem estimulado a agricultora a experimentar e adaptar práticas de manejo e comerciais, resultando numa produção que proporciona alimento para a família com baixo uso de insumos externos e relativa autonomia. Foram discutidos princípios de sustentabilidade para o Semiárido, como o da regulação de estoques, aliando a pequena irrigação a outras estratégias próprias ou adaptadas a esse ambiente. Verificou-se que uma inovação produtiva, se guiada pelo princípio de diversificação de cultivos e de produtos, torna-se atrativa e fortalece as estratégias camponesas, com incidência sobre a estabilidade dos meios de vida da família. Outros espaços manejados tradicionalmente, como o quintal produtivo, poderiam se beneficiar dos mesmos princípios de sustentabilidade e investimentos de políticas e programas, quiçá com vantagens adicionais.
Abstract: This article aimed to characterize a Mandalla system managed by a farmer from state of Ceará, Brazil, and to analyze its sustainability through systemic attributes, taking as reference the peasant way of life and the coexistence with the semiarid region of Brazil. It illustrates a family whose members build up their lives based on peasant practices and values, deal with conflicts and contradictions, and use a strategy for risk reduction, where the combined production of values of use and goods seeks the reproduction of the household. The Mandalla is inserted in this context and has encouraged the farmer to experiment and adapt management and commercial practices, resulting in a production that provides food for the family with low external inputs and relative autonomy. Sustainability principles for the semiarid region were discussed, such as stock regulation, combining small irrigation with other strategies of or adapted to this environment. It was found that a productive innovation, if guided by the principle of diversification of crops and products, becomes attractive and strengthens peasant strategies, with an impact on the stability of family livelihoods. Other spaces traditionally managed, such as the productive backyard, could benefit from the same principles of sustainability and of investments of policies and programs, perhaps with additional advantages.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/32493
ISSN: 0104-1096
Appears in Collections:DEA - Artigos publicados em revista científica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_art_rvlima.pdf1,33 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.