Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/32096
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorVasconcelos, Alessandra Carvalho de-
dc.contributor.authorOliveira, Raquel Santos de-
dc.date.accessioned2018-05-21T14:45:19Z-
dc.date.available2018-05-21T14:45:19Z-
dc.date.issued2013-
dc.identifier.citationOLIVEIRA, Raquel Santos de. Evidenciação de eventos subsequentes pelas maiores companhias abertas do Brasil. 2013. 24 f. TCC (graduação em Ciências Contábeis) - Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade, Fortaleza - CE, 2013.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/32096-
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectDivulgação de informações contábeispt_BR
dc.subjectBalanço (Contabilidade)pt_BR
dc.titleEvidenciação de eventos subsequentes pelas maiores companhias abertas do Brasilpt_BR
dc.typeTCCpt_BR
dc.description.abstract-ptbrEste artigo tem por objetivo verificar o nível de evidenciação de eventos subsequentes à data do balanço observado pelas maiores empresas de capital aberto do Brasil, de acordo com os requisitos do Pronunciamento Técnico CPC 24 (2009). Caracteriza-se como um estudo descritivo, com abordagem qualitativa, através de procedimento documental. Analisou-se 82 empresas entre as 100 maiores companhias abertas listadas em Exame Melhores e Maiores 2012 (excluíram-se as empresas pertencentes ao setor de atuação financeiros e outros, e uma por apresentar ciclo operacional inferior ao adotado pelas demais). Obteve-se o nível de evidenciação contábil a partir da análise de conteúdo das Notas Explicativas, por meio de um checklist, conforme itens de divulgação do CPC 24 e dos Formulários de Referência, ambos de 2011. Os resultados do estudo demonstram que: (i) a maioria das empresas é do setor de atuação utilidade pública (energia elétrica) e do segmento de listagem Novo Mercado; (ii) a maioria das empresas pesquisadas (80%) evidenciou eventos subsequentes em Notas Explicativas e nos Formulários de Referência; (iii) fatores externos à empresa podem ter provocado a evidenciação de eventos semelhantes, o que corrobora a teoria institucional; (iv) empresas participantes do Novo Mercado apresentaram maior nível de divulgação de eventos subsequentes que não originam ajustes e maior observância dos itens de divulgação estabelecidos pelo CPC 24. Conclui-se que, em geral, as empresas apresentaram um nível de cumprimento satisfatório dos itens de divulgação do CPC 24 e que o ambiente institucional conduziu as organizações a assumirem postura isomórfica em relação à evidenciação dos eventos subsequentes.pt_BR
Appears in Collections:CIÊNCIAS CONTÁBEIS - Monografias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2013_tcc_rsoliveira.pdf557,9 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.