Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/31635
Title in Portuguese: Morfofisiologia e composição químico-bromatológica dos cultivares brs massai e brs tamani sob épocas de vedação e idades de utilização
Title: Morphophysiology and chemical composition of BRS Massai and BRS Tamani under periods of stockpiled and ages of utilization
Author: Fontinele, Renato Gomes
Advisor(s): Cândido, Magno José Duarte
Co-advisor(s): Pompeu, Roberto Cláudio Fernandes Franco
Keywords: Diferimento da pastagem
Índice de tombamento
Megathyrsus maximus
Panicum Maximum
Taxa fotossintética
Issue Date: 2018
Citation: FONTINELE, Renato Gomes Morfofisiologia e composição químico-bromatológica dos cultivares brs massai e brs tamani sob épocas de vedação e idades de utilização. 2018. 55 f. Dissertação (Dissertação em Zootecnia) – Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2018.
Abstract in Portuguese: Este trabalho foi desenvolvido com o objetivo de avaliar as trocas gasosas, morfogênese, estrutura, componentes da biomassa e composição químico-bromatológica, dos cultivares BRS Massai e BRS Tamani submetidas a duas épocas de diferimento e três idades de utilização. O experimento foi conduzido na Embrapa Caprinos e Ovinos, em Sobral - CE, no período de março a outubro de 2016. O delineamento utilizado foi o de blocos completos casualizados, seguindo um arranjo fatorial 2x2x3, sendo o BRS Massai e BRS Tamani diferidos na época chuvosa e de transição e utilizados na idade de 40; 80 e 120 dias após a vedação. As maiores (1,10 μmol.m-2.s-1) taxas de fotossíntese foliar foram registradas no cultivar BRS Massai na idade de utilização de 40 dias. Após esse período as taxas fotossintéticas decaíram e mantiveram-se equivalentes. Em ambos cultivares a maior (1,54 cm.perf-1.dia-1) taxa de alongamento foliar ocorreu no diferimento realizado na época chuvosa e utilizado na idade de 40 dias, sendo também registrado nesse período as maiores taxas de produção (111,10 kg.dia-1) e acúmulo de forragem (83,70 kg.dia-1). O maior (25,20 dias.folha-1) filocrono ocorreu aos 120 dias de vedação na época de transição para o cultivar BRS Massai. O menor (1,30) índice de tombamento ocorreu no cultivar BRS Massai diferido na época de transição e utilizado na idade de 40 dias. A maior (5720 kg de MS.ha-1) biomassa de forragem total foi observada na época chuvosa para ambos cultivares. Dentre os cultivares estudados, a maior (1,42) relação lâmina foliar/colmo foi observada na BRS Tamani. A utilização dos pastos na idade de 40 dias após o diferimento realizado na época chuvosa não afetou o teor de proteína bruta (9,62% na MS) para os cultivares estudados. Em ambos cultivares, recomenda-se o diferimento na época chuvosa e utilização nas idades de 40 a 80 dias, acima desse período maximizam-se as perdas por deterioração desaparecimento de forragem no semiárido Brasileiro.
Abstract: This study aimed to evaluate the influence of the deferment time and the age of use on gas exchange, morphogenesis, structural components, forage mass and chemical composition of the cultivars BRS Massai and BRS Tamani. The experiment was conducted at Embrapa Goats and Sheep in Sobral, State of Ceará, from March to October 2016. This was a 2x2x3 factorial randomized complete-block experimental design, with BRS Massai and BRS Tamani deferred at rainy and transition periods and used at the ages of 40, 80 and 120 days. The highest (1.10 μmol.m-2.s-1) rates of leaf photosynthesis were recorded in the BRS Massai cultivar at the age of use of 40 days. After this period the photosynthetic rates fell and remained the same. In both cultivars the highest (1.54 cm.perf-1.dia-1) leaf elongation rate occurred in the rainy season deferment and was used at the age of 40 days, and the highest production rates (111.10 kg.day-1) and forage accumulation (83.70 kg.day-1). The highest phyllochron (25.20 days. Leaf-1) occurred at 120 days of sealing at the transition time for the BRS Massai cultivar. The lowest (1.30) tipping index occurred in the cultivar BRS Massai deferred at the time of transition and used at the age of 40 days. The highest (5720 kg of MS.ha-1) total forage biomass was observed in the rainy season for both cultivars. Among the studied cultivars, the highest (1.42) leaf blade/stem ratio was observed in BRS Tamani. The use of grasses at the age of 40 days after the deferment in the rainy season did not affect the crude protein content (9.62% in DM) for the cultivars studied. In both cultivars, it is recommended the deferment in the rainy season and use in the ages of 40 to 80 days, above that period the losses by deterioration and disappearance of forage in the Brazilian semiarid are maximized.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/31635
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGZO - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_dis_ rgfontinele.pdf2,21 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.