Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/31429
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorGaspar, Danielle Macêdo-
dc.contributor.authorCosta, Ayane Edwiges Moura da-
dc.date.accessioned2018-04-25T13:09:06Z-
dc.date.available2018-04-25T13:09:06Z-
dc.date.issued2018-02-26-
dc.identifier.citationCOSTA, A. E. M. Influência do sexo e efeito preventivo dos ácidos graxos poli-insaturados ômega-3 sobre alterações comportamentais e neuro-oxidativas em animais submetidos ao modelo de esquizofrenia por desafio imune neonatal combinado a estresse na adolescência. 2018. 93 f. Dissertação (Mestrado em Microbiologia Médica) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2018.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/31429-
dc.description.abstractSchizophrenia is a neurodevelopmental disorder triggered by environmental factors, such as viral infections in early stages of life. In this context, an animal model induced by neonatal immune activation has gained evidence in recent years, with the Polyinosinic-polycytidylic acid mime virus (Poly(I:C)) as a first challenge, contributing to the vulnerability of offspring to the development of neuroimmune and behavioral abnormalities associated with stress in the puberty as a second challenge. Studies indicate that by attenuating inflammatory reactions caused by stress in adolescence, it is possible to prevent schizophrenia. It is known that omega-3, a long-chain polyunsaturated fatty acid, can reduce symptoms of schizophrenia and is a good strategy in preventing psychosis in individuals at high risk for the disorder. Based on the neuroprotective properties of omega-3, the present study evaluated the effects of this fatty acid and the influence of sex on behavioral and oxidative changes in animals submitted to the schizophrenia model induced by neonatal immune challenge, combined with adolescence stress. Swiss mice, male and female, were divided into 4 groups after birth. Poly(I:C) was administered in postnatal days (PND) 5, 6 and 7 once a day (2 mg/Kg, i.p.). From PND35 to PND43, the animals were submitted to unpredictable stress events. Administration of n-3 polyunsaturated fatty acids occurred from PND30 to PND60. Pre-pulse inhibition (PPI), social interaction, and Y maze tests, conducted between PND70 and PND72, evaluated the behavioral changes associated to the positive, negative and cognitive symptoms of schizophrenia, respectively. Reduced glutathione (GSH), nitrite and thiobarbituric acid reactive substances (TBARS) were investigated in brain areas and in the blood of the animals as adults in the search for neurobiological alterations of schizophrenia. Statistical analyzes were performed by two-way ANOVA, followed by the Tukey test. Significance level was defined as P ≤ 0.05. The results showed that male and female mice, submitted to both challenges, presented considerable deficits in IPP, social interaction and working memory. Omega-3 prevented these deficits in both sexes. Regarding the parameters of oxidative stress, the female saline group presented high levels of GSH, in comparison to male. Females submitted to both challenges exhibited reduced levels of GSH. Regarding nitrite levels, it was verified that omega-3 prevented, in females submitted to the two-hit model, the increase of nitrite levels in the prefrontal cortex (CPF), hippocampus (HC) and striatum (ST). Males submitted to neonatal immune challenge, combined with stress in adolescence, presented high levels of plasma nitrite in comparison to the saline group. Omega-3 significantly prevented the increase of TBARS levels in CPF, HC and EC of males submitted to the two-hit model. It was also observed that omega-3 prevented, in females submitted to both challenges, the increase of plasma TBARS levels. The results suggest that this polyunsaturated fatty acid is therefore an accessible and effective alternative in the prevention of behavioral and oxidative alterations related to schizophrenia.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectEsquizofreniapt_BR
dc.subjectÁcidos graxos ômega-3pt_BR
dc.titleInfluência do sexo e efeito preventivo dos ácidos graxos poli-insaturados ômega-3 sobre alterações comportamentais e neuro-oxidativas em animais submetidos ao modelo de esquizofrenia por desafio imune neonatal combinado a estresse na adolescênciapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.description.abstract-ptbrA esquizofrenia é um transtorno neurodesenvolvimental desencadeado por fatores ambientais como infecções virais em períodos iniciais da vida. Neste contexto, o modelo animal induzido pela ativação imune neonatal, pelo vírus mimético Polyinosinic-polycytidylicacid(Poly(I:C)) como um primeiro desafio, contribuindo para a vulnerabilidade da prole ao desenvolvimento de anormalidades neuroimunes e comportamentais, associado ao estresse na puberdade, como um segundo desafio tem ganho evidência nos últimos anos. Estudos apontam que, ao atenuar reações inflamatórias ocasionadas pelo estresse na adolescência, é possível prevenir a esquizofrenia. Sabe-se que os ácidos graxos poli-insaturados ω-3 (ômega-3), podem reduzir sintomas da esquizofrenia, apresentando-se como uma boa estratégia na prevenção de psicose em indivíduos com risco elevado para o transtorno. Mediante as propriedades neuroprotetoras do ômega-3, o presente estudo buscou avaliar os efeitos deste ácido graxo, bem como a influência do sexo, sobre alterações comportamentais e oxidativas em animais submetidos ao modelo de esquizofrenia por desafio imune neonatal, combinado a estresse na adolescência. Camundongos Swiss, machos e fêmeas, foram divididos em 4 grupos após o nascimento. O Poly(I:C) foi administrado durante os dias pós-natais (DPN) 5, 6 e 7, uma vez ao dia (2 mg/Kg, i.p.). Do DPN35 ao DPN43, os animais foram submetidos a eventos estressores imprevisíveis. A administração de ácidos graxos poli-insaturados ω-3 ocorreu do DPN30 ao DPN 60. Os testes de inibição pré-pulso (IPP), interação social e labirinto em Y, conduzidos entre os DPNs 70 e 72, avaliaram, respectivamente, as alterações comportamentais relacionadas aos sintomas positivos, negativos e cognitivos da esquizofrenia. Em busca de alterações neurobiológicas da esquizofrenia, foram analisados os níveis de glutationa reduzida (GSH), nitrito e substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBARS) em áreas cerebrais e no sangue dos animais quando adultos. As análises estatísticas foram realizadas por ANOVA de duas vias, seguida pelo teste de Tukey. O nível de significância foi definido como P ≤ 0,05. Os resultados mostraram que machos e fêmeas, submetidos aos dois desafios, apresentaram déficits consideráveis de IPP, interação social e memória de trabalho. O ômega-3 preveniu, em ambos os sexos, estes déficits. Quanto aos parâmetros de estresse oxidativo, verificou-se que as fêmeas do grupo salina apresentaram níveis elevados de GSH no córtex pré-frontal (CPF), hipocampo (HC), corpo estriado (CE) e plasma, em comparação aos machos.Fêmeas submetidas aos dois desafios exibiram níveis reduzidos de GSH no CPF, CE e plasma. No que se referem aos níveis de nitrito, constatou-se que o ômega-3 preveniu, em fêmeas submetidas ao modelo de dois desafios,o aumento dos níveis de nitrito noCPF, HCeCE. Machos submetidos ao desafio imune neonatal, combinado a estresse na adolescência, apresentaram níveis elevados de nitrito no plasma, em comparação ao grupo salina. O ômega-3 preveniu, de forma significativa, o aumento dos níveis de TBARS no CPF, HC e CE de machos submetidos ao modelo de dois desafios. Observou-se, ainda, que o ômega-3 preveniu, em fêmeas submetidas aos dois desafios, o aumento dos níveis de TBARS no plasma. Os resultados sugerem que este ácido graxo poli-insaturado se apresenta, portanto, como uma alternativa acessível e eficaz na prevenção de alterações comportamentais e oxidativas relacionadas à esquizofrenia.pt_BR
dc.title.enInfluence of sex and preventive effect of omega-3 polyunsaturated fatty acids on behavioral and neuro-oxidative changes in animals submitted to the schizophrenia model for neonatal immune challenge combined with stress in adolescencept_BR
Appears in Collections:DPML - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_dis_aemcosta.pdf1,81 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.