Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/31313
Title in Portuguese: Análise sociofuncionalista da variação de concordância verbal em construções de voz passiva sintética em textos jornalísticos cearenses
Author: Magalhães, Hugo Leonardo Pereira
Advisor(s): Carvalho, Hebe Macedo de
Keywords: Concordância Verbal
Variação linguística
Voz Passiva Sintética
Sociofuncionalismo
Issue Date: 2018
Citation: MAGALHÃES, Hugo Leonardo Pereira. Análise sociofuncionalista da variação de concordância verbal em construções de voz passiva sintética em textos jornalísticos cearenses. 2018. 146f. - Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Linguística, Fortaleza (CE), 2018.
Abstract in Portuguese: Nosso trabalho investiga como a realização variável de concordância verbal em construções de voz passiva sintética, com a alternância entre a presença e a ausência de marca explícita de plural no verbo de 3ª pessoa, apresenta-se no atual contexto linguístico cearense, especificamente em dois jornais locais: O Povo e Diário do Nordeste. Para isso, selecionamos 240 edições, durante o período de janeiro a dezembro de 2016, levando-se em consideração três gêneros textuais: editoriais, artigos de opinião e notícias. No total, coletamos 121 dados referentes à variação de concordância verbal com a construção de voz passiva sintética, os quais foram submetidos ao programa computacional estatístico Goldvarb X, que gerou frequências e pesos relativos que serviram de base para a descrição e análise dos dados. O programa apontou que a ausência de marca explícita de plural no verbo com a voz passiva sintética é condicionada essencialmente por dois grupos de fatores: um linguístico, forma verbal, e outro extralinguístico, gênero textual. Contudo, o número de dados em que o verbo apresenta marca explícita de plural (59,5%) mostrou-se mais representativo do que o somatório dos dados em que o verbo não consta da marca explícita de plural (40,5%). Para o desenvolvimento deste trabalho, utilizamo-nos dos pressupostos teórico-metodológicos da Sociolinguística Variacionista (LABOV, 2008), conjugados a princípios funcionalistas, em especial, o Princípio da Marcação (GIVÓN, 1995) e o Princípio da Expressividade (DU BOIS & VOTRE, 2012). Além da possível mudança em direção à indeterminação com a construção de voz passiva sintética, concluímos que, no grupo de fatores linguísticos forma verbal, as formas perifrásticas e infinitivas, especialmente com esse tipo de construção, tendem a ser realizadas sem a presença do morfema de plural, como uma manobra para reduzir ou anular o esforço de codificação, motivada em termos de expressividade e de eficácia comunicativa. Já em relação ao grupo extralinguístico gênero textual, há tendência de que formas mais marcadas ocorram em contextos mais marcados e as menos marcadas em contextos menos marcados, ou seja, formas verbais mais marcadas em construções de voz passiva sintética – com a presença de morfema de plural – tendem a ocorrer em contextos mais marcados, como no gênero textual editorial, ao passo que formas verbais menos marcadas – com a ausência de morfema de plural – tendem a ocorrer em contextos menos marcados, como no gênero textual notícia.
Abstract: Our work investigate how the variable fulfillment of verbal concord in synthetic passive voice constructions, alternating between the presence and absence of explicit mark of plural in the third person of verb forms, is presented in the current linguistic context of Ceará, specifically in two local newspapers: O Povo and Diário do Nordeste. In order to reach this goal, we selected 240 editions focusing on three textual genres: editorial, opinion article, and news from January to December, 2016. A number of 121 data concerning the variation of verbal concord with the synthetic passive voice construction was selected and submitted to the statistical computer program Goldvarb X which generated frequencies and relative weight that served as basis to the description and data analysis. The program pointed out that the absence of the explicit mark of the plural in the verb with the synthetic passive voice is subject to two groups of factors: one linguistic, verbal form; and the other extralinguistic, textual genre. However, the number of data in which the verb presents explicit mark of plural (59.5%) claimed to be more representative than the amount of data in which the verb is not present in the explicit mark of plural (40.5%). In order to develop this research, we used as theoretical-methodological basis the Sociolinguistic Variation (LABOV, 2008), attached to the functionalist principles, notably to the Markedness Principle (GIVÓN, 1995) and the Principle of Expressiveness (DU BOIS & VOTRE, 2012). Besides the possible change towards the indetermination due to the use of the synthetic passive voice, we conclude that as for the group verbal form the periphrastic and infinitive forms, especially with this type of construction. The aforementioned forms tend to be fulfilled without the presence of the plural morpheme as a device to reduce or set aside the codification effort and motivated in terms of expressiveness and communicative accuracy. As far as the extralinguistic group textual genre is concerned, there is a tendency that more marked forms occur in contexts that are more marked and less marked forms occur in contexts that are less marked as well. In summary, more marked verbal forms in synthetic passive voice – with the presence of a plural morpheme - tend to appear in contexts that are more marked such as in textual genre editorial whereas less marked verbal forms – absence of plural morpheme – tend to occur in contexts that are less marked such as in the news textual genre.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/31313
Appears in Collections:PPGL - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_dis_hlpmagalhaes.pdf1,56 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.