Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/31183
Title in Portuguese: Termorregulação de bovinos leiteiros confinados em instalação compost barn em Região Semiárida
Title: Thermoregulation of dairy cattle confined to the Compost barn in semi-arid region
Author: Peixoto, Maria Simone Mendes
Advisor(s): Barbosa Filho, José Antonio Delfino
Keywords: Ambiência
Confinamento
Geoestatística
Vacas leiteiras
Issue Date: 2017
Citation: PEIXOTO, M. S. M. Termorregulação de bovinos leiteiros confinados em instalação compost barn em Região Semiárida. 2017. 78. f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) – Centro de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2017.
Abstract in Portuguese: O estudo analisou as respostas termorreguladoras, fisiológicas e comportamentais de vacas leiteiras confinadas em instalação do tipo Compost barn, sob as condições climáticas do semiárido brasileiro. Para isso, foram realizadas operações de monitoramento ambiental em uma fazenda comercial situada no município de Quixadá, localizada no Estado do Ceará – Brasil. As avaliações foram feitas durante cinco meses, compreendendo o período de outubro de 2016 a fevereiro de 2017, por meio de coletas nos turnos manhã e tarde, em um galpão que abrigava um lote com média de 25 vacas em lactação da raça Holandesa, por meio de delineamento inteiramente casualizado. Os parâmetros ambientais foram analisados por meio da instalação de miniestações meteorológicas no galpão, a fim de coletar e armazenar dados referentes à temperatura e umidade relativa do ar. O conforto das vacas foi analisado com base na avaliação da frequência respiratória e temperatura superficial da pele, bem como por estudo de mapas de krigagem obtidos a partir do monitoramento da temperatura da cama, e avaliação do Índice de Temperatura do Globo e Umidade (ITGU) e do Índice Entalpia de Conforto (IEC). A análise dos parâmetros comportamentais foi realizada por meio de Etogramas, objetivando-se obter informações como, preferências de escolha por área de cama, percentagem de vaca deitada, tempo de vaca deitada, dentre outros. Durante as semanas de coleta nos meses de outubro e novembro, a temperatura do ar (ºC) em ambos os turnos, apresentou valores médios mais elevados, observando-se que todos os meses diferiram estatistacamente (p < 0,05) para a referida variável, de forma que os valores se mostraram elevados para a raça Holandesa, indicando condição de desconforto térmico aos animais, durante todo o período experimental. Os registros de umidade relativa do ar (%), no turno da manhã, sinalizaram valores satisfatórios para o manejo da raça, exceto para o mês de outubro. Em contrapartida, a umidade relativa do ar, no turno da tarde, apresentou registros consideravelmente baixos, em todos os meses, avaliados. Por meio dos mapas de krigagem foi possível observar que a temperatura superficial da cama foi mais elevada nos meses em que a temperatura do ar também foi maior. Observou-se que nas áreas as quais não possuíam ventiladores, a temperatura superficial da cama apresentou valores mais elevados em comparação às áreas ventiladas, em ambos os turnos. Tais resultados puderam ser compreendidos ao se observar que os parâmetros fisiológicos sinalizaram estresse térmico, durante todo o período experimental, sendo que os dois primeiros meses (outubro e novembro) apresentaram valores de desconforto mais acentuados. A avaliação do Etograma demonstrou que as vacas optaram por descansar nas áreas de cama onde a temperatura foi mais branda, independente da ventilação artificial. Este comportamento de escolha provavelmente aconteceu devido à ineficiência e/ou má distribuição dos ventiladores no galpão, fazendo com que as vacas optassem por priorizar a ventilação natural ao longo do galpão.
Abstract: The study analyzed the thermoregulatory, physiological and behavioral responses of dairy cows confined in a Compost barn installation, under the climatic conditions of the Brazilian semiarid. For this, environmental monitoring operations were carried out in a commercial farm located in the municipality of Quixadá, located in the State of Ceará - Brazil. The evaluations were carried out during five months, covering the period from October 2016 to February 2017, through collections in the morning and afternoon shifts, in a shed that housed a lot with an average of 25 lactating Holsteins cows of completely randomized design. The environmental parameters were analyzed by means of the installation of meteorological minima in the shed, in order to collect and store data regarding temperature and relative humidity. The comfort of the cows was analyzed based on the evaluation of the respiratory rate and superficial temperature of the skin, as well as the study of kriging maps obtained from the monitoring of bed temperature and evaluation of Black Globe Temperature and Humidity Index (BGHI) and the Enthalpy Comfort Index (ECI). The analysis of the behavioral parameters was performed by means of Ethograms, aiming to obtain information such as preferences for bed area, percentage of cow lying down, cow time lying down, among others. During the collection weeks in October and November, the air temperature (ºC) in both shifts, presented higher mean values, observing that all months differed statistically (p <0.05) for this variable, so that the values were high for the Holstein breed, indicating condition of thermal discomfort to the animals, throughout the experimental period. Relative air humidity (%) records, in the morning shift, indicated satisfactory values for the management of the breed, except for the month of October. On the other hand, the relative humidity of the air, in the afternoon shift, presented very low records, in each month, evaluated. By means of the kriging maps it was possible to observe that the bed surface temperature was higher in the months when the air temperature was also higher. It was observed that in the areas which did not have ventilators, the bed surface temperature presented higher values in comparison to the ventilated areas, in both shifts. These results could be understood by observing that the physiological parameters signaled thermal stress throughout the experimental period and the first two months (October and November) showed more marked discomfort values. The evaluation of the Ethogram showed that cows chose to rest in bed areas where the temperature was milder, independent of artificial ventilation. This behavior of choice probably happened due to the inefficiency and / or poor distribution of the ventilators in the shed, making the cows choose to prioritize the natural ventilation throughout the shed.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/31183
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGENA - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_dis_msmpeixoto.pdf1,89 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.