Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/31057
Title in Portuguese: Taxas de depreciação contábil versus fiscal após a adoção das IFRS no Brasil: há diferenças?
Author: Sousa, Marcos Honório de
Advisor(s): Alencar, Roberta Carvalho de
Keywords: Contabilidade - Normas
Depreciação (Economia)
Issue Date: 2014
Citation: SOUSA, Marcos Honório de. Taxas de depreciação contábil versus fiscal após a adoção das IFRS no Brasil: há diferenças? 2014. 16 p. TCC (graduação em Ciências Contábeis) - Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade, Fortaleza-CE, 2014.
Abstract in Portuguese: A contabilidade brasileira vem passando nos últimos anos por um processo de convergência aos padrões internacionais. A partir de 2010 foi exigida a adoção total das normas internacionais, traduzidas e publicadas pelo CPC. Dentre as mudanças trazidas por esse processo, destaca-se o novo tratamento dado a depreciação do ativo imobilizado no que tange as taxas utilizadas pelas entidades. Observando que o período de vigência dessas normas é relativamente curto, é importante verificar como está o andamento dessas mudanças de fato, pois isso passa por uma modificação das práticas dos profissionais. Tem-se, então, que o objetivo dessa pesquisa é analisar o nível de utilização pelas sociedades de capital aberto listadas na BM&FBovespa de taxas de depreciação distintas das admitidas pelo fisco. Foi analisada uma amostra final com 41 sociedades de capital aberto dentre as 50 com os maiores valores em imobilizado. Constatou-se um percentual elevado de taxas distintas das fiscais, apesar da moda nas amostras coincidir com a taxa fiscal. Também que a maioria das empresas revisa a vida útil e valor residual, mas poucas são claras quanto aos resultados.
Abstract: The Brazilian accounting has experienced in recent years through a process of convergence with international standards. As of 2010 was required full adoption of international standards, translated and published by the CPC. Among the changes brought about by this process, there is the new treatment of depreciation of fixed assets regarding the rates used by the entities. Noting that the period of application of these standards is relatively short, it is important to check how the progress of these fact changes is as it undergoes a modification of the practices of professionals. There is, then, that the goal of this research is to analyze the level of use by public companies listed on the BM & FBovespa of different depreciation rates allowed by the tax authorities. A final sample of 41 public companies among the 50 with the highest values in fixed assets was analyzed. It found a high percentage of different rates of tax, despite the fashion in the samples match the tax rate. Also that most companies reviews the useful life and residual value, but few are clear about the results.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/31057
Appears in Collections:CIÊNCIAS CONTÁBEIS - Monografias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2014_tcc_mhsousa.pdf502,23 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.