Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/30898
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorMartins, Eduardo Sávio Passos Rodrigues-
dc.contributor.authorÁvila, Marcus Vinicius de Abreu-
dc.date.accessioned2018-04-10T12:09:58Z-
dc.date.available2018-04-10T12:09:58Z-
dc.date.issued2013-
dc.identifier.citationÁVILA, M. V. de A. (2013)pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/30898-
dc.descriptionÁVILA, M. V. de A. Avaliação do impacto de mudanças climátivas na hidrologia em duas bacias hidrográficas na Região Nordeste e possivel alocação de água. 2013. 48 f. Monografia (Graduação em Oceanografia) - Instituto de Ciências do Mar, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2013.pt_BR
dc.description.abstractThe Northeast of Brazil is the country’s most vulnerable region to climatic variability and possibly to climate change as well. Historical records reveal a large number of droughts events with considerable impacts to its population, although vulnerability has been reduced through investments in water infrastructure and management. An increase in temperature in the region, as indicated by global climate models, associated with changes in the temporal and spatial distribution of precipitation, can represent a significant impact on both the availability of water and the water demand in the region. This study employed statistical regression in order to downscale precipitation and temperature from three global climate models (GCM), which are part of the Coupled Model Inter-comparison Project Phase 3 (CMIP3). Using the downscaled precipitation and temperature variables, a calibrated lumped hydrological model was used to evaluate changes in the patterns of runoff generation in the sub-basins of the two main river basins of Ceará and rio Grande do Norte: Banabuiú, Castanhão and Orós for the Jaguaribe River Basin; Coremas-Mãe D'água and Armando Ribeiro Gonçalves for the Piranhas-Açu River Basin. For the present, it was used the period 1971-2000, which was used as comparison of the future changes in precipitation, temperature, potential evapotranspiration and runoff. The future scenarios were the SRES A2 and B1 for the period 2041-2070. In terms of average annual rainfall, in general, for both future scenarios, the regionalization of this variable from the adopted GCMs for all sub-basins did not represent significant changes. Regarding the mean annual evapotranspiration, for both future scenarios, all sub-basins showed increases, which combined with the increase in the inter-annual variability of rainfall generally resulted in significant changes in the runoff regime of the studied sub-basins.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherInstituto de Ciências do Marpt_BR
dc.subjectClimapt_BR
dc.subjectMudanças climáticaspt_BR
dc.subjectHidrologiapt_BR
dc.titleAvaliação do impacto de mudanças climátivas na hidrologia em duas bacias hidrográficas na Região Nordeste e possivel alocação de águapt_BR
dc.typeTCCpt_BR
dc.description.abstract-ptbrO Nordeste do Brasil é a região mais vulnerável do país à variabilidade de clima e, possivelmente, para a mudança climática também. Registros históricos revelam um grande número de eventos de seca com impactos consideráveis para a sua população, apesar da vulnerabilidade ter sido reduzida por meio de investimentos em infra-estrutura e gestão da água. Um aumento na temperatura na região, como indicado por modelos globais do clima, associado a alterações na distribuição temporal e espacial da precipitação, podem representar um impacto significativo sobre a disponibilidade e a necessidade de água na região. Este estudo empregou regressão estatística para downscaling, precipitação e temperatura de três modelos climáticos globais (GCM), que fazem parte do modelo acoplado comparação Inter-Fase do Projeto 3 (CMIP3). Usando dados de precipitação e downscaling, e variáveis de temperatura, um modelo calibrado de aglomerados hidrológico foi usado para avaliar as mudanças nos padrões de geração de escoamento nas sub-bacias das duas principais bacias hidrográficas do Ceará e Rio Grande do Norte: Banabuiú, Castanhão e Orós para a Bacia do Rio Jaguaribe; Coremas-Mãe D'água e Armando Ribeiro Gonçalves para a bacia do Piranhas-Açu. Para o presente, utilizou-se o período de 1971-2000, o qual foi usado como comparação das alterações futuras na precipitação, temperatura, evapotranspiração potencial e do escoamento. Os cenários futuros foram a SRES A2 e B1, para o período 2041-2070. Em termos de precipitação média anual, em geral, para os dois cenários futuros, a regionalização desta variável dos GCMs adotadas para todas as sub-bacias não representam mudanças significativas. Em relação a evapotranspiração média anual, para ambos os cenários futuros, todas as sub-bacias apresentaram aumentos, o que combinado com o aumento da variabilidade inter-anual da precipitação geralmente resultaram em mudanças significativas no regime de escoamento da sub-bacias estudadas.pt_BR
Appears in Collections:OCEANOGRAFIA - TCC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2013_tcc_mvdeaavila.pdf2,11 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.