Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3068
Title in Portuguese: Políticas de estado e correlação de forças locais: hegemonia e contradição na expressão real das Instituições Federais de Educação Profissional.
Title: Politics of State and Correlation of Local Strength: hegemony and in the real expression of the institutions of you federate into contradiction of professional education
Author: Oliveira, Elenilce Gomes de
Advisor(s): Arrais Neto, Enéas de Araújo
Keywords: Estado
Educação profissional
Política
State
Professional education
Ensino profissional - Política governamental - Fortaleza(CE) - 1996-2006
Ensino técnico - Política governamental - Fortaleza(CE) - 1996-2006
Educação e estado - Fortaleza(CE) - 1996-2006
Issue Date: 2007
Publisher: http://www.teses.ufc.br
Citation: OLIVEIRA, Elenilce Gomes. Políticas de estado e correlação de forças locais: hegemonia e contradição na expressão real das Instituições Federais de Educação Profissional. 2008. 232f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Educação, Programa de Pós-graduação em Educação Brasileira, Fortaleza-CE, 2008.
Abstract in Portuguese: Esta tese trata das mudanças na educação profissional brasileira, no que concerne à organização curricular-pedagógica, gestão e financiamento nos centros federais de educação tecnológica, sobretudo no período 1996-2006. O objetivo é o de evidenciar as articulações político-econômicas e sociais hegemônicas – aglutinadas no âmbito do Estado brasileiro, na educação profissional pública – analisando como as instituições federais de educação profissional lidam com esses interesses. O acompanhamento dos embates em torno das políticas implicou retrocessos e avanços, suscitando as seguintes indagações: De que modo os interesses político-econômicos e sociais hegemônicos, aglutinados no âmbito do Estado brasileiro, se espraiam na educação profissional pública? Como as instituições federais de educação profissional lidam com esses interesses? Na análise, assumiu-se o referencial teórico gramsciano, com base, sobretudo, nas categorias Estado ampliado, revolução passiva, hegemonia e ideologia. Abordou-se uma instituição pública federal de educação profissional, onde vinte e dois sujeitos – professores e servidores administrativos – foram entrevistados, visando a identificar como os sujeitos lidam com essas mudanças. Apontou-se a incorporação das reivindicações dos dominados, de modo a atenuar os conflitos e contradições que estão na base da estrutura desigual da sociedade capitalista. Considerou-se o contexto onde ocorrem as políticas para educação profissional e sua interface com os organismos internacionais, ou seja, a rejeição ao Estado nacional desenvolvimentista e conjugação do neoliberalismo e “terceira via”; foram analisados os planos e programas do âmbito da esfera federal e, por fim, buscou-se examinar como essas políticas são apreendidas no âmbito escolar; e, por fim, sinalizou-se, de um lado, o uso da legislação por parte da sociedade política, em que o Estado conduz a revolução passiva educacional e, de outro, a construção do consenso no âmbito da sociedade civil, resultando em que essas modificações – sejam favoráveis ou desfavoráveis aos trabalhadores – se relacionam e se alteram, sob o pêndulo da correlação de forças sociais.
Abstract: This project is about the changes in the Brazilian professional education, related to the pedagogical-curriculum organization, management and financing in the federal centers of technological education, above all in the period of 1996-2006. The purpose is to emphasize the politico-economical and social supremacy articulation − agglutinated to the ambit of the Brazilian State in the public professional education − analyzing how the federal educational institutions deal with these interests. The following up related to the politics implied in advancement and retrocession, leading to some questions: How do the politico-economical and social interests agglutinated to the ambit of the Brazilian State spread into public professional education? How do the federal educational institutions deal with these interests? It has been assumed in this the theoric-referential “gramsciano” based above all in the categories amplified state, passive revolution supremacy and ideology. A federal public institution of professional education has been approached, where twenty-two people – teachers and civil servants, were interviewed in order to find out how the people deal with the changes. It has been pointed out the claim of the dominated trying to decrease the conflicts and contradictions that are part of the base in the irregular structure of the capitalistic society. Considering the context where the politics to professional education and its interface with the international members occur, which means the rejection to the national-developmental state, the conjugation of the neo-liberalism and third path. The plans and the programs in the federal context have been examined and finally how these politics are retained in the schooling ambit and in the end has been analyzed out in one hand the political society use of he legislation where the state drives to a passive educational revolution, and in the other hand the building of the consensus of the civil society, resulting in creating favor or against changes to the employees, that are connected and influence by themselves, according to the correlation of the social power.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3068
metadata.dc.type: Tese
Appears in Collections:PPGEB - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2007_Tes_EGOliveira.pdf1,08 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.