Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/30075
Title in Portuguese: Administrando a resistência às mudanças através do desenvolvimento organizacional: um estudo de caso aplicado no banco xxx
Author: Castro, Ciciliana Sampaio Gomes Lobo de
Advisor(s): Rocha, Fabiano
Keywords: Desenvolvimento organizacional
Bancos
Issue Date: 2013
Citation: CASTRO, Ciciliana Sampaio Gomes Lobo de. Administrando a resistência às mudanças através do desenvolvimento organizacional: um estudo de caso aplicado no banco xxx. 2013. 60 f. TCC (graduação em Administração) - Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade, Fortaleza-CE, 2013.
Abstract in Portuguese: As organizações vêm sendo, ao longo do tempo, continuamente transformadas. As mudanças são a única constante em suas rotinas e, cada vez mais, requerem adaptabilidade e flexibilidade. Aqueles que estão inseridos nesse ambiente mutável e inconstante merecem alguns cuidados especiais para que, deste modo, não apresentem muita resistência. Compreende-se que a resistência é um processo natural que ocorre durante a mudança, independente da proporção atingida por esta. As pessoas resistem por não estarem preparadas para romper as suas rotinas. Para amenizar desgastes e o atraso no processo de implantação das mudanças, os gestores têm investido em ações que buscam integrar seus colaboradores no processo, dentre as quais se destacam as práticas de desenvolvimento organizacional. Assim, foi exposta, inicialmente, uma abordagem teórica referente à mudança, à resistência e ao desenvolvimento organizacional a fim de dar suporte ao trabalho. Em seguida, foi realizada uma pesquisa para avaliar como os colaboradores da instituição se sentem diante das mudanças e como os mesmos avaliam os seus gestores.
Abstract: Organizations are being, over time, continuously processed. The changes are the only constant in their routines and, increasingly, require adaptability and flexibility. Those included in this changing environment and shifting deserve special care so that, therefore, did not show much resistance. It is understood that the resistance is a natural process that occurs during the change, regardless of the rate achieved by this. People resist because they are not prepared to break their routines. To minimize wear and delay in the deployment process of change, managers have invested in stocks that seek to integrate its employees in the process, among which we highlight the practices of organizational development. Thus, it was exposed initially referring to a theoretical change resistance and organization development to support the work. Then a search was conducted to assess how employees feel about the institution of the changes and how they evaluate their managers.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/30075
metadata.dc.type: TCC
Appears in Collections:ADMINISTRAÇÃO - Monografias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2013_tcc_csglcastro.pdf922,37 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.