Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/30052
Title in Portuguese: Os meandros do habitar na metrópole: expansão urbana e controle territorial na produção do litoral de Fortaleza
Title: The inhabit meanderings in metropolis: urban expansion and territorial control in the production of Fortaleza’s coast
Author: Cavalcante, Eider de Olivindo
Advisor(s): Silva, José Borzacchiello da
Keywords: Urbanização
Habitar
Litoral
Controle
Resistência
Issue Date: 2017
Citation: CAVALCANTE, E. O. (2017)
Abstract in Portuguese: A presente pesquisa intenta, a partir do método regressivo-progressivo, apreender a produção urbana da frente marítima de Fortaleza, investigando, sobretudo, as concepções, materializações e consequências das estratégias de controle territorial empregadas pelo aparato estatal-empresarial local. Por um longo período de tempo, Fortaleza manteve apenas ligações parciais com suas zonas de praia, que permaneceram relativamente afastadas das práticas sociais citadinas e da expansão da malha urbana formal, possibilitando a transformação do espaço litorâneo da cidade em um dos maiores refúgios de pescadores artesanais marítimos do estado. Os desvalorizados terrenos próximos ao mar também vão constituir-se como territórios de resistência e inserção na cultura urbana para retirantes oriundos dos sertões, diante das ações que buscavam conter o acesso desse contingente populacional à zona urbana estabelecida, como também diante da prática rentista dos latifundiários urbanos e das dificuldades de emprego e renda. Entretanto, no decorrer da segunda metade do século XX, o espaço litorâneo torna-se um dos mais valorizados e disputados da cidade, fazendo com que o poder público começasse a efetivar diversificadas intervenções de incorporação e renovação urbana. Hoje, o segmento que compreende os bairros Praia de Iracema, Meireles e Mucuripe é marcado pelo vigor do entrelaçamento entre as dinâmicas imobiliária e turística, caracterizado pelo elevado preço do solo urbano, pela concentração de condomínios multifamiliares e hotéis de alto padrão e pelas melhores condições de acesso aos serviços e redes de infraestrutura urbana. Ao mesmo tempo, Fortaleza mantém uma importante particularidade no tocante à ocupação de sua frente marítima, visto que se caracteriza pela expressiva distribuição de assentamentos habitacionais de baixa renda que ainda apresentam variados padrões e graus de irregularidade e precariedade urbana. No atual contexto de empreendedorismo na governança urbana, da emergência do planejamento estratégico e do movimento na direção da “revitalização” de áreas urbanas centrais e de frentes de água, observa-se um novo fortalecimento de intervenções seletivas em áreas-chave da cidade, transformando esses assentamentos que permaneciam como reserva territorial em fronteiras primordiais de expansão imobiliária e turística de Fortaleza. Novas intervenções são pensadas e efetivadas buscando fomentar a inserção competitiva da cidade nos fluxos da economia global, gerando novos conflitos e formas de resistência. O longo e permanente confronto entre as estratégias de controle territorial e a prática criativa da resistência popular é a marca fundante e indissociável da produção urbana do litoral de Fortaleza.
Abstract: The present research seeks, from the regressive-progressive method, to grasp the urban production of the waterfront of Fortaleza, investigating, mainly, the conceptions, materializations and consequences of the strategies of territorial control applied by the local state-business apparatus. For a long period of time, Fortaleza just kept partial connections to its beach areas, which remained relatively away from urban-social practices and also from expansion of the formal urban network, allowing the city’s transformation of the space coast into one of the biggest artisanal maritime fishermen refuges of the State. The devalued land near to the sea also constitutes as territories of resistance and insertion in the urban culture to migrants coming from sertões, given the actions that sought to contain the access of this population contingent to the established urban zone, as well as to the rentier practice of urban landowners and difficulties about employment and income. However, during the second half of the 20th century, the coastal area becomes one of the most disputed and valued in the city, provoking public authority to begin to implement diversified interventions of incorporation and urban renewal. Nowadays, the segment that embraces Praia de Iracema, Meireles and Mucuripe neighbourhoods is characterized by the force of the interweaving between real estate and tourist dynamics, characterized by the high price of urban land, concentration of multifamily condominiums and high-standard hotels and also the best access conditions to urban infrastructure services and networks. At the same time, Fortaleza maintains an important peculiarity regarding the occupation of its waterfront, since it is characterized by the significant distribution of low-income housing settlements that still present diverses patterns and degrees of irregularity and urban precariousness. In the current context of entrepreneurship in urban governance, the emergence of strategic planning and the movement towards to "revitalization" of central urban areas and waterfronts, there is also a new strengthening of selective interventions in key areas of the city, transforming these settlements that remained as territorial reserve in primordial borders of real estate and tourist expansion of Fortaleza. New interventions are designed and implemented to foster the competitive insertion of the city into the global economy, generating new conflicts and forms of resistance. The long and permanent confrontation between the strategies of territorial control and the creative practice of popular resistance is the founding and inseparable mark of the urban production of the coast of Fortaleza.
Description: CAVALCANTE, Eider de Olivindo. Os meandros do habitar na metrópole: expansão urbana e controle territorial na produção do litoral de Fortaleza. 2017. 269 f. Tese (Doutorado em Geografia)-Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2018.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/30052
metadata.dc.type: Tese
Appears in Collections:DGR - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_tese_eocavalcante.pdf26,56 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.