Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/29922
Title in Portuguese: Concentração produtiva e tecnológica no paradigma industrial flexível: a influência dos ativos intangíveis na competitividade das empresas multinacionais
Author: Debaco, Eduardo Scotti
Advisor(s): Melo, Maria Cristina Pereira de
Keywords: Empresas multinacionais
Issue Date: 2000
Citation: DEBACO, Eduardo Scotti.Concentração produtiva e tecnológica no paradigma industrial flexível: a influência dos ativos intangíveis na competitividade das empresas multinacionais. 2000. 121f. - Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós Graduação em Economia, CAEN, Fortaleza (Ce), 2000.
Abstract in Portuguese: Inicialmente, realizou-se um levantamento bibliográfico buscando identificar as principais teorias relacionadas à expansão das EMNs e seu comportamento na disputa por mercados onde a tecnologia é um fator cada vez mais importante. O resultado desta revisão de literatura pode ser visto no capítulo 2, onde é discutida a expansão das EMNs, e no capítulo 3, onde discute-se os acordos de colaboração entre empresas. No capítulo 4, é apresentada a escola evolucionista, debatendo-se o progresso técnico e as inovações tecnológicas. A partir da análise teórica foram construídas 4 hipóteses refutáveis para serem confrontadas com os dados empíricos, apresentadas no quinto capítulo. Da abordagem evolucionista foram extraídas duas hipóteses: o progresso técnico é cumulativo e as empresas originárias de países com sistemas de inovação mais eficientes são mais competitivas. Outro aspecto testado foram as conseqüências do Investimento Externo Direto (IED). Finalmente, discute-se o crescimento do número de alianças estratégicas e as conseqüências para a concentração industrial. As três primeiras hipóteses foram testadas com o auxílio do instrumental econométrico enquanto a quarta hipótese foi analisada apenas de forma qualitativa. Os resultados desta análise podem ser encontrados no quinto capítulo e as conclusões, no sexto.
Abstract: First, it was made a bibliographic revision when are searched the main theories of MNE's growth and her competitive strategies on markets where technology become a decisive factor. The results of that stage can be read in chapter 2, where are discussed the MNE's strategies, and in chapter 3, where are analyzed the technological collaboration between enterprises. The evolutionist approach is presented in fourth chapter, when the technical progress and the technological innovations are discussed. From this revision are constructed 4 hypotheses to be tested in confrontation with empirical data, presented in chapter 5. The evolutionist approach gets 2 hypotheses: the technological progress is cumulative and the enterprises from home countries where the national system of innovation is more efficient are more competitive. Other point tested is the consequences ofForeign Direct Investment (FDI). Finally, it is discussed the growth of strategic partnership and the consequences for industrial concentration. The three first hypotheses were tested with econometrics techniques and fourth hypothesis is analyzed qualitatively. The results of analyses can be searched in the fifth chapter and the conclusions, in sixth.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/29922
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:CAEN - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2000_dis_esdebaco.pdf72,95 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.