Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/29917
Title in Portuguese: Práticas de consumo sustentável: a percepção do indivíduo sobre a sua própria responsabilidade, de outras pessoas e do governo
Title: Practices of sustainable consumption: the perception of the individual about his own responsibility, of other people and of the government
Author: Bezerra, Aline Nogueira
Advisor(s): Silva, Áurio Lúcio Leocádio da
Keywords: Consumo
Sustentabilidade
Comportamento do consumidor
Consumo Sustentável
Issue Date: 2017
Citation: BEZERRA, Aline Nogueira. Práticas de consumo sustentável: a percepção do indivíduo sobre a sua própria responsabilidade, de outras pessoas e do governo. 2017. 145 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade, Programa de Pós-graduação em Administração e Controladoria, Fortaleza-CE, 2017.
Abstract in Portuguese: Os atuais níveis e padrões de consumo têm sido apontados como comportamentos que comprometem a qualidade de vida. No entanto, consumir é uma atividade inerente à existência do ser humano. Diante desse cenário, torna-se indispensável transformar o consumo em uma atividade sustentável de forma que atenda às necessidades das atuais gerações sem comprometer a satisfação das necessidades das gerações futuras mantendo-se um equilíbrio com o ambiente natural, origem de recursos e destino de resíduos das práticas de consumo. As práticas de consumo recebem influências de variáveis que transcendem as características individuais e próprias de cada consumidor, como por exemplo, a influência de outras pessoas e do governo. Essa pesquisa objetiva analisar a percepção do consumidor sobre a influência de si próprio, de outras pessoas e do governo nas práticas de consumo sustentável. Foi realizado um levantamento quantitativo por meio da escala de consumo sustentável de Ribeiro e Veiga (2011) para mensurar as práticas de consumo do indivíduo residente em Fortaleza (CE), maior de 25 anos, que possui renda própria e com nível de escolaridade médio completo ou superior. Os resultados encontrados são congruentes com os estudos de Azjen (1991), Eden (1993) e Portilho (2008) e indicam que o consumidor tende a executar condutas comportamentais sustentáveis quando se auto atribui a responsabilidade por consumir sustentavelmente. As outras pessoas não foram percebidas pelos respondentes dessa pesquisa como influenciadores para a adoção e prática de condutas comportamentais sustentáveis, o que contraria a literatura (PORTILHO, 2008; STERN et al, 1999). Quanto à influência do governo, os resultados dessa pesquisa sugerem que quanto mais o indivíduo percebe a participação do governo no desempenho das práticas sustentáveis, mais ele próprio, indivíduo, se motiva para praticar as condutas de comportamento sustentável.
Abstract: Current levels and patterns of consumption have been identified as behaviors that compromise quality of life. However, consuming is an activity inherent in the existence of the human being. Given this scenario, it becomes indispensable to transform consumption into a sustainable activity in a way that meets the needs of the current generations without compromising the satisfaction of the needs of future generations, maintaining a balance with the natural environment, origin of resources and destination of residues consumption practices. Consumption practices are influenced by variables that transcend individual and individual characteristics of each consumer, such as the influence of other people and government. This research aims at analyzing consumer perceptions about the influence of himself/herself, other people and government on sustainable consumption practices. A quantitative survey was carried out using the Ribeiro and Veiga´s sustainable consumption scale (2011) to measure the consumption practices of individuals residing in Fortaleza (CE), over 25 years of age, who have their own income and have a complete high school level or superior. The results are consistent with Azjen (1991), Eden (1993) and Portilho (2008) studies and indicate that the consumer tends to perform sustainable behavioral behaviors when he or she attributes to himself/herself the responsibility for consuming sustainably. The other people were not perceived by the respondents of this research as influencers for the adoption and practice of sustainable behavioral behaviors, contrary to the literature (PORTILHO, 2008; STERN et al., 1999). As for government influence, the results of this research suggest that the more the individual perceives government participation in the performance of sustainable practices, the more he or she is motivated to practice behaviors of sustainable behavior.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/29917
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPAC - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_dis_anbezerra.pdf1,02 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.