Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/29454
Title in Portuguese: Artefatos de contabilidade gerencial e maximização de valor em empresas de capital aberto do Brasil
Author: Morais, Osvaldo de Oliveira
Advisor(s): Coelho, Antonio Carlos Dias
Keywords: Contabilidade gerencial
Artefatos de contabilidade gerencial
Maximização de valor
Desempenho operacional
Issue Date: 2011
Citation: MORAIS, Osvaldo de Oliveira. Artefatos de contabilidade gerencial e maximização de valor em empresas de capital aberto do Brasil. 2011. 140 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade, Programa de Pós-graduação em Administração e Controladoria, Fortaleza-CE, 2011.
Abstract in Portuguese: Nesta pesquisa, buscou-se examinar qual a relação existente entre a implementação de artefatos de contabilidade gerencial e a maximização do valor das empresas de capital aberto no Brasil, entendendo que a concretização da maximização do valor decorre de vários fatores, dentre os quais da implementação e uso de artefatos de contabilidade gerencial. Estes artefatos têm por finalidade suprir os gestores com informações financeiras e não financeiras, à medida que desempenham suas tarefas. Considerando-se o ambiente competitivo e desafiador das empresas, bem como as constantes mudanças e a diversidade de informações, garantir assertividade na tomada de decisões torna-se fator crítico de sucesso para as empresas. Adotou-se, para a fundamentação e estruturação metodológica, a pesquisa do tipo exploratória, com abordagem quantitativa. Para atingir os objetivos, foram adotadas duas estratégias de pesquisa: a bibliográfica e a documental. A pesquisa abrangeu o período de 2000 a 2009, entendendo como adequado conduzir pesquisa para identificar como evoluiu a implementação dos artefatos em período posterior ao das pesquisas realizadas pelos autores consultados. Os dados das empresas da pesquisa foram coletados juntos à Economática, por meio da qual se tem acesso às informações financeiras das empresas de capital aberto, seguindo as regras e padrões estabelecidos pelo Banco Central e CVM. Paralelamente, demandou-se, mediante a aplicação de questionário junto às empresas de capital aberto listadas na BM&FBOVESPA, identificar quais artefatos de contabilidade gerencial essas empresas fazem uso e desde quando estão implementados. Foram feitas relações de causa e efeito entre os grupos de segmentos de empresas, evolução no uso dos artefatos de contabilidade gerencial e a maximização de valor, procurando-se, por meio de técnicas estatísticas de regressão linear múltipla, com a adoção da técnica de dados em painel aproximar e descobrir as relações entre eles. Em resumo, investigou-se e evidenciou-se, por meio do teste da hipótese de que os artefatos de contabilidade gerencial contribuem positivamente para se chegar a uma tomada de decisão direcionada ao conceito de maximização de valor. Os resultados permitiram constatar a existência, para a amostra considerada, de associação entre maximização de valor, mensurado pela dimensão do mais alto desempenho operacional, estimado pelo Retorno sobre o Ativo, e implantação de artefatos de contabilidade gerencial. A hipótese da pesquisa não pôde ser rejeitada, considerando que a implementação de artefatos de contabilidade gerencial, de forma continuada, com vistas a modernizar a contabilidade gerencial contribui para maximizar o desempenho operacional das empresas amostradas; infere-se, ainda, que o tipo de artefato e sua modernidade e atualização tendem a ser mais relevantes que a simples quantidade de artefatos implementados.
Abstract: This research aimed to examine the existing relation between the implementation of managerial accountancy artifacts and maximization of value of publicly traded companies in Brazil, considering that value maximization depends on several factors, for instance, the implementation and use of managerial accountancy artifacts. These artifacts are meant to support managers, during their tasks, with financial and non-financial information. Given the challenging and competitive environment where companies operate, as well as constant changes and information diversification, guarantee assertiveness decision-making becomes a critical factor to company success. This research has adopted the quantitative approach and exploratory survey in order to achieve both the foundation as the methodological structure. To achieve the final goals, were employed both strategies the bibliography and the documentary survey. The research was conducted from 2000 until 2009, aimed to identify how artifacts implementation have evolved in later period of surveys conducted by consulted authors. The data about the surveyed companies were obtained at Economática, an agency that has access to financial information about publicly traded companies, in compliance with regulations and standards set by Brazilian Federal Reserve, known as Banco Central and the CVM, the Brazilian securities commission. In the meantime, the publicly traded companies listed at BM&FBOVESPA stock exchange filled out a questionnaire in order to reveal which managerial accountancy artifacts that have been used and their implementation date. Cause and effect relations were made between company segment groups, and well as the use evolution of managerial accountancy artifacts and value maximization. By applying statistical techniques of multiple linear regression as well as the adoption of the panel data, in order to compare and find out the existing relations between them. In sum, after investigations, it became evident through the hypothesis test that the managerial accountancy artifacts positively contributed to make decisions related to the conception of value-maximization. From the sample considered, results led to the recognition of the existence of relations between value maximization measured by the dimension of the highest operational performance, estimated by the return on Assets, and by implementation of managerial accountancy artifacts. The survey’s hypothesis could not be rejected, considering that the continual implementation of managerial accountancy artifacts meant to modernize managerial accountancy, contributes to maximize the surveyed companies operational performance. It is inferred that the artifact type, its modernness and up datedness tend to be more relevant than some amount of implemented artifacts.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/29454
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPAC - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2011_dis_oomorais.pdf2,41 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.