Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/29244
Title in Portuguese: Aplicação de diferentes técnicas de microscopia para quantificar fases deletérias presentes no aço inoxidável superduplex UNS S32750
Title: Application of different microscopy techniques to quantify deleterious phases present in super duplex stainless steel UNS S32750
Author: Ribeiro, Francisco Stayne de Arruda
Advisor(s): Silva, Cleiton Carvalho
Keywords: Aços
Fases
Quantificar
Resistência
Corrosão
Título
Issue Date: 2017
Abstract in Portuguese: Os aços inoxidáveis superduplex são utilizados devido suas características serem superiores aos dos aços inoxidáveis ferríticos e austenitícos, eles possuem elevada resistência mecânica e resistência a corrosão. Suas propriedades estão estreitamente ligadas a sua microestrutura de duas fases cristalinas, a ferrita e a austenita. A melhor relação de volume entre essas fases é 1:1. Processos com temperaturas extremas, como soldagem, podem modificar a proporção ideal das fases devido a precipitação de fases secundárias, que são prejudiciais as propriedades do material, daí a necessidade de se estudar diferentes técnicas de quantificação de fases nos aços inoxidáveis superduplex. Neste trabalho foram realizados tratamentos térmicos no aço inoxidável superduplex UNS S32750 com intuito de proporcionar a precipitação de fases secundárias, totalizando 7 (sete) amostras com diferentes frações de ferrita e austenita. Diferentes técnicas foram utilizadas para quantificar as fases, microscopia ótica (MO), microscopia eletrônica de varredura (MEV) utilizando modo BSE, difração de elétrons retroespalhados (EBSD) e ferritoscópio. Os resultados da quantificação da fração volumétrica das fases obtidas por metalografia quantitativa foram os esperados para cada técnica utilizada, dando importância e avaliando as vantagens e limitações de cada técnica.
Abstract: Superduplex stainless steels are used due to their characteristics are superior to those of ferritic and austenitic stainless steels, they have high mechanical strength and corrosion resistance. Its properties are closely linked to their crystalline two-phase microstructure, ferrite and austenite. The best volume ratio between these phases is 1: 1. Processes with extreme temperatures, such as welding, can modify the ideal proportion of the phases due to precipitation of secondary phases, which are detrimental to the properties of the material, hence the need to study different techniques of phase quantification in super duplex stainless steels. In this work, thermal treatments were performed on the stainless steel superduplex UNS S32750 in order to provide the precipitation of secondary phases, totaling 7 (seven) samples with different fractions of ferrite and austenite. Different techniques were used to quantify phases optical microscopy (OM), scanning electron microscopy (SEM) using BSE mode, backscattered electron diffraction (EBSD) and ferritescope. The results of the quantification of the volumetric fraction of the phases obtained by quantitative metallography were those expected for each technique used, giving importance and evaluating the advantages and limitations of each technique.
Description: RIBEIRO, Francisco Stayne de Arruda. Aplicação de diferentes técnicas de microscopia para quantificar fases deletérias presentes no aço inoxidável superduplex UNS S32750. 2017. 59 f. Monografia (Graduação em Engenharia Metalúrgica) - Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2017.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/29244
metadata.dc.type: TCC
Appears in Collections:ENGENHARIA METALÚRGICA - Monografias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_tcc_fsaribeiro.pdf3,03 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.