Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/28441
Title in Portuguese: Qualidade informacional do lucro e qualidade do conselho de administração: evidências no Brasil
Author: Oliveira, Anderson Sousa
Advisor(s): Ponte, Vera Maria Rodrigues
Keywords: Divulgação de informações contábeis
Conservadorismo
Governança corporativa - Brasil
Issue Date: 2013
Citation: OLIVEIRA, Anderson Sousa. Qualidade informacional do lucro e qualidade do conselho de administração: evidências no Brasil. 2013. 123 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade, Programa de Pós-graduação em Administração e Controladoria, Mestrado Acadêmico em Administração e Controladoria , Fortaleza-CE, 2013.
Abstract in Portuguese: Para Lopes e Martins (2005), a divulgação das informações contábeis tem por objetivo reduzir a assimetria informacional e auxiliar o monitoramento de contratos por parte de seus usuários. Faz-se necessária uma informação contábil de qualidade para a correta utilização pelos usuários. Segundo Barth, Landsman, Lang e Williams (2006), para ser considerada de qualidade é necessário que a informação contábil possua como atributos a relevância, a oportunidade e o conservadorismo. Segundo esses pesquisadores todos os atributos da informação contábil podem ser identificados empiricamente. A presente pesquisa teve como objetivo precípuo investigar de forma empírica a relação existente entre o grau de conservadorismo dos lucros divulgados pelas companhias brasileiras e as características dos respectivos conselhos de administração. Inicialmente foi desenvolvida uma métrica para classificação das companhias segundo as características do conselho de administração, denominada Indicon. Após a classificação e segregação das empresas em grupos, foi aplicado o modelo Reverso de Lucros Associados a Retornos de Basu (1997) para cada um dos grupos de forma separada. Os dados para mensuração das variáveis foram obtidos na base de dados Economática®, nos Formulários de Referência de Informações Anuais e nas Demonstrações Financeiras Padronizadas disponíveis nos portais institucionais da BM&FBovespa, referentes ao período de 1998 a 2012. As inferências empíricas tiveram como base estatísticas descritivas, análise de correlação e análise de regressão múltipla. Com base nos resultados encontrados nos testes empíricos, não se pode rejeitar a hipótese de que o grupo de empresas com maiores notas de Indicon possuíam demonstrações contábeis mais conservadoras.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/28441
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPAC - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2013_dis_asoliveira.pdf864,45 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.