Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/28353
Title in Portuguese: Os eus nas memórias narradas de Graciliano Ramos
Title: The multiple me in the narrated memories of Graciliano Ramos
Author: Amaral, Gabriela Pacheco
Keywords: Memória
Eus
Análise do discurso
Graciliano Ramos
Issue Date: 2017
Publisher: Revista Entrelaces
Citation: Amaral, G. P. (2017)
Abstract in Portuguese: O objetivo do presente trabalho é analisar os múltiplos “eus” que podem ser observados em duas autobiografias de Graciliano Ramos, Infância (1945) e Memórias do Cárcere (1980). Em Infância, as memórias narradas correspondem a infância do autor até os 14 anos. Já em Memórias do Cárcere, obra póstuma, são contadas as lembranças do autor enquanto o mesmo estava preso na época da ditadura. Acreditamos que no processo de escritura de uma autobiografia, as memórias relembradas e contadas podem servir para um processo de afirmação do “eu” do autor. Nesse caso, a afirmação do “eu” de Graciliano Ramos será observada por intermédio dos posicionamentos do autor. Para isso, em um primeiro momento iremos conceber a noção de memória sob a ótica de HALBWACHS (2006), para investigar como o “eu” do passado, em Memórias do Cárcere, será narrado a partir dos conceitos de memória individual e memória coletiva. Em um segundo momento, sob a luz de MACHADO (2014), iremos analisar como revelam se diversos “eus” do autor a partir das memórias narradas em Infância.
Abstract: The objective of this paper is analysis the múltiples of "me" tha can be observeded in two autobiografic of Graciliano Ramos, Infância (1945) and Memórias do Cárcere (1980). In Infância, the narrated memories are of the infancy of author until fourteen years old. In Memórias do Cárcere, posthumous novel, the narrated memories are during the time he was in prision. We believe that in the processo of the write a autobiografic, the remembed and narrated memories can be helping in hte process of afirmation of "me" of tthe author. In this case, the afirmation of “me” of the Graciliano Ramos will be observed by placements of the author. For this, in a first moment, we will adopt the concept of memory of HALBWACS (2006), for investigate how the “me” of past, in Memórias do Cárcere, is narreted in individual memory and coletive memory. In a second moment, we will adopt the concept of MACHADO (2014) for analisys how the “me” of the author are showed in Infância.
Description: AMARAL, Gabriela Pacheco. Os eus nas memórias narradas de Graciliano Ramos. Revista Entrelaces, Fortaleza, v. 2, n. 9, p. 33-49, jan./jun. 2017.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/28353
metadata.dc.type: Artigo de Periódico
ISSN: 1980-4571 (online)
Appears in Collections:PPGLE - Artigos publicados em revistas científicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_art_gpamaral.pdf488,77 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.